Dólar Comercial: R$ 5,76 • Euro: R$ 6,79
Sexta, 16 Abril 2021

Na pandemia, lugar de arte é na calçada

jose_merilho_divulgacao Divulgação

Na música Cada lugar em sua coisa, o célebre cantor e compositor capixaba Sérgio Sampaio traz a famosa frase "lugar de poesia é na calçada". Em tempos de pandemia, as calçadas têm sido ainda mais importante para arte diante da necessidade de evitar lugares fechados. É o caso do Centro Dart, uma nova loja-ateliê, que inaugura no próximo sábado (27), no espaço cultural Thelema, no Centro de Vitória, com o evento Arte na Calçada.

Em frente ao local, na Rua Graciano Neves, haverá exposição de quadros e pinturas ao vivo de sete artistas, mantendo o distanciamento. Com início às 14h, a atividade também terá participações musicais, poéticas, performance e dança

Divulgação
Dirigido por Merilho Khan, o Centro Dart vai servir como seu ateliê, loja de vendas de artigos para pintura, como cavaletes e molduras feitas pelo próprio artista, e também uma galera com exposição de vendas e quadros do próprio Merilho e de vários outros artistas como Natan Dias (escultura de ferro), Sergio Amaral (arte naif), Diniz Campos (arte abstrata), Gabriel Rocha (aquarela), André Magnago (gravuras e pinturas), Luciano Cardoso (pintura) e Gilbert Chaudanne (madonas em tacos).
Merilho na entrada do Centro Dart. Foto Divulgação
"Com o Centro Dart, a Thelema passa a funcionar dentro da totalidade de sua proposta. Ajuda na sustentabilidade do espaço cultural com mais um projeto e também trará atividades de acordo com o que buscamos, que é a produção, circulação e disseminação da arte de um modo geral. Fortalece ainda mais o espaço para propor outras provocações", diz David Rocha.

Ele é um dos criadores da Thelema, que existe desde 2018, mas se mudou no início de 2020 para o novo espaço, uma casa na esquina, que ganhou recentemente uma pintura na fachada com colaboração das artistas do estúdio de tatuagem 7 Luas, que funciona no local, que também agrega uma tabacaria, um espaço colaborativo com sete expositores de produtos da economia criativa e, agora, o Centro Dart.

Artista autodidata que pinta desde os 13 anos, Merilho Khan já usa o novo espaço há quatro meses como ateliê, enquanto preparava o local para receber o novo projeto. "Aqui no Centro não tinha ninguém que faz molduras, então as pessoas têm ficado entusiasmadas. Também realizo cursos e oficinas, que passaram a acontecer no espaço. Além trabalhar em parceria com outros artistas e espaços culturais localizados no Centro de Vitória", conta ele, que se destaca pelas pinturas abstratas, embora também produza artes figurativas.

Espaço Dart servirá como ateliê, galeria, loja e espaço para cursos. Foto: Divulgação

A loja-ateliê ainda tem um pequeno memorial com restaurações que prestam homenagem às antigas moradoras da casa, três professoras de piano que nasceram, cresceram e morreram vivendo no imóvel.

Na inauguração, estão confirmadas as presenças dos artistas Eugênio Goulart, Luciano Cardoso, Gabriel Rocha, Diniz Campos, Gonçalves Lucas, Abelar Nagil, Guilherme Favoretti e Fernando Francez, das atrações musicais DJ Negana, Tuca Cruz, Anna Carolina, Matheus Pereira e Gonçalves Lucas, e dos dançarinos Pablo Cheko e Danilo dos Anjos.

O Centro Dart funciona de segunda a sábado, de 10h às 19h, e o Thelema fica aberto de terça a sábado, de 10 às 20h, e no domingo, de 11h às 16h.

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários: 1

Gil Mendes em Segunda, 01 Março 2021 23:47

Espaço maravilhoso e necessário para o Centro de Vitória!
Vida longuíssima ao Espaço Cultural Thelema e ao Centro Dart!

Espaço maravilhoso e necessário para o Centro de Vitória! Vida longuíssima ao Espaço Cultural Thelema e ao Centro Dart!
Visitante
Sexta, 16 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection