Sábado, 16 Outubro 2021

Judiciário se junta ao Executivo em passeata que alertará sobre violência contra a mulher

O Tribunal de Justiça do Estado (TJES) vai se juntar à iniciativa do poder executivo na passeata que vai ser realizada no próximo domingo (25), em Pinheiros, para alertar sobre a violência doméstica contra a mulher. O ato público vai chamara atenção da sociedade sobre os altos índices de agressões e homicídios de mulheres que acontecem no Estado. 



A atualização do Mapa da Violência 2012 – Homicídios de Mulheres consolidou o Estado como o campeão nacional nas mortes violentas de mulheres. O Espírito Santo registra mais que o dobro da média brasileira em homicídios de mulheres por grupo de 100 mil habitantes.
 
A taxa do Estado é de 9,8 homicídios de mulheres por 100 mil habitantes. O segundo lugar ficou com Alagoas, com 8,3 mortes violentas por 100 mil. A média do País é 4,6 homicídios por 100 mil, mais do que a metade registrada no Estado. 
 
Ainda de acordo com o Mapa, Vitória é a capital mais violenta do País, com 13,2 mortes por 100 mil habitantes. O índice também é mais que o dobro da média das capitais do País, que foi de 5,4 homicídios por 100 mil. 
 
Não é só a taxa de homicídios de mulheres que é alta no Estado, o Espírito Santo também é líder nacional em violência doméstica contra a mulher. O município de Pinheiros, no norte do Estado, é o que tem o maior número de medidas protetivas, apesar de ser um município pequeno.
 
De acordo com um levantamento feito pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM), até 31 de outubro, foram assassinadas 139 mulheres no Espírito Santo, sendo que mais da metade delas (78) foram mortas na Grande Vitória.

Veja mais notícias sobre Direitos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 17 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/