Sexta, 19 Agosto 2022

Novos tempos?

drantonio_itapemirim_redessociais Divulgação
Divulgação

O resultado da eleição suplementar de Itapemirim, sul do Estado, nesse domingo (5), reforça o clima de acirramento registrado no município há anos, decorrente das divisões e grupos políticos que dominam a região, com desdobramentos, também, na Justiça. Ainda mais acirrada que a disputa em 2020, a diferença de votos entre o prefeito eleito, Dr. Antônio (PP), para o segundo colocado, Zé Lima (PDT), que ocupa o cargo como interino, foi de apenas 523 votos. O primeiro contava com apoio de lideranças conhecidas, como o casal Ferraço – Norma Ayub Theodorico (União) – e teve como adversário, antes, o prefeito cassado Thiago Peçanha (Republicanos), perdendo por 1,5 mil votos. Foi ele o responsável pela ação eleitoral que tirou Peçanha do mandato. Já Zé Lima, ex-presidente da Câmara de Vereadores, passou a ocupar a cadeira de prefeito, buscando, então, a reeleição. Embora sem aparições e declarações públicas, o palanque chegou a ser apontado, nos bastidores, como ligado ao grupo de Peçanha e do ex-prefeito Luciano Paiva, que caminharam juntos em 2020. Para não fugir à regra, tratando-se de Itapemirim, o novo pleito contou com acusações mútuas e ânimos ainda mais exaltados na reta final. Dr. Antônio, que toma posse no dia 1º de julho, em sua mensagem de agradecimento aos eleitores, prometeu "desenvolvimento e paz para o município. Como dizem por aí: "oremos!".

Urnas
O novo prefeito, que tem na vice o vereador Fábio Dagata, do PSB de Renato Casagrande, obteve 13.062 votos (50,12%) e Zé Lima 12.539 (48,11%). Já Niltinho Santos (PSDB), ex-vice de Peçanha, que entrou na disputa tentando se descolar dele, ficou em terceiro, com 460 votos (1,77%). Só para lembrar, Niltinho também perdeu o mandato, mas não se tornou inelegível, como o ex-prefeito, por isso, foi candidato.

Mergulho
A propósito, depois de dizer que não se envolveria com política no decorrer da nova campanha municipal e se dedicaria à família e à profissão de médico, Thiago Peçanha resolveu restringir seu perfil nas redes sociais.

Logo mais
Quase todos esses atores voltarão a se enfrentar oficialmente em um período não tão longe assim. Com a eleição fora de hora, resultado da cassação de Peçanha, o atual mandato será de apenas dois anos. Até lá, terá muita água para rolar.

Toma lá, dá cá
A ofensiva do ex-prefeito de Linhares Guerino Zanon (PSD) iniciada no final da semana passada, que articulou entrevistas em toda imprensa capixaba para mostrar suas garras e estratégias de campanha, gera reações de apoiadores do alvo atacado, o governador Renato Casagrande (PSB).

Toma lá, dá cá II
Nas redes sociais e na Assembleia, nesta segunda-feira (6), aliados e integrantes da equipe saíram em disparada contra as críticas de Guerino, mas sem citá-lo. Embora o ex-prefeito tenha apresentado uma lista do que considera problemas da atual gestão, as defesas se basearam na parte das obras realizadas nos municípios capixabas, consideradas por ele como "excessos".

Na mira
Outro que já vira toda as armas para Casagrande é o ex-prefeito da Serra Audifax Barcelos (Rede). Nesta segunda, ele publicou vídeo em que explora a questão da Segurança Pública, sem deixar de tratar, porém, da miséria e pobreza da população. "Em qual Espírito Santo você vive? Naquele da propaganda, em que tudo é perfeito? Ou no real, em que a gente sai para trabalhar e não sabe se vai voltar para casa", perguntou.

Na mira II
O candidato bolsonarista, Carlos Manato (PL), já vem fazendo isso há meses, seguido do presidente da Assembleia, Erick Musso (Republicanos), que também transita no campo eleitoral de Manato. Os dois entraram no jogo eleitoral mais cedo.

Aquelas coisas, né...
A deputada federal Lauriete (PSC), candidata à reeleição, reuniu um tanto de gente na Praça do Papa, em Vitória, na última sexta-feira (3), em evento anunciado como comemoração de 40 anos de sua carreira de cantora. Por lá, outros candidatos, como o presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso (Republicanos), e o ex-deputado Reginaldo Almeida (PSC).

Aquelas coisas, né II...
A comemoração teve show gospel e louvor, como mostram as redes sociais. O PSC, de Lauriete, firmou apoio a Erick na disputa ao Palácio Anchieta. O presidente estadual da legenda, Reginaldo Almeida, vai tentar uma cadeira na Assembleia.

Nas redes
"Parabéns Dr. Antônio e Dagata!!! Com esta linda vitória, marcada pelo amor à terra de Itapemirim, todos nós renovamos nossa fé que a era da corrupção e perseguição são tempos do passado, e que agora teremos a glória de Deus abençoando a sua gestão". Deputada federal Norma Ayub (União), exaltando a vitória do aliado em seu reduto eleitoral.

FALE COM A COLUNA:

Distância segura

Cassados e com imagens arranhadas, ex-prefeitos de Itapemirim Thiago Peçanha e Luciano Paiva ficam de fora de palanques da nova eleição
https://www.seculodiario.com.br/socioeconomicas/distancia-segura

Cartas lançadas

Campanha em Itapemirim começa oficialmente, com apoios e articulação de grupos políticos, mas ainda sem cravar palanque de ex-prefeitos cassados
https://www.seculodiario.com.br/socioeconomicas/cartas-lancadas

Veja mais notícias sobre Socioeconômicas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 19 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/