Dólar Comercial: R$ 5,62 • Euro: R$ 6,59
Quinta, 01 Outubro 2020

Curso online aborda história da música capixaba

Jose_Roberto_Santos_Neves_Foto_Guilherme_Santos_Neves_Neto Guilherme Santos Neves Neto

O jornalista, pesquisador e crítico musical José Roberto Santos Neves realiza nos próximos dias 17 e 18, entre 11h e meio-dia, o curso online "A Música do Espírito Santo - Sua História, Discos e Personagens", dentro da programação do Cultura Conecta, projeto da Secretaria de Cultura do Espírito Santo (Secult) que vai reunir até dezembro cerca de 500 artistas capixabas trazendo suas atividades online contempladas no Edital Emergencial de Cultura criado durante a pandemia do coronavírus.

Divulgação

A pesquisa de José Roberto vai do Brasil colonial até os dias de hoje, trazendo um apanhado dos artistas e obras que marcaram época no Estado, sobretudo nas últimas sete décadas. O curso não necessita inscrições e será transmitido em televisão aberta pela TVE e pelo Facebook e YouTube da Secult. As atividades podem ser assistidas ao vivo ou posteriormente por meio das gravações.

Documentário lembra história do Balão Mágico na Ufes 

Um grupo de estudantes que marcou época nos anos 80 na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) por sua veia artística e política, o Balão Mágico é tema do documentário que faz parte da segunda sessão do "Cineclube Projeto Cultural Rubem Braga", criado com objetivo de divulgar a produção audiovisual apoiada pela lei de incentivo do município de Vitória, que voltou a funcionar este ano e está com inscrições abertas.

"Filme Balão", de 2015, é a obra do cineasta Marcos Valério Guimarães, que reúne uma montagem de diversas filmagens feitas pelos estudantes na época de atuação do grupo. O documentário e a atuação do movimento serão debatidos na próxima segunda-feira (14), às 18h, com presença do diretor da obra e de Claudino de Jesus, ex-presidente do Conselho Nacional de Cineclubes (CNC) e da Federação Internacional de Cineclubes (FICC). O bate-papo será pela plataforma Google Meet mediante inscrição gratuita por formulário online.

Cineclubes protestam contra proposta de extinção de edital

Falando em cineclubes, uma carta da Organização dos Cineclubes Capixabas (OCCa) junto à CNC e o Secretariado Latino-Americano da FICC protesta contra a ameaça de extinção do edital de fomento ao cineclubismo no Espírito Santo. A carta lembra a trajetória de destaque do movimento cineclubista capixaba a nível nacional e internacional e defende as políticas públicas permanentes para o setor, que contribui com a democratização do audiovisual. A carta completa está disponível aqui

Oficinas preparam para Lei João Bananeira em Cariacica 

Depois de ser suspenso no início da pandemia, o edital de fomento à cultura de Cariacica via Lei João Baneneira voltou para ser executado ainda em 2020. Por isso, a Secretaria Municipal de Cultura de Cariacica está  com atividades de capacitação via web para quem quer escrever e inscrever projetos. A segunda delas acontece na segunda-feira (14), de 18h30 às 20h, pelo Google Meet no seguinte link: https://meet.google.com/wrm-sqqn-fdr

Vitória amplia prazo para cadastro na Lei Aldir Blanc 

Após reclamações de artistas e produtores culturais, a Secretaria Municipal de Cultura de Vitória anunciou que vai prorrogar até dia 18 de setembro o cadastro de espaços culturais do município que queiram ter acessos aos recursos emergenciais da Lei Aldir Blanc. As iniciativas devem preencher o formulário online, que é oficial. Sobre os trabalhadores da cultura afetados pela crise e que não receberam auxílio emergencial do governo federal, poderão ter acesso a um auxílio pela lei, que deverá ser disponibilizado pelo governo estadual via Secult, que ainda não iniciou as inscrições. Além disso, Estado e municípios realizarão outras políticas de fomento para serem aplicadas no campo da cultura até o final de 2020.

Artistas encontram dificuldades no acesso à lei

Grande conquista do movimento cultural que vai liberar R$ 3 bilhões para o setor durante o período de grave crise, a Lei Aldir Blanc tem causado confusão na classe artística e cultural, devido à dificuldade de informações e acesso. Isso piora com a lei eleitoral, que veta diversas formas de publicações nos sites oficiais das prefeituras, onde poderiam estar sendo enviadas informações sobre a lei e cadastros a nível municipal. A grande maioria dos municípios aparentemente não está divulgando em seus canais oficiais, buscando os pessoais dos gestores e as redes de fazedores da cultura. Há artistas que protestam e reivindicam que, por ser tratarem de recursos emergenciais diante da situação excepcional de pandemia, este tipo de conteúdo deveria ser permitido.

Peça capixaba online tem nova temporada

Tem início neste sábado (12), às 20h, a nova temporada da peça de teatro digital Huis Clos Pandèmie, do Coletivo Arteé. A peça que já foi tema de matéria aqui no Século Diário é uma adaptação de uma obra clássica de Jean-Paul Sartre adaptada para o formato online, que ajuda a refletir sobre os tempos de isolamento social. Com direção de Vanessa Frisso, o espetáculo será encenado pelo aplicativo Zoom. Mais informações: https://linktr.ee/ColetivoArteE.

Hasta luego 

O colunista anuncia que a CulturArte estará algumas semaninhas sem vir ao ar aos sábados por motivos de: férias. Recarreguemos as baterias e… voltamos em outubro!

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 01 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection