Dólar Comercial: R$ 5,02 • Euro: R$ 6,11
Quinta, 21 Janeiro 2021

Famílias reivindicam projeto social no Colégio Marista de Colatina

Famílias reivindicam projeto social no Colégio Marista de Colatina

Em caminhada pelas ruas de Colatina (noroeste do Estado) nesta quinta-feira (20), alunos da Escola Marista São Marcelino Champagnat e seus familiares realizaram uma segunda manifestação pública em protesto contra o fechamento da escola, anunciado para o dia 31 de dezembro deste ano.



A notícia foi dada nessa quarta-feira aos pais e mães dos estudantes, por meio de uma carta assinada por Ataíde José de Lima, diretor-presidente da União Brasileira de Educação e Ensino (UBEE), entidade responsável pela manutenção e gestão da unidade, que funciona, no período vespertino, nas dependências do Colégio Marista de Colatina.



“Diante de uma reorganização no atendimento social da mantenedora União Brasileira de Educação e Ensino (UBEE), precisamos realizar consideráveis adequações para continuar a praticar gratuidades no campo da educação”, diz o diretor-presidente. A decisão, prossegue, “é fruto da responsabilidade administrativa e da necessidade de adequação ao Marco Regulatório das Instituições Beneficentes de Assistência Social”.



A São Marcelino atende atualmente a 546 alunos, segundo informa Eliane de Fatima Inácio, uma das mães de alunos a compor a comissão de pais, que vem organizando os atos de protesto e reivindicando diálogo junto à UBEE. “Não é a direção da escola que pode dar resposta, tem que ser alguém da Província, mas não abriram diálogo com a gente”, diz.



A escola, explica Eliane, que é mãe de dois alunos, é um projeto social que funciona há mais de 20 anos na cidade, oferecendo educação totalmente gratuita, incluindo uniformes e materiais escolares. “São histórias de vida muito bonitas, de milhares de pessoas. Até o procurador do Município, Júnior Zaché, estudou lá quando criança. Ontem [quarta], no nosso ato, o clima era de muita tristeza. Parecia que estávamos num velório”, comentou.



A comissão também solicita uma reunião com o governador Paulo Hartung e com os candidatos a governador, para que “sinalizem uma luz no fim do túnel”.



Em nota publicada no site da Prefeitura de Colatina, o prefeito Sergio Meneguelli (MDB) esclareceu que a antiga parceria entre o município e a Instituição Marista foi encerrada em 2013, a pedido do Marista, não havendo qualquer ação da prefeitura na decisão de fechamento da escola. E garantiu que “nenhuma destas 540 crianças e adolescentes ficarão sem a garantia de sua matrícula escolar em nossas escolas”.

Veja mais notícias sobre Educação.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 21 Janeiro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection