Terça, 21 Mai 2024

​Congueiros celebram padroeira do ES no Carnaval de Congo de Roda d'Água

joao_bananeira_FotoClaudioPostay Claudio Postay

A padroeira do Espírito Santo, Nossa Senhora da Penha, será celebrada no Carnaval de Congo de Roda D'Água, em Cariacica, nesta segunda-feira (8), data em que se homenageia a santa. Este ano, a atração musical será a Banda Casaca, que se apresenta às 13h no palco principal. A programação, totalmente gratuita, tem início às 8h, com a concentração das bandas de congo na Bica de Luiz, de onde sairão em cortejo até o Campo do América, lugar onde ocorrerão as demais atividades culturais e haverá a praça de alimentação, barracas para venda de artesanato e oficina de mini máscara.

Claudio Postay

A saída do cortejo está prevista para as 10h. A realização da missa campal, com participação das bandas de congo, começa às 10h30, já no Campo do América. O ritual é realizado pela Paróquia Bom Jesus, de Novo Horizonte, e a comunidade Sagrada Família. A missa será celebrada pelo Frei Evanir Martins.

Após a apresentação da Banda Casaca, haverá o encontro das bandas de congo, com bandas da região de Roda D'Água e de outras localidades. As de Roda D'Água são a São Benedito de Piranema, Unidos de Boa Vista, São Benedito de Boa Vista, São Sebastião de Taquaruçu, Santa Izabel e Mestre Tagibe. As demais são as da APAE de Campo Grande, em Cariacica; a banda Jovem de Manguinhos e Bicanga, da Serra; Amores da Lua, de Vitória; Mestre Honório e o Grupo de Congo Madalenas do Jucu, de Vila Velha. "Dar visibilidade a essa tradição centenária que faz parte do contexto histórico-cultural do povo cariaciquense, ao mesmo tempo que promove o sentimento de pertencimento da comunidade congueira, é o maior legado da festividade", diz o presidente da Associação de Bandas de Congo de Cariacica (ABCC), Jefferson de Azevedo.

Às 16h, as bandas de congo também se apresentam no palco principal, onde, às 17h30, acontecerá a tradicional cantata "Iá Iá Você Vai à Penha", realizada pelos mestres de congo. O encerramento do evento será às 18h, com a Ave Maria acompanhada de tambores de congo, seguida de show pirotécnico.
Claudio Postay

A coordenadora do Carnaval de Congo, Maria Zalem, informa que não será possível entrar no Campo do América com garrafas de vidro. Além disso, este ano, afirma, irão aumentar os pontos de internet para que todos barraqueiros sejam contemplados. A medida se faz necessária por ser uma região com difícil acesso à internet. Por causa disso, em 2022, muitas pessoas não conseguiram utilizar cartão para consumir. No ano passado, os pontos de internet, embora tenham sido instalados, não conseguiram atender todos barraqueiros.

A tradição popular diz que o congo na região remonta há mais de 100 anos. De acordo com Maria Zalem, o Carnaval de Congo começou com uma caminhada concentrada na comunidade, como um cortejo em homenagem a Nossa Senhora da Penha, já que muitas pessoas não podiam participar das festividades no Convento da Penha, seja por serem escravizadas ou por não haver meios de transporte para ir até o templo religioso, situado em Vila Velha. Com o tempo, o Carnaval de Congo perdeu essa característica de cortejo, sendo realizado de maneira concentrada em um único lugar, pois o número de participantes cresceu demais, carecendo de maior organização.

Contudo, muitas pessoas, entre elas os escravizados, não queriam e não podiam ser vistas no evento de Roda D'água, surgindo, assim, um personagem característico do Carnaval de Congo, o João Bananeira, que cobre o rosto com uma máscara e o corpo com folhas de bananeira. Maria Zalem relata, ainda, que havia também a figura do mascarado, que usava a máscara, mas não as folhas de bananeira no corpo.


Carnaval de Congo de Roda d'Água

Data: 8 de abril

8h: concentração na Bica do Luiz

10h: saída do cortejo em homenagem a Nossa Senhora da Penha. 

10h30: missa 

13h: apresentação da Banda Casaca, seguida do encontro das bandas de congo

16h: apresentação das bandas de congo no palco principal

17h30: Cantata "Iá Iá Você vai a Penha"

18h: Ave Maria e show pirotécnico



Evento no domingo de Páscoa antecede o Carnaval de Congo de Roda d'Água

Mais na coluna: perda da tradição; ataques a João Bananeira; Congo Aleluia na Barra do Jucu; e Festival da Torta Capixaba
https://www.seculodiario.com.br/cultura/evento-no-domingo-de-pascoa-antecede-o-carnaval-de-congo-de-roda-d-agua

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 21 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/