Dólar Comercial: R$ 5,76 • Euro: R$ 6,79
Sábado, 10 Abril 2021

Professores protestam contra redução de carga horária no ensino médio e fundamental

manifestacao_sociologia_filosofia_CreditosDivulgacao Divulgação

O Fórum dos Professores de Filosofia e Sociologia do Espírito Santo (FOPFS-ES) realizou uma manifestação em frente à Secretaria Estadual de Educação (Sedu), na tarde desta segunda-feira (28), contra a redução da carga horária das disciplinas de Sociologia, Filosofia, Arte e Educação Física no Ensino Médio, além de História e Geografia no Ensino Fundamental. O grupo foi recebido por representantes da secretaria, mas também protocolou um documento solicitando reunião com o secretário Vitor de Angelo. 

Professores na manifestação em frente à Sedu. Foto: Divulgação

A redução foi anunciada pela Secretaria Estadual de Educação (Sedu), na Portaria 150-R, divulgada em 11 de dezembro. A mudança passa a vigorar a partir do ano letivo de 2021. De acordo com o integrante do FOPF-ES e do Coletivo Educação pela Base, Antônio Barbosa, os representantes da Sedu falaram que não tinham como responder pela secretaria, mas que o ofício seria respondido "assim que possível". No documento protocolado pelos manifestantes, eles destacam que a Resolução 5666/2020, do Conselho Estadual de Educação, prevê consulta popular em caso de mudança na organização curricular.

As mudanças na organização curricular têm base na Reforma do Ensino Médio, aprovada em 2017, no Governo Temer (MDB). As gestões estaduais, porém, têm autonomia para fazer adequações, e não houve diálogo com a comunidade escolar para a tomada de decisão, como critica Antônio. "Entendemos que a mudança foi feita no contexto da Reforma do Ensino Médio, mas é preciso fazer mediação com a comunidade escolar e a comunidade científica", afirma.

Para o integrante do Fórum, as disciplinas de Sociologia e Filosofia são importantes para a formação integral, humana e cidadã, auxiliando também para que os alunos tenham bom desempenho na redação, principalmente os do terceiro ano. "Aula de redação ensina a estruturar texto, mas a argumentação é trabalhada em disciplinas como as de Sociologia e Filosofia, além de serem base para diversos cursos superiores não somente da área de humanas", aponta

Antônio também fez críticas ao Censo Sorológico, divulgado nesta segunda-feira (28). De acordo com ele, o secretário Vitor de Ângelo afirmou que o Censo iria ser feito em 100% dos professores antes da retomada das aulas presenciais. Entretanto, foi realizado entre outubro e dezembro, não atingindo a totalidade dos trabalhadores da educação.

Além da manifestação, o Fórum dos Professores de Filosofia e Sociologia do Espírito Santo divulga um abaixo-assinado contra a redução da carga horária das disciplinas.

Veja mais notícias sobre Educação.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 10 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection