Quinta, 13 Junho 2024

'A única porta que a Ufes abriu pra mim foi a porta da rua'

jacyara_paiva_foto_vitor_taveira Vitor Taveira

Após superar uma ameaça de exoneração do cargo de professora da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), a professora Jacyara Paiva fala pela primeira vez em longa entrevista sobre o processo e a grande campanha de mobilização por sua permanência, que depois de grande pressão, foi por fim confirmada pela instituição de ensino. 

Dirigente sindical e militante dos movimentos sociais, especialmente do movimento negro, ela conta sobre sua trajetória, iniciada como filha da classe popular capixaba e de sua ida para Recife com fins religiosos, mas que terminou com uma forte atuação como educadora popular junto a movimentos sociais que conduziriam sua trajetória até a universidade pública, como estudante e, depois, como docente, conformando a pequena fatia de professores negros nestas entidades no Brasil. 

Jacyara ainda comenta sobre a luta por cotas também para docentes e técnicos-administrativos nas universidades; a violência e as feridas abertas pelo processo que a ameaçou de exoneração, na qual enxerga elementos do racismo; e a atual ameaça de greve de professores por melhores condições de trabalho no ensino superior federal.

----

* Inscreva-se no canal do Século Diário no YouTube e ative o sininho para acompanhar as novidades.

** Se quiser ouvir este e outros programas em podcast, siga os canais do Século Diário no Spotify e Google Podcasts.

Veja mais notícias sobre TV Século.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 14 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/