Dólar Comercial: R$ 5,02 • Euro: R$ 6,11
Domingo, 17 Janeiro 2021

Festival de Cinema de Vitória exibe mais de 100 filmes online

cemiterio5_divulgacao Divulgação

Serão seis dias e 101 filmes exibidos, tudo de forma online e gratuita. Essa foi a forma com que o Festival de Cinema de Vitória (FCV), o mais importante evento audiovisual do Espírito Santo, encontrou para lidar com a pandemia do coronavírus, assim como muitos outros festivais vêm se ressignificando neste 2020.

Depois de ser adiado de sua data original, o evento terá início nesta terça-feira (24), às 19h, com homenagem ao diretor, produtor e cineclubista Claudino de Jesus, seguido da primeira Sessão Competitiva Nacional, com quatro curta-metragens e um longa-metragem. A noite ainda terá a Sessão Especial de Abertura, com o filme convidado O Cemitério das Almas Perdidas, de Rodrigo Aragão, a produção feita no Espírito Santo com maior orçamento na história. Na terça-feira, também será apresentada a Mostra Outros Olhares, com cinco curta-metragens. A maioria das transmissões será feita pela plataforma InnSaei.TV (as informações completas sobre a programação e transmissão estão no box ao final da matéria)

Ao longo da semana, os filmes serão apresentados por meio de 12 mostras competitivas e uma fora de competição, além da sessão especial. As mostras são 24ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas; 10ª Mostra Competitiva Nacional de Longas; 10ª Mostra Quatro Estações, sobre diversidade sexual; 9ª Mostra Corsária, com filmes experimentais; 9ª Mostra Foco Capixaba, com obras de realizadores do Espírito Santo; 7ª Mostra Outros Olhares, que propõe a observação da construção de novos mundos a partir de experiências particulares, 5ª Mostra Mulheres no Cinema, 5ª Mostra Cinema e Negritude, 4ª Mostra Nacional de Videoclipes, 3ª Mostra Nacional de Cinema Ambiental; e 2ª Mostra Do Outro Lado – Cinema Fantástico e de Horror.

Um júri técnico composto por especialistas elegerá as melhores obras e prêmios extra, além do prêmio de júri popular, concedido pela votação do público. A novidade de 2020 é a inserção da 1ª Mostra AudioTransVisual, com 17 curta-metragens oriundos de um curso realizado durante a pandemia com 30 alunes trans de vários estados do Brasil. Outras mostra, não competitiva, que ocorria tradicionalmente no pré-festival, será a Mostra Cinema de Bordas, que vai estar dentro da programação da semana.

O tema do evento neste ano é "Sonhar colorido faz bem". A diretora do Festival, Lucia Caus, define o FCV como espaço para a diversidade de narrativas. "A seleção deste ano reúne filmes de gêneros variados e de diversas partes do Brasil confirmando a criatividade da produção audiovisual brasileira contemporânea. É um desafio e, ao mesmo tempo um prazer, dar visibilidade para tantos filmes e ver de perto todo o potencial criativo do nosso cinema".

Até sábado, as sessões ocorrem diariamente à noite, com debates com realizadores pela manhã e tarde seguintes. No domingo, o encerramento será com homenagem ao músico Gilberto Gil e cerimônia de premiação.

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 17 Janeiro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection