Dólar Comercial: R$ 5,27 • Euro: R$ 6,40
Quinta, 05 Agosto 2021

'Exigir essencialidade da aula presencial é projeto de morte'

gilda_cardoso_araujo_reproducao_redes_sociais- Reprodução/Redes sociais

"É um projeto de morte", responde, taxativa, a doutora em Educação Gilda Cardoso, em relação ao Projeto de Lei nº 59/2021, de autoria do deputado estadual Capitão Assumção (Patri), que propõe estabelecer as aulas presenciais, em todos os níveis e redes de ensino do Espírito Santo, como atividade essencial, tornando obrigatório mantê-las funcionando mesmo em municípios em risco extremo e alto de contaminação por Covid-19, que é o caso de 69 das cidades capixabas na atual semana epidemiológica.

Coordenadora do Laboratório de Gestão da Educação Básica do Espírito Santo, vinculado ao Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo (Lagebes/Ufes), Gilda alerta que tanto o PL de Assumção, que tramita na Assembleia Legislativa – atualmente devolvido à Procuradoria Geral – quanto o PL 5595/2020, de Paula Belmonte (Cidadania/DF), aprovado nessa terça-feira (20) na Câmara dos Deputados, são projetos "egoístas e pouco empáticos", que trafegam na contramão do direito constitucional à vida e à saúde, e são levantados por "um grupo pequeno, mas barulhento", que nunca defendeu as pautas verdadeiras da educação.

"A educação não é uma atividade do mercado. A Constituição Federal abre a possibilidade da coexistência de instituições públicas e privadas, desde que as mesmas sejam autorizadas, reconhecidas e credenciadas pelo poder público", enuncia, para contextualizar de forma abrangente e constitucional a verdadeira disputa que está por trás da defesa da essencialidade das aulas presenciais durante a pandemia de Covid-19.

Na verdade, a motivação está explicitamente posta na justificativa do PL de Assumção, em que o deputado afirma que, "apesar das inúmeras evidências da importância do pleno funcionamento do setor educacional, ainda se observa a estagnação por parte do Poder Público Estadual em reconhecer tal atividade como sendo essencial, impondo o medo principalmente do setor privado, que depende da adesão de clientes (alunos) para a sua subsistência no mercado" e que, "nesse contexto, tal setor fica sempre à mercê de uma decisão autoritária e infundada que pode culminar no fechamento de tais estabelecimentos, gerando prejuízos inimagináveis não só ao gestor privado, mas também, e principalmente, ao discente".

Para a especialista, afirmar que "o setor privado fica sempre à mercê de uma decisão autoritária infundada" é uma grande irresponsabilidade. "Estamos vivendo uma pandemia e numa fase de risco extremo. O direito à vida, o direito de professores e alunos sobreviverem a uma pandemia é soberano ao interesse do mercado, do setor privado, ainda mais com esse percentual de alunos que é inexpressivo", consigna, referindo-se ao percentual de menos de 20% das matrículas que estão vinculadas à rede privada de educação básica capixaba.

Os parlamentares e os integrantes dos chamados "movimentos de pais pela educação", que apoiam esses projetos de lei, expõe a coordenadora do Lagebes, "levam em conta o funcionamento da educação como se fosse um bar, uma loja de rua", o que é inapropriado. "A educação é um direito social, como a saúde, e entre um e outro, prevalece o direito à vida e à saúde, segundo o texto da Constituição Federal".

Esses grupos, ressalta, "sempre desconsideraram a situação da Educação antes da pandemia e nunca colocaram a Educação como serviço essencial, principalmente para melhorar as condições de trabalho de infraestrutura e de salário de professor da educação pública". A pauta que empenham, aponta, "quer impor a lógica do mercado sobre a educação pública".

Exclusão digital

Um segundo pilar da justificativa de Assumção para aprovação da proposta remete ao "fato de muitos alunos não terem condições de sustentar minimamente o ensino à distância (EAD), seja por falta de condições financeiras e de equipamentos capazes de proporcionar a devida conexão para a participação nas aulas, seja pela precariedade ou inexistência de ensino remoto em muitos municípios capixabas. Tais fatos estão devastando a vida educacional dos alunos, atrasando a sua formação e reduzindo a convivência escolar, que é de fundamental importância na vida deste", aponta.

Nesse sentido, conclui o parlamentar, "o presente projeto de lei, fundamentado no bom senso e no equilíbrio, objetiva incluir as atividades escolares de qualquer natureza como sendo serviços essenciais, evitando o fechamento dos estabelecimentos de ensino em todos os níveis".

A menção ao grande contingente de alunos que atravessam as maiores dificuldades com o ensino remoto, devido à baixa inclusão digital da comunidade escolar, realidade negligenciada pelos sucessivos governos federal, estadual e municipais, apesar de legítima, salienta Gilda Cardoso, não se relaciona com o objetivo do projeto de lei, nem considera o contexto real e abrangente da educação pública.

"As escolas não têm muitas vezes álcool em gel, ventilação, não têm sequer uma telha decente para cobrir a cabeça de professores e alunos", elenca. "Eu fico me perguntando se esses movimentos pela essencialidade da educação estão de fato pela educação ou para fazer valer o dinheiro que estão gastando com a mensalidade. Ou, para ser mais explícita ainda, para não fechar suas empresas privadas que oferecem ensino particular", provoca.

Experiência europeia

Outro argumento mal apresentado nos discursos dos apoiadores desses PLs, ressalta a cientista, é a de que devíamos repetir a experiência europeia, de manter as escolas abertas, como atividade essencial. "Para abrir escola, tem que fechar shopping, tem que fechar loja de rua, tem que fechar restaurante, só funcionando ônibus para o pessoal da saúde e da educação, e o resto fica fechado. Assim que foi feito na Alemanha. Mas quando a gente fala isso, o movimento de pais pela educação não apoia. Também não defende que professores e todo o pessoal que trabalha em escola sejam priorizados na vacinação", contrapõe a educadora.

Esses grupos, que ela percebe como pertencentes à "nova direita", tampouco criticam o governo federal em relação à sua omissão em comprar vacinas no momento certo. "Não há nenhuma menção, nesses projetos de lei, à responsabilidade do governo federal por esse quadro grave que nós estamos passando", critica.

O momento, conclama Gilda, é de precaução, empatia e cuidado. "As pessoas que têm o mínimo de bom senso e sentimento de pertencimento a uma coletividade, uma mínima noção de cidadania, nesse momento que o Brasil é o epicentro da pandemia no mundo, deveriam correlacionar essa série de fatores e evitar esse tipo de caos que está para acontecer".

Genocídio evitável

Na perspectiva do Lagebes, pondera a coordenadora, a situação é ainda mais preocupante quando se constata que tais propostas irão colocar em risco não só a vida de professores e alunos, mas de toda a população, já que o retorno das aulas presenciais traz maior interação entre as pessoas no transporte público, nas ruas e nos comércios, para além das salas de aula, o que favorece a maior contaminação pelo vírus e a formação de novas mutações, cada vez mais transmissíveis e, em alguns casos, mais letais.

"A gente está com uma série de variantes circulando no Estado, inclusive a inglesa, que é mais transmissível e talvez mortal, e foi por isso que houve lockdown na Inglaterra, e as pessoas não querem saber de nada disso. Então eu acho que é um verdadeiro assassinato em massa, para não dizer genocídio, o que essas pessoas propõem", alerta.

Veja mais notícias sobre Educação.

Veja também:

 

Comentários: 17

MARCIO em Quinta, 22 Abril 2021 23:18

PROJETO DE MORTE É CONTINUAR ACEITANDO ESSE DISCURSO POLITIQUEIRO DE ESQUERDA TRAVESTIDO DE CIÊNCIA, DE PROFISSIONAIS QUE ESTÃO RECEBENDO SEM TRABALHAR, ENQUANTO A VIDA CONTINUA SEGUINDO PARA TODA SOCIEDADE.

CABE RESSALTAR O QUÃO ENIGMATICO É A NOTICIA DE ALGUNS CASOS DE MORTES PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO DA REDE PÚBLICA, SENDO QUE HÁ MAIS DE UM ANO ELES NÃO DESENVOLVEM ATIVIDADE LETIVA PRESENCIAL.

SERÁ QUE É POR QUE ALGUNS NÃO PODEM TRABALHAR, MAS PODEM IRA À PRAIA, VIAJAR, REALIZAR OBRAS EM CASA????

ENGRAÇADO QUE O TRANSPORTE COLETIVO CONTINUA LOTADO E O GOVERNADOR CASAGRANDE AINDA NÃO DESCOBRIU COMO RESOLVER!!!!

E PELO QUE PARECE TÁ MAIS FÁCIL A PANDEMIA ACABAR DO QUE ELE DESCOBRIR A SOLUÇÃO!!! ELE NÃO ANDA, NEM NUNCA ANDOU NO TRANSPORTE COLETIVO!!!!

MAS PARA A REDE PRIVADA DE ENSINO QUE SEGUE PROTOCOLOS RÍGIDOS CRIADOS PELO PRÓPRIO GOVERNO, NÃO PODE!!!

A EDUCAÇÃO É SIM ATIVIDADE ESSENCIAL, SÓ NÃO É PARA ULGUNS POLITIQUEIROS MILITANTES TRAVESTIDOS DE PROFESSORES. MAS QUANDO É PARA REIVINDICAR OU ANGARIAR VANTAGENS ESSES MESMOS MILITANTES QUEREM RESSALTAR SUA ESSENCIALIDADE.

PROFISSIONAIS DE SAÚDE, SEGURANÇA PÚBLICA, TRANSPORTE COLETIVOS, ETC..., CONTINUAM TRABALHANDO NORMALMENTE. SERÁ QUE A VIDA DELES VALE MENOS QUE A VIDA DE UM PROFESSOR.

PROJETO DE MORTE É CONTINUAR ACEITANDO ESSE DISCURSO POLITIQUEIRO DE ESQUERDA TRAVESTIDO DE CIÊNCIA, DE PROFISSIONAIS QUE ESTÃO RECEBENDO SEM TRABALHAR, ENQUANTO A VIDA CONTINUA SEGUINDO PARA TODA SOCIEDADE. CABE RESSALTAR O QUÃO ENIGMATICO É A NOTICIA DE ALGUNS CASOS DE MORTES PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO DA REDE PÚBLICA, SENDO QUE HÁ MAIS DE UM ANO ELES NÃO DESENVOLVEM ATIVIDADE LETIVA PRESENCIAL. SERÁ QUE É POR QUE ALGUNS NÃO PODEM TRABALHAR, MAS PODEM IRA À PRAIA, VIAJAR, REALIZAR OBRAS EM CASA???? ENGRAÇADO QUE O TRANSPORTE COLETIVO CONTINUA LOTADO E O GOVERNADOR CASAGRANDE AINDA NÃO DESCOBRIU COMO RESOLVER!!!! E PELO QUE PARECE TÁ MAIS FÁCIL A PANDEMIA ACABAR DO QUE ELE DESCOBRIR A SOLUÇÃO!!! ELE NÃO ANDA, NEM NUNCA ANDOU NO TRANSPORTE COLETIVO!!!! MAS PARA A REDE PRIVADA DE ENSINO QUE SEGUE PROTOCOLOS RÍGIDOS CRIADOS PELO PRÓPRIO GOVERNO, NÃO PODE!!! A EDUCAÇÃO É SIM ATIVIDADE ESSENCIAL, SÓ NÃO É PARA ULGUNS POLITIQUEIROS MILITANTES TRAVESTIDOS DE PROFESSORES. MAS QUANDO É PARA REIVINDICAR OU ANGARIAR VANTAGENS ESSES MESMOS MILITANTES QUEREM RESSALTAR SUA ESSENCIALIDADE. PROFISSIONAIS DE SAÚDE, SEGURANÇA PÚBLICA, TRANSPORTE COLETIVOS, ETC..., CONTINUAM TRABALHANDO NORMALMENTE. SERÁ QUE A VIDA DELES VALE MENOS QUE A VIDA DE UM PROFESSOR.
GENECI TAVARES DE MELO em Sexta, 23 Abril 2021 06:21

Bom dia!!!
Esta senhora não me representa e nem a todos os pais e alunos, quem tem que ser ouvindo em primeiro lugar são os país, não ela ou quem quer que seja,este negócio de aula online nunca dará certo para crianças e adolescentes, há um monte de professores que querem voltar a normalidade,mas há um pequeno grupo de vagabundos disfarçados de professores que querem ficar brincando de trabalhar ,eu não fui ouvindo e sou a favor das aulas presenciais.

Bom dia!!! Esta senhora não me representa e nem a todos os pais e alunos, quem tem que ser ouvindo em primeiro lugar são os país, não ela ou quem quer que seja,este negócio de aula online nunca dará certo para crianças e adolescentes, há um monte de professores que querem voltar a normalidade,mas há um pequeno grupo de vagabundos disfarçados de professores que querem ficar brincando de trabalhar ,eu não fui ouvindo e sou a favor das aulas presenciais.
GENECI TAVARES DE MELO em Sexta, 23 Abril 2021 06:23

E o seculodiario está de parabéns por nos deixar expressar.

E o seculodiario está de parabéns por nos deixar expressar.
Aquele que paga seu salário em Sexta, 23 Abril 2021 06:51

Engraçado que, mesmo após 12 meses, não existe álcool em gel nqs escolas.
Ao invés de cobrar os governantes pela disponibilidade de condições para se ter aulas presenciais, um defensor da educação só lembra de cobrar maiores salários, como se dinheiro desse em árvore.
Enquanto milhares de crianças estão em casa tendo sua saúde mental destruída, a bonitona ta ai ganhando milhares de reais pagos pelos pais destes através de impostos para ser contra a educação.
Chega a ser surreal chamar de inexpressivo a existência de dezenas de milhares de estudantes que poderiam estar estudando, pois suas escolas se prepararam para isso. Na verdade é egoísmo travestido de superioridade moral: devemos lutar para que todos alunos tenham condições melhores de serem educados ao invés de impedir que os as possuem de estudar.
Onde estão as centenas de milhares de estudantes que estão sem aula? Presos em suas casas ou zanzando pelas ruas sem ter o que fazer?

Engraçado que, mesmo após 12 meses, não existe álcool em gel nqs escolas. Ao invés de cobrar os governantes pela disponibilidade de condições para se ter aulas presenciais, um defensor da educação só lembra de cobrar maiores salários, como se dinheiro desse em árvore. Enquanto milhares de crianças estão em casa tendo sua saúde mental destruída, a bonitona ta ai ganhando milhares de reais pagos pelos pais destes através de impostos para ser contra a educação. Chega a ser surreal chamar de inexpressivo a existência de dezenas de milhares de estudantes que poderiam estar estudando, pois suas escolas se prepararam para isso. Na verdade é egoísmo travestido de superioridade moral: devemos lutar para que todos alunos tenham condições melhores de serem educados ao invés de impedir que os as possuem de estudar. Onde estão as centenas de milhares de estudantes que estão sem aula? Presos em suas casas ou zanzando pelas ruas sem ter o que fazer?
Bruno em Sexta, 23 Abril 2021 07:46

É incrível como os argumentos contra são vagos, decepcionantes, cheios de ignorância, sem ciência, sem comprovação. Em resumo,estas pessoas querem aulas para deixarem seus filhos na "creche escola" e irem a praia, ao bar, boteco e aproveitar a vida. Para eles, não se retirou o direito à educação, tirou o direito deles e passear, pois a responsabilidade da criação é muito grande. Oras, muitos q defendem o retorno com morte dos profissionais, são os mesmos que defendem o homescholing. Parabéns, temos um bom e atual exemplo. O resto dos argumentos demonstram somente uma coisa: a hipocrisia egoísta de defenderem algo somente para ganho próprio. A luta pela educação vem desde a década de 80 e agora que este pessoal da idade média resolveu acordar?

É incrível como os argumentos contra são vagos, decepcionantes, cheios de ignorância, sem ciência, sem comprovação. Em resumo,estas pessoas querem aulas para deixarem seus filhos na "creche escola" e irem a praia, ao bar, boteco e aproveitar a vida. Para eles, não se retirou o direito à educação, tirou o direito deles e passear, pois a responsabilidade da criação é muito grande. Oras, muitos q defendem o retorno com morte dos profissionais, são os mesmos que defendem o homescholing. Parabéns, temos um bom e atual exemplo. O resto dos argumentos demonstram somente uma coisa: a hipocrisia egoísta de defenderem algo somente para ganho próprio. A luta pela educação vem desde a década de 80 e agora que este pessoal da idade média resolveu acordar?
Mãe de dois e profissional da educação em Sexta, 23 Abril 2021 10:05

Esse assunto é hiper complexo, pois não há possibilidade de discutí-lo, sem analisar as múltiplas variáveis que o influenciam... Mas, sem dúvida, precisamos valorizar a vida de todos!!
Nós, professores, sempre quisemos o status da essencialidade!! No entanto, nesse momento, essencial é assegurar a saúde coletiva!!
Vemos que as novas variantes do Covid 19 tem sido mais transmissíveis e letais... Como imaginar crianças e adolescentes cumprindo protocolos sanitários rigorosos como manter o distanciamento social e não compartilhar material escolar, lanche ou qualquer outro objeto.

Vocês pais estão dispostos à arriscar a vida de seus filhos e suas próprias vidas para que as crianças recebam um ensino presencial "mais qualitativo" ???

Esse assunto é hiper complexo, pois não há possibilidade de discutí-lo, sem analisar as múltiplas variáveis que o influenciam... Mas, sem dúvida, precisamos valorizar a vida de todos!! Nós, professores, sempre quisemos o status da essencialidade!! No entanto, nesse momento, essencial é assegurar a saúde coletiva!! Vemos que as novas variantes do Covid 19 tem sido mais transmissíveis e letais... Como imaginar crianças e adolescentes cumprindo protocolos sanitários rigorosos como manter o distanciamento social e não compartilhar material escolar, lanche ou qualquer outro objeto. Vocês pais estão dispostos à arriscar a vida de seus filhos e suas próprias vidas para que as crianças recebam um ensino presencial "mais qualitativo" ???
ARTHUR em Sexta, 23 Abril 2021 10:20

BRUNO, SE FOSSE PARA IR À PRAIA ESTARIA MUITO BOM!!!!
SÓ QUE NÃO, POIS, QUEREMOS E PRECISAMOS DO RETORNO PRESENCIAL, NÃO SÓ PELO DESENVOLVIMENTO INTETECTUAL, SOCIAL E CONGNITIVO, MAS TAMBÉM É PRECISO FRISAR QUE NÓS PAIS NECESSITAMOS DEIXAR NOSSOS FILHOS NA "CRECHE ESCOLA" PARA TRABALHAR E SUSTENTAR NOSSAS FAMILIAS E ESSE ESTADO GIGANTESCO ATRAVÉS DOS NOSSOS IMPOSTOS.

QUANTO A IR A PRAIA, AO BAR, BOTECO E APROVEITAR A VIDA, ESSE PARECE SER UM DIREITO APENAS DESSES VAGABUNDOS TRAVESTIDOS DE PROFESSORES QUE NÃO QUEREM TRABALHAR!!!!!

OS VERDADEIROS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO, AQUELES "VOCACIONADOS" COM CERTEZA NÃO PENSAM COMO VOCÊ "BRUNO", ESSES SE PREOCUPAM COM O FUTURO E O BEM ESTAR DE NOSSAS CRIANÇAS, NÃO APENAS EM FICAR FAZENDO POLITICAGEM E SE AUTO ROTULANDO DEFENSOR DA CIÊNCIA E ACUSANDO QUEM DISCORDA DE GENOCIDA. NÃO TEM PROBLEMA NÃO!!!!

QUANDO GALILEU GALILEI DEFENDEU QUE A TERRA GIRAVA EM TORNO DO SOL, FOI CONSIDERADO UM HERÉTICO, FORÇADO A REPUDIAR AS IDEIAS HELIOCÊNTRICAS E SENTENCIADO A PRISÃO DOMICILIAR, E SUA OBRA DIÁLOGO INCLUIDA PELO VATICANO NO ÍNDICE DE LIVROS PROIBIDOS.

ENTÃO PARE VOCÊ DE "hipocrisia egoísta de defenderem algo somente para ganho próprio", NEM VOCÊ, NEM ESSES SINDICALISTA OU POLITICOS TEM O DIREITO DE CERCEAR O DIREITO A EDUCAÇÃO A PRETESTO DE CIÊNCIA, POIS TEMOS MUITOS PROFISSIONAIS DE OUTRAS ÁREAS TRABALHANDO (SAÚDE, SEGURANÇA PÚBLICA, TRANSPORTE COLETIVO, ETC....)!!!!

E VIDA QUE SEGUE!!!!!

BRUNO, SE FOSSE PARA IR À PRAIA ESTARIA MUITO BOM!!!! SÓ QUE NÃO, POIS, QUEREMOS E PRECISAMOS DO RETORNO PRESENCIAL, NÃO SÓ PELO DESENVOLVIMENTO INTETECTUAL, SOCIAL E CONGNITIVO, MAS TAMBÉM É PRECISO FRISAR QUE NÓS PAIS NECESSITAMOS DEIXAR NOSSOS FILHOS NA "CRECHE ESCOLA" PARA TRABALHAR E SUSTENTAR NOSSAS FAMILIAS E ESSE ESTADO GIGANTESCO ATRAVÉS DOS NOSSOS IMPOSTOS. QUANTO A IR A PRAIA, AO BAR, BOTECO E APROVEITAR A VIDA, ESSE PARECE SER UM DIREITO APENAS DESSES VAGABUNDOS TRAVESTIDOS DE PROFESSORES QUE NÃO QUEREM TRABALHAR!!!!! OS VERDADEIROS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO, AQUELES "VOCACIONADOS" COM CERTEZA NÃO PENSAM COMO VOCÊ "BRUNO", ESSES SE PREOCUPAM COM O FUTURO E O BEM ESTAR DE NOSSAS CRIANÇAS, NÃO APENAS EM FICAR FAZENDO POLITICAGEM E SE AUTO ROTULANDO DEFENSOR DA CIÊNCIA E ACUSANDO QUEM DISCORDA DE GENOCIDA. NÃO TEM PROBLEMA NÃO!!!! QUANDO GALILEU GALILEI DEFENDEU QUE A TERRA GIRAVA EM TORNO DO SOL, FOI CONSIDERADO UM HERÉTICO, FORÇADO A REPUDIAR AS IDEIAS HELIOCÊNTRICAS E SENTENCIADO A PRISÃO DOMICILIAR, E SUA OBRA DIÁLOGO INCLUIDA PELO VATICANO NO ÍNDICE DE LIVROS PROIBIDOS. ENTÃO PARE VOCÊ DE "hipocrisia egoísta de defenderem algo somente para ganho próprio", NEM VOCÊ, NEM ESSES SINDICALISTA OU POLITICOS TEM O DIREITO DE CERCEAR O DIREITO A EDUCAÇÃO A PRETESTO DE CIÊNCIA, POIS TEMOS MUITOS PROFISSIONAIS DE OUTRAS ÁREAS TRABALHANDO (SAÚDE, SEGURANÇA PÚBLICA, TRANSPORTE COLETIVO, ETC....)!!!! E VIDA QUE SEGUE!!!!!
Dan Coutinho em Sexta, 23 Abril 2021 10:29

Minha cara coordenadora se atenha aos fatos. A educação é um serviço essencial como qualquer outro que importe significativamente assim como a saúde, a segurança... Dele dependemos para o futuro dos profissionais que adentram o mercado, para o futuro da alfabetização das nossas crianças, como formar médicos sem aulas presenciais? Enfermeiros? Exemplificando ai os profissionais mais essenciais nesse momento de pandemia...
Sejamos coerentes que os protocolos estão sendo seguidos e acredito que sua justificativa de que pais não aceitariam a priorização de vacinação de profissionais da educação é absurda e descabida. Se houvesse esse entendimento de início teríamos evitado o fechamento das escolas pois além dos professores estarem imunizados, haveria uma segurança maior às nossas crianças que não tem uma vacinação prevista pra tão cedo e se encontram no grupo de menor risco do virus. Mostrem os estudos que indicam que a propagação do vírus através das escolas representa esse alto risco. Um risco que não é observado na abertura e funcionamento dos supermercados por exemplo e tem autonomia de continuarem funcionando sem restrição ou dos shoppings, lojas de material de construção dentre outros. Ou mesmo nas longas filas de bancos, lotéricas, ...
E levemos em consideração que o próprio Governador não teve a menor cerimônia ao abrir o Estado para receber as variantes sendo o maior responsável pela precariedade na saúde que passamos hj. A educação particular é ainda mais bem cuidada nesse momento do que o ensino público. Tem criança sem aula remota, só entregando trabalhinho no ensino público. E ai é passada de ano pra continuar com sua dificuldade nos próximos anos. Depois não venham reclamar da posição do Brasil no PISA. Entendo perfeitamente que deveríamos valorizar mais nossa classe docente mas o esforço tem que ser de todos pra que possamos voltar a dar a educação que nossas crianças merecem.

Minha cara coordenadora se atenha aos fatos. A educação é um serviço essencial como qualquer outro que importe significativamente assim como a saúde, a segurança... Dele dependemos para o futuro dos profissionais que adentram o mercado, para o futuro da alfabetização das nossas crianças, como formar médicos sem aulas presenciais? Enfermeiros? Exemplificando ai os profissionais mais essenciais nesse momento de pandemia... Sejamos coerentes que os protocolos estão sendo seguidos e acredito que sua justificativa de que pais não aceitariam a priorização de vacinação de profissionais da educação é absurda e descabida. Se houvesse esse entendimento de início teríamos evitado o fechamento das escolas pois além dos professores estarem imunizados, haveria uma segurança maior às nossas crianças que não tem uma vacinação prevista pra tão cedo e se encontram no grupo de menor risco do virus. Mostrem os estudos que indicam que a propagação do vírus através das escolas representa esse alto risco. Um risco que não é observado na abertura e funcionamento dos supermercados por exemplo e tem autonomia de continuarem funcionando sem restrição ou dos shoppings, lojas de material de construção dentre outros. Ou mesmo nas longas filas de bancos, lotéricas, ... E levemos em consideração que o próprio Governador não teve a menor cerimônia ao abrir o Estado para receber as variantes sendo o maior responsável pela precariedade na saúde que passamos hj. A educação particular é ainda mais bem cuidada nesse momento do que o ensino público. Tem criança sem aula remota, só entregando trabalhinho no ensino público. E ai é passada de ano pra continuar com sua dificuldade nos próximos anos. Depois não venham reclamar da posição do Brasil no PISA. Entendo perfeitamente que deveríamos valorizar mais nossa classe docente mas o esforço tem que ser de todos pra que possamos voltar a dar a educação que nossas crianças merecem.
Bruno em Sexta, 23 Abril 2021 15:17

Caro ARTHUR, vamos aos seus argumentos. Primeiro: SE FOSSE PARA IR A PRAIA TAVA BOM. Este ir a praia se refere a você ou a mim? Pois se for a mim, fará um ano e 4 meses que não saio de casa para "brincar". Neste exato estou atendendo aos estudantes, inserindo os mesmos nas plataformas, planejando atividades, avaliando as atividades, fazendo vídeo chamada para retirar dúvida de estudante, etc. Portanto, seu argumento é raso, medíocre e sem um pingo de assertividade
Segundo: "QUANTO A IR A PRAIA, AO BAR, BOTECO E APROVEITAR A VIDA, ESSE PARECE SER UM DIREITO APENAS DESSES VAGABUNDOS TRAVESTIDOS DE PROFESSORES QUE NÃO QUEREM TRABALHAR!!!!!". Novamente, argumento raso. Pode até ter professores assim, é só vc ir lá e cobrar deles, pois a maioria esta em casa desenvolvendo a educação que vcs pais contra a educação não querem que se realize.
Terceiro: "ENTÃO PARE VOCÊ DE "hipocrisia egoísta de defenderem algo somente para ganho próprio", NEM VOCÊ, NEM ESSES SINDICALISTA OU POLITICOS TEM O DIREITO DE CERCEAR O DIREITO A EDUCAÇÃO A PRETESTO DE CIÊNCIA, POIS TEMOS MUITOS PROFISSIONAIS DE OUTRAS ÁREAS TRABALHANDO (SAÚDE, SEGURANÇA PÚBLICA, TRANSPORTE COLETIVO, ETC....)!!!!" Os profissionais que estão trabalhando tem por dever proteger a vida, que é o primeiro direito inalienável presente na constituição. Os outros direitos, dentre eles, o da educação são posteriores ao citado. Portanto, educação, transporte, liberdade e outros só ocorre com a garantia da vida do cidadão. Os médicos, enfermeiros e outros profissionais da saúde são formados por este sentido e desenvolvem sua profissão com dignidade, nada de paixonite. Paixão não paga salário! Quando vc fala em usar a ciência como pretexto, noto sua falta de conhecimento com o termo. A Ciência e seus fatos e experiências tem primeiramente a função de desvelar, descobrir, clarear. E é isto que ela tem feito, demonstrando que o retorno às aulas presenciais é mortal para profissionais, estudantes e familiares.
Quarto: "OS VERDADEIROS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO, AQUELES "VOCACIONADOS" COM CERTEZA NÃO PENSAM COMO VOCÊ "BRUNO", ESSES SE PREOCUPAM COM O....." Falácia que generaliza. Você não me conhece, não sabe do meu profissionalismo, nem tem ideia do papel e do trabalho do professor em escola pública e vomita generalizações. Não existe esta de verdadeiro profissionais, pois os "verdadeiros" que vc pensa devem pensar igual a vc então? O pensamento contrário então deve ser eliminado? OU será estes que tem a tal "vocação" são os profissionais que estão errados? EU penso nos estudantes, assim como nos seus familiares. Tenho TOTAL apoio dos familiares, entendo perfeitamente as condições que se encontram e conscientizo-os de que a VIDA é o bem mais importante. Educar nossas crianças deixe conosco, poderemos resgatar o conhecimento, não há tempo tardio para aprender, não é? E a vida, se ela for não tem retorno, não tem volta, não tem segunda chance!
Agora, me dê licença, pois os "VERDADEIROS FAMILIARES", aqueles que se preocupam VERDADEIRAMENTE com os PROFESSORES, PROFISSIONAIS e COM OS ESTUDANTES e estão na luta AJUDANDO da melhor forma, necessitam do meu atendimento!
Passar bem.....

Caro ARTHUR, vamos aos seus argumentos. Primeiro: SE FOSSE PARA IR A PRAIA TAVA BOM. Este ir a praia se refere a você ou a mim? Pois se for a mim, fará um ano e 4 meses que não saio de casa para "brincar". Neste exato estou atendendo aos estudantes, inserindo os mesmos nas plataformas, planejando atividades, avaliando as atividades, fazendo vídeo chamada para retirar dúvida de estudante, etc. Portanto, seu argumento é raso, medíocre e sem um pingo de assertividade Segundo: "QUANTO A IR A PRAIA, AO BAR, BOTECO E APROVEITAR A VIDA, ESSE PARECE SER UM DIREITO APENAS DESSES VAGABUNDOS TRAVESTIDOS DE PROFESSORES QUE NÃO QUEREM TRABALHAR!!!!!". Novamente, argumento raso. Pode até ter professores assim, é só vc ir lá e cobrar deles, pois a maioria esta em casa desenvolvendo a educação que vcs pais contra a educação não querem que se realize. Terceiro: "ENTÃO PARE VOCÊ DE "hipocrisia egoísta de defenderem algo somente para ganho próprio", NEM VOCÊ, NEM ESSES SINDICALISTA OU POLITICOS TEM O DIREITO DE CERCEAR O DIREITO A EDUCAÇÃO A PRETESTO DE CIÊNCIA, POIS TEMOS MUITOS PROFISSIONAIS DE OUTRAS ÁREAS TRABALHANDO (SAÚDE, SEGURANÇA PÚBLICA, TRANSPORTE COLETIVO, ETC....)!!!!" Os profissionais que estão trabalhando tem por dever proteger a vida, que é o primeiro direito inalienável presente na constituição. Os outros direitos, dentre eles, o da educação são posteriores ao citado. Portanto, educação, transporte, liberdade e outros só ocorre com a garantia da vida do cidadão. Os médicos, enfermeiros e outros profissionais da saúde são formados por este sentido e desenvolvem sua profissão com dignidade, nada de paixonite. Paixão não paga salário! Quando vc fala em usar a ciência como pretexto, noto sua falta de conhecimento com o termo. A Ciência e seus fatos e experiências tem primeiramente a função de desvelar, descobrir, clarear. E é isto que ela tem feito, demonstrando que o retorno às aulas presenciais é mortal para profissionais, estudantes e familiares. Quarto: "OS VERDADEIROS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO, AQUELES "VOCACIONADOS" COM CERTEZA NÃO PENSAM COMO VOCÊ "BRUNO", ESSES SE PREOCUPAM COM O....." Falácia que generaliza. Você não me conhece, não sabe do meu profissionalismo, nem tem ideia do papel e do trabalho do professor em escola pública e vomita generalizações. Não existe esta de verdadeiro profissionais, pois os "verdadeiros" que vc pensa devem pensar igual a vc então? O pensamento contrário então deve ser eliminado? OU será estes que tem a tal "vocação" são os profissionais que estão errados? EU penso nos estudantes, assim como nos seus familiares. Tenho TOTAL apoio dos familiares, entendo perfeitamente as condições que se encontram e conscientizo-os de que a VIDA é o bem mais importante. Educar nossas crianças deixe conosco, poderemos resgatar o conhecimento, não há tempo tardio para aprender, não é? E a vida, se ela for não tem retorno, não tem volta, não tem segunda chance! Agora, me dê licença, pois os "VERDADEIROS FAMILIARES", aqueles que se preocupam VERDADEIRAMENTE com os PROFESSORES, PROFISSIONAIS e COM OS ESTUDANTES e estão na luta AJUDANDO da melhor forma, necessitam do meu atendimento! Passar bem.....
ARTHUR em Sexta, 23 Abril 2021 20:52

CARÍSSIMO BRUNO, ACABEI DE CRER QUE VOCÊ NÃO PASSA DE SINDICALISTA "TRAVESTIDO DE PROFESSOR"!!!!

SÓ REPLIQUEI A SUA ACUSAÇÃO E FALTA DE RESPEITO COM OS PAIS QUE PRECISAM DE TRABALHAR E QUEREM FAZER VALER O DIREITO A EDUCAÇÃO DE SEUS FILHOS, QUANDO DEVOLVI A SUA IMPUTAÇÃO AOS PAIS QUE BRIGAM PELO RETORNO ÀS AULAS PRESENCIAIS, QUANDO VOCÊ DISSE QUE: "pessoas querem aulas para deixarem seus filhos na "creche escola" e irem a praia, ao bar, boteco e aproveitar a vida. Para eles, não se retirou o direito à educação, tirou o direito deles e passear, pois a responsabilidade da criação é muito grande."

É MUITO COMUM A VOCÊS SINDICALISTAS TRAVESTIDOS DE PROFESSORES TENTAREM ROTULAR QUALQUER UM QUE NÃO ESTEJA DE ACORDO COM AS SUAS BANDEIRAS, LOGO PARTEM PARA O ATAQUE E DE MANEIRA RASA ROTULAM AS PESSOAS.
NÃO É ATOA QUE O BRASIL PASSA VERGONHA TODOS OS ANOS NO PROGRAMA INTERNACIONAL DE AVALIAÇÃO DE ESTUDANTES (PISA), POIS COM ESSE TIPO DE PROFISSIONAL NÃO PODE SER DIFERENTE.

SAUDADES DOS PROFESSORES DA MINHA ÉPOCA!!!!
DE MAIS DE 30 ANOS ATRÁS, ESSES SEQUER ACEITAVAM FAZER "GREVE".
ESSES FELIZMENTE DEIXARAM SAUDADES, VOCÊS A HISTÓRIA DIRÁ!!!

BRUNO PARE DE ATACAR DE MANEIRA VIL PAIS QUE ZELAM PELO FUTURO DE SEUS FILHOS, COMO DISSE, SE FOSSE PARA IR A PRAIA TAVA BOM, MAS PRECISO DE TRABALHAR PARA BANCAR, COM MEUS IMPOSTOS, OS SÁLARIOS DESSA CAMBADA, QUE HÁ MAIS DE UM ANO NÃO TRABALHA, COM RARAS EXCEÇÕES, !!!!

DETALHE, PELA SUA FALA PERCEBE-SE QUE VOCÊ NÃO AMA O QUE FAZ, TAMPOUCO SEUS ALUNOS, POIS, DA FORMA COMO SE REFERE AOS PAIS DE SEUS ALUNOS:
"Para eles, não se retirou o direito à educação, tirou o direito deles e passear, pois a responsabilidade da criação é muito grande".

PAIS QUE ESTÃO COBRANDO O RETORNO ÀS AULAS PRESENCIAIS SÃO JUSTAMENTE AQUELES QUE TEM RESPONSABILIDADE PELA CRIAÇÃO DE SEUS FILHOS E COMPROMISSO DE FORMAR CIDADÃOS HONESTOS E TRABALHADORES, PARA QUEM SABE UM DIA, TORNAR ESSE PAÍS MELHOR!!!

PAIS DE CRIANÇAS HUMILDES PRECISAM DE FORMAR LOGO SEUS FILHOS PARA QUE POSSAM TRABALHAR E AJUDAR NO SUSTENTO DA FAMÍLIA, DIFERENTE DAS CLASSES ABASTADAS QUE PODEM SIM RECUPERAR UM ANO OU DOIS.

O PREJUÍZO DOS MAIS VUNERÁVEIS "POBRES" É IRREPARÁVEL!!!

ESSA PIRRAÇA E POLITICAGEM DE ALGUNS PROFESSORES VAI LEVAR MUITAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES AO ABANDONO DOS ESTUDOS, CAUSANDO UM PREJUIZO IRREPARÁVEL PARA O PAÍS E A SOCIEDADE EM GERAL, CONFORME ALERTADO REITERADAMENTE POR VÁRIOS MÉDICOS PEDIATRAS, DENTRE OUTROS ESPECIALISTAS.

BOA NOITE!!!!

PASSAR MUITO BEM!!!!!

CARÍSSIMO BRUNO, ACABEI DE CRER QUE VOCÊ NÃO PASSA DE SINDICALISTA "TRAVESTIDO DE PROFESSOR"!!!! SÓ REPLIQUEI A SUA ACUSAÇÃO E FALTA DE RESPEITO COM OS PAIS QUE PRECISAM DE TRABALHAR E QUEREM FAZER VALER O DIREITO A EDUCAÇÃO DE SEUS FILHOS, QUANDO DEVOLVI A SUA IMPUTAÇÃO AOS PAIS QUE BRIGAM PELO RETORNO ÀS AULAS PRESENCIAIS, QUANDO VOCÊ DISSE QUE: "pessoas querem aulas para deixarem seus filhos na "creche escola" e irem a praia, ao bar, boteco e aproveitar a vida. Para eles, não se retirou o direito à educação, tirou o direito deles e passear, pois a responsabilidade da criação é muito grande." É MUITO COMUM A VOCÊS SINDICALISTAS TRAVESTIDOS DE PROFESSORES TENTAREM ROTULAR QUALQUER UM QUE NÃO ESTEJA DE ACORDO COM AS SUAS BANDEIRAS, LOGO PARTEM PARA O ATAQUE E DE MANEIRA RASA ROTULAM AS PESSOAS. NÃO É ATOA QUE O BRASIL PASSA VERGONHA TODOS OS ANOS NO PROGRAMA INTERNACIONAL DE AVALIAÇÃO DE ESTUDANTES (PISA), POIS COM ESSE TIPO DE PROFISSIONAL NÃO PODE SER DIFERENTE. SAUDADES DOS PROFESSORES DA MINHA ÉPOCA!!!! DE MAIS DE 30 ANOS ATRÁS, ESSES SEQUER ACEITAVAM FAZER "GREVE". ESSES FELIZMENTE DEIXARAM SAUDADES, VOCÊS A HISTÓRIA DIRÁ!!! BRUNO PARE DE ATACAR DE MANEIRA VIL PAIS QUE ZELAM PELO FUTURO DE SEUS FILHOS, COMO DISSE, SE FOSSE PARA IR A PRAIA TAVA BOM, MAS PRECISO DE TRABALHAR PARA BANCAR, COM MEUS IMPOSTOS, OS SÁLARIOS DESSA CAMBADA, QUE HÁ MAIS DE UM ANO NÃO TRABALHA, COM RARAS EXCEÇÕES, !!!! DETALHE, PELA SUA FALA PERCEBE-SE QUE VOCÊ NÃO AMA O QUE FAZ, TAMPOUCO SEUS ALUNOS, POIS, DA FORMA COMO SE REFERE AOS PAIS DE SEUS ALUNOS: "Para eles, não se retirou o direito à educação, tirou o direito deles e passear, pois a responsabilidade da criação é muito grande". PAIS QUE ESTÃO COBRANDO O RETORNO ÀS AULAS PRESENCIAIS SÃO JUSTAMENTE AQUELES QUE TEM RESPONSABILIDADE PELA CRIAÇÃO DE SEUS FILHOS E COMPROMISSO DE FORMAR CIDADÃOS HONESTOS E TRABALHADORES, PARA QUEM SABE UM DIA, TORNAR ESSE PAÍS MELHOR!!! PAIS DE CRIANÇAS HUMILDES PRECISAM DE FORMAR LOGO SEUS FILHOS PARA QUE POSSAM TRABALHAR E AJUDAR NO SUSTENTO DA FAMÍLIA, DIFERENTE DAS CLASSES ABASTADAS QUE PODEM SIM RECUPERAR UM ANO OU DOIS. O PREJUÍZO DOS MAIS VUNERÁVEIS "POBRES" É IRREPARÁVEL!!! ESSA PIRRAÇA E POLITICAGEM DE ALGUNS PROFESSORES VAI LEVAR MUITAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES AO ABANDONO DOS ESTUDOS, CAUSANDO UM PREJUIZO IRREPARÁVEL PARA O PAÍS E A SOCIEDADE EM GERAL, CONFORME ALERTADO REITERADAMENTE POR VÁRIOS MÉDICOS PEDIATRAS, DENTRE OUTROS ESPECIALISTAS. BOA NOITE!!!! PASSAR MUITO BEM!!!!!
Bruno em Sábado, 24 Abril 2021 16:53

Caro Arthur, pare de desejar a morte de professores. Além disso sua birra nfantil não fará efeito nenhum pois contrasta com seu egoísmo. Se fizesse mesmo questão da educação, o que fez pela melhoria dela anteriormente? Em resumo suas colocações são embasadas em falácias, generalizações, inverdades e total falta de respeito para com os profissionais da educação. Não paramos na pandemia, continuamos a trabalhar para estas mesmas famílias "pobres" que vc insiste em citar.
Fuiz

Caro Arthur, pare de desejar a morte de professores. Além disso sua birra nfantil não fará efeito nenhum pois contrasta com seu egoísmo. Se fizesse mesmo questão da educação, o que fez pela melhoria dela anteriormente? Em resumo suas colocações são embasadas em falácias, generalizações, inverdades e total falta de respeito para com os profissionais da educação. Não paramos na pandemia, continuamos a trabalhar para estas mesmas famílias "pobres" que vc insiste em citar. Fuiz
Bruno em Sábado, 24 Abril 2021 17:17

Além disso caro Arthur, seu discurso desrespeita os profissionais que estão trabalhando mesmo neste momento de pandemia e sabemos das dificuldades de nossos estudantes. Para de alardear que ALGUNS professores irão levar ao abandono dos estudos, pois esta é uma das tarefas também dos familiares em comum acordo à constituição no Art. 5°. Sobre os pais que vc continuar a "tagarelar", repito a mesma forma que vc se dispôs a utilizar: ESSA PIRRAÇA E POLITICAGEM DE ALGUNS "FAMILIARES" VAI LEVAR MUITO(A)S PPROFESSORESÀ MORTE, CAUSANDO UM PREJUÍZO IRREPARÁVEL PARA O PAÍS E A SOCIDADE. Se vc não valoriza o professor, não valoriza a educação!

Além disso caro Arthur, seu discurso desrespeita os profissionais que estão trabalhando mesmo neste momento de pandemia e sabemos das dificuldades de nossos estudantes. Para de alardear que ALGUNS professores irão levar ao abandono dos estudos, pois esta é uma das tarefas também dos familiares em comum acordo à constituição no Art. 5°. Sobre os pais que vc continuar a "tagarelar", repito a mesma forma que vc se dispôs a utilizar: ESSA PIRRAÇA E POLITICAGEM DE ALGUNS "FAMILIARES" VAI LEVAR MUITO(A)S PPROFESSORESÀ MORTE, CAUSANDO UM PREJUÍZO IRREPARÁVEL PARA O PAÍS E A SOCIDADE. Se vc não valoriza o professor, não valoriza a educação!
Bruno em Sábado, 24 Abril 2021 17:21

Continuando: SÓ REPLIQUEI A SUA ACUSAÇÃO E FALTA DE RESPEITO COM OS PAIS QUE PRECISAM DE TRABALHAR E QUEREM FAZER VALER O DIREITO A EDUCAÇÃO DE SEUS FILHOS, QUANDO DEVOLVI A SUA IMPUTAÇÃO AOS PAIS QUE BRIGAM PELO RETORNO ÀS AULAS PRESENCIAIS, QUANDO VOCÊ DISSE QUE: "pessoas querem aulas para deixarem seus filhos na "creche escola" e irem a praia, ao bar, boteco e aproveitar a vida. Para eles, não se retirou o direito à educação, tirou o direito deles e passear, pois a responsabilidade da criação é muito grande."
Veja como sua colocação é generalista. colocou todos os professores no mesmo saco. Claro que existem pais que só querem o retorno para vangloriar seu próprio egoísmo, ou vc acha que todos os familiares que querem o retorno das aulas pensam na educação do(a)s filho(s)? HEAUEAHUHUEAHUAEHUEAH
Depois dessa finalizo por aqui concordando com todos os fatos apontados pela Doutora da Ufes que faz um excelente trabalho frente a ignorância, a falta de ética e o negacionismo de DETERMINADAS pessoas.

Continuando: SÓ REPLIQUEI A SUA ACUSAÇÃO E FALTA DE RESPEITO COM OS PAIS QUE PRECISAM DE TRABALHAR E QUEREM FAZER VALER O DIREITO A EDUCAÇÃO DE SEUS FILHOS, QUANDO DEVOLVI A SUA IMPUTAÇÃO AOS PAIS QUE BRIGAM PELO RETORNO ÀS AULAS PRESENCIAIS, QUANDO VOCÊ DISSE QUE: "pessoas querem aulas para deixarem seus filhos na "creche escola" e irem a praia, ao bar, boteco e aproveitar a vida. Para eles, não se retirou o direito à educação, tirou o direito deles e passear, pois a responsabilidade da criação é muito grande." Veja como sua colocação é generalista. colocou todos os professores no mesmo saco. Claro que existem pais que só querem o retorno para vangloriar seu próprio egoísmo, ou vc acha que todos os familiares que querem o retorno das aulas pensam na educação do(a)s filho(s)? HEAUEAHUHUEAHUAEHUEAH Depois dessa finalizo por aqui concordando com todos os fatos apontados pela Doutora da Ufes que faz um excelente trabalho frente a ignorância, a falta de ética e o negacionismo de DETERMINADAS pessoas.
Bruno em Sábado, 24 Abril 2021 18:46
Esta é a realidade: https://revistacrescer.globo.com/Criancas/Saude/noticia/2021/04/covid-longa-destruiu-saude-dos-meus-filhos-mas-ainda-nao-consigo-fazer-com-que-eles-sejam-dispensados-da-escola-relata-mae-de-5.html
ARTHUR em Domingo, 25 Abril 2021 13:39

CARÍSSIMO BRUNO, PREFIRO FICAR COM A OPINÃO DO DOUTOR JORGE KALIU FILHO (pesquisador brasileiro, titular da Academia Brasileira de Ciências na área de Ciências Biomédicas desde 1997. É professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e diretor do laboratório de imunologia do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas.).

ESSE SIM, RESPEITADO E COM HISTÓRICO DE BONS SERVIÇOS PRESTADOS A SAÚDE DO PAÍS. QUANTO A ESSA DOUTORA DA UFES QUE VOCÊ SE REFERE: UMA AVENTUREIRA "MILITANTE", NUNCA HAVIA ESCUTADO NADA SOBRE ELA ATÉ COMEÇAR A FAZER ATIVISMO POLITICO TRAVESTIDO DE CIÊNCIA.

PREFIRO FICAR COM A SOBRIEDADE E ISENÇÃO E TECNICIDADE DE PENSAMENTO DO DOUTOR JORGE KALIL, ESSE SIM DESPIDO DE POLITICAGEM E PARTIDARISMO.

NÃO SOU DE ME DEIXAR LEVAR POR OPINÕES RASAS , TAMPOUCO FAÇO QUESTÃO DE SER POLICITAMENTE CORRETO, SOU DONO DAS MINHAS OPINIÕES, NÃO PRECISO DIALOGAR PARA PLATEIA CATIVA E ADESTRADA.

SUGIRO QUE VOCÊ ASSITA A ENTREVISTA DO DOUTOR JORGE KALIL AO PROGRAMA DA JOVEM PAN, DIRETO AO PONTO DO DIA 22/02/2021. TALVEZ VOCÊ CONSIGA SAIR DO QUADRADO "DESDE QUE VOCÊ QUEIRA, OU POSSA".

BRUNO NÃO SEI ATÉ ONDE VOCÊ ESTEJA DESCOMPROMISSADO E AUTORIZADO A EXERCER O SEU LIVRE PENSAMENTO E DIREITO DE ESCOLHA.

PASSAR BEM!!!!!

CARÍSSIMO BRUNO, PREFIRO FICAR COM A OPINÃO DO DOUTOR JORGE KALIU FILHO (pesquisador brasileiro, titular da Academia Brasileira de Ciências na área de Ciências Biomédicas desde 1997. É professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e diretor do laboratório de imunologia do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas.). ESSE SIM, RESPEITADO E COM HISTÓRICO DE BONS SERVIÇOS PRESTADOS A SAÚDE DO PAÍS. QUANTO A ESSA DOUTORA DA UFES QUE VOCÊ SE REFERE: UMA AVENTUREIRA "MILITANTE", NUNCA HAVIA ESCUTADO NADA SOBRE ELA ATÉ COMEÇAR A FAZER ATIVISMO POLITICO TRAVESTIDO DE CIÊNCIA. PREFIRO FICAR COM A SOBRIEDADE E ISENÇÃO E TECNICIDADE DE PENSAMENTO DO DOUTOR JORGE KALIL, ESSE SIM DESPIDO DE POLITICAGEM E PARTIDARISMO. NÃO SOU DE ME DEIXAR LEVAR POR OPINÕES RASAS , TAMPOUCO FAÇO QUESTÃO DE SER POLICITAMENTE CORRETO, SOU DONO DAS MINHAS OPINIÕES, NÃO PRECISO DIALOGAR PARA PLATEIA CATIVA E ADESTRADA. SUGIRO QUE VOCÊ ASSITA A ENTREVISTA DO DOUTOR JORGE KALIL AO PROGRAMA DA JOVEM PAN, DIRETO AO PONTO DO DIA 22/02/2021. TALVEZ VOCÊ CONSIGA SAIR DO QUADRADO "DESDE QUE VOCÊ QUEIRA, OU POSSA". BRUNO NÃO SEI ATÉ ONDE VOCÊ ESTEJA DESCOMPROMISSADO E AUTORIZADO A EXERCER O SEU LIVRE PENSAMENTO E DIREITO DE ESCOLHA. PASSAR BEM!!!!!
Bruno em Domingo, 25 Abril 2021 18:30

Caro Arthur, por estas últimas falas suas compreendi perfeitamente. Não precisa mais dizer nada, já entendi sua base ideológica. Não tinha notado ainda.... mas agora sim!
Continuo contra o seu negacionismo e obscuridade, mas o certo é o certo. Fui

Caro Arthur, por estas últimas falas suas compreendi perfeitamente. Não precisa mais dizer nada, já entendi sua base ideológica. Não tinha notado ainda.... mas agora sim! Continuo contra o seu negacionismo e obscuridade, mas o certo é o certo. Fui
Cristiane em Segunda, 17 Mai 2021 14:18

Gente, tudo muito confuso. Eu sei que a escola até antes da pandemia era utilizada não apenas para o desenvolvimento intelectual e social dos alunos, na escola os pais deixam os filhos num ambiente seguro para trabalhar e fazer outras coisas importantes até para a vida da família. Sei também que para algumas crianças a escola é onde ela se alimenta, toma banho e fica longe de um ambiente hostil e ruim para ela. Mas "segurar" essa barra não é função da escola. A escola vivia absorvendo problemas sociais, que extrapolam a esfera técnica de seus trabalhadores! Agora com pandemia não pode mais fazer isso, por motivos óbvios, e a culpa é do seu trabalhador?! A escola é essencial em outros aspectos, não para a pronta manutenção da vida! Pessoal tá reclamando com quem não pode resolver o problema! Vacina pra todos, respeito às normas sanitárias como distanciamento e uso de máscara, esse tinha de ser o mantra, e não ficar acusado o professor de vagabundo!

Gente, tudo muito confuso. Eu sei que a escola até antes da pandemia era utilizada não apenas para o desenvolvimento intelectual e social dos alunos, na escola os pais deixam os filhos num ambiente seguro para trabalhar e fazer outras coisas importantes até para a vida da família. Sei também que para algumas crianças a escola é onde ela se alimenta, toma banho e fica longe de um ambiente hostil e ruim para ela. Mas "segurar" essa barra não é função da escola. A escola vivia absorvendo problemas sociais, que extrapolam a esfera técnica de seus trabalhadores! Agora com pandemia não pode mais fazer isso, por motivos óbvios, e a culpa é do seu trabalhador?! A escola é essencial em outros aspectos, não para a pronta manutenção da vida! Pessoal tá reclamando com quem não pode resolver o problema! Vacina pra todos, respeito às normas sanitárias como distanciamento e uso de máscara, esse tinha de ser o mantra, e não ficar acusado o professor de vagabundo!
Visitante
Quinta, 05 Agosto 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/