Sexta, 24 Junho 2022

Padre Gabriel será homenageado com mural em grafite feito por jovens

padre_gabrielmaire_FotoRedesSociais Redes Sociais

Na década de 80, um território conhecido como Barbados, em Cariacica, foi ocupado por diversas famílias que reivindicavam seu direito à moradia. Elas encontraram no sacerdote francês Gabriel Maire um dos grandes parceiros em sua luta, mas ele foi assassinado diante dos interesses impulsionados pela especulação imobiliária. Hoje Barbados é um bairro, se chama Padre Gabriel, e ganhará um painel em grafite para homenagear o sacerdote, feito por jovens. Afinal, é a juventude que vai possibilitar que essa história não caia no esquecimento, devendo, portanto, conhecê-la.

A ideia é contar a história da comunidade por meio da trajetória daquele que deu nome a ele. A iniciativa é da historiadora Thays Ferreira, moradora da comunidade, e possibilitada por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Cariacica João Bananeira.
Thays Ferreira. Foto: Divulgação

O painel será no muro da Comunidade Eclesial de Base São João Batista, em frente à praça. Para isso, serão realizadas oficinas, cujas inscrições, gratuitas, podem ser feitas por link até primeiro de julho. São 20 vagas para a de desenho e 20 para a de grafite, que acontecerão aos sábados, à tarde, de 2 de julho a 3 de setembro.

As oficinas não se limitarão à parte técnica. Na aula inaugural, haverá roda de conversa com Thays Ferreira, que abordará a história do bairro e a do sacerdote francês. Em agosto, acontecerá uma roda de conversa sobre grafite, com a grafiteira Sane, que falará sobre como essa arte pode potencializar o território.

"A comunidade é associada à violência. Queremos transformar esse território estigmatizado trazendo o olhar para dentro, entendendo o porquê do nome do bairro, do nome das ruas, olhar a trajetória de luta, a história das pessoas que se destacaram na reivindicação de direitos, transformar as memórias de luta em pertencimento e empoderamento", diz Thays. A ideia, afirma, é que o mural em homenagem a Padre Gabriel seja o pontapé inicial para a criação de um museu a céu aberto, pois o projeto é fazer outros, destacando tantas outras personalidades do bairro.

Padre Gabriel, também conhecido como Gaby, foi assassinado em 23 de dezembro de 1989. Chegou ao Brasil em 1980, e sua atuação no Espírito Santo, principalmente no município de Cariacica, foi marcada pela intensa participação nas Comunidades Eclesiais de Base (Cebs) da Igreja Católica. Gabriel incentivava a organização popular como forma de mobilização para garantia de direitos, dignidade e qualidade de vida. Incentivou a criação de movimentos de mulheres, culminando na atual Associação de Mulheres de Cariacica Buscando Libertação (Amucabuli). Foi essencial nos movimentos de moradia e em meio aos grupos de juventude, como a Juventude Operária Católica (JOC).
Ecos de Gaby

Ainda sobre a classe trabalhadora, atuou na Pastoral Operária, onde coordenou um jornal chamado Ferramenta, feito por operários para operários, que buscava informar os trabalhadores sobre questões como as lutas populares no Espírito Santo, no Brasil e, em menor escala, no mundo, além de ter como outro objetivo a educação para a cidadania. O crime que resultou e sua morte prescreveu em 2017 sem que os mandantes fossem identificados e punidos.

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários: 2

Miriam em Quarta, 22 Junho 2022 20:11

Justa homenagem ao Pé. Gabriel. O conheci pessoalmente, era uma luz nas CEBs, e na PJ.

Justa homenagem ao Pé. Gabriel. O conheci pessoalmente, era uma luz nas CEBs, e na PJ.
Jullymara Ribeiro em Quinta, 23 Junho 2022 14:37

Tive o privilégio de conhece lo
Foi mentor da Joc da minha época , no ES.
Não merecia ter esse triste fim. Foi um verdadeiro seguidor dos ensinamentos de Jesus na prática.
Gabriel Maire.
Presente , ✊?

Tive o privilégio de conhece lo Foi mentor da Joc da minha época , no ES. Não merecia ter esse triste fim. Foi um verdadeiro seguidor dos ensinamentos de Jesus na prática. Gabriel Maire. Presente , ✊?
Visitante
Sexta, 24 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/