Quarta, 12 Junho 2024

Eleições no Tribunal Justiça e na OAB movimentam a classe de advogados

rizk_erica_leonardo_sa Leonardo Sá

A escolha de um advogado para ocupar a vaga do desembargador Annibal Resende Lima, aposentado compulsoriamente aos 75 anos do Tribunal de Justiça (TJES), em abril passado, e do futuro presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-ES) movimentam os cerca de 40 mil advogados atuantes no Espírito Santo, em campanhas eleitorais acirradas. Na seccional, o atual presidente, José Carlos Rizk Filho, tenta um terceiro mandato e enfrenta opositores influentes na categoria, em articulações que passam, sem nenhuma ligação direta, pela escolha do novo desembargador.

Isso porque, no entendimento de advogados, a escolha dos 12 nomes para a vaga de desembargador é feita a partir de grupos que já estão sendo formados visando as duas eleições. A primeira, que deve ser anunciada até junho, movimenta a classe de todo o Estado. Já a campanha eleitoral que vai decidir o futuro da OAB-ES, acontece em novembro, mas a movimentação atinge os mais de 18 mil profissionais aptos a votar.

O atual presidente, José Carlos Rizk Filho, depois de anunciar que não disputaria um terceiro mandato, mudou de posição e se encontra em campanha aberta, diferentemente de suas afirmações em rede social: "Nós entendemos que a alternância de poder é algo extremamente salutar e faz parte da boa democracia". Chegou a acrescentar, ainda, que "o compromisso do nosso grupo é praticar apenas uma reeleição, na medida em que entendemos que é tempo suficiente para as mudanças que nós almejamos". 

Em Vila Velha, rachou o grupo político que ajudou Rizk na sua eleição e reeleição, e que há muitos anos está à frente da subseção. De um lado, o pré-candidato Marcus Felipe Botelho Pereira, que se lançou em 2023 anunciando publicamente, por um vídeo, sua saída da base de apoio de atual presidente, sendo ele um dos fundadores do "Grupo de Vila Velha" e responsável pela indicação do atual presidente da subseção, José Antônio Neffa Junior, que também é candidato.

Outro candidato considerado forte é o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Espírito Santo (Caaes), Ben Hur Farina. Na OAB-ES, já foi secretário-geral, conselheiro titular, ouvidor-geral e presidente da Comissão Estadual de Direitos e Prerrogativas e é membro do Sindicato dos Advogados do Espírito Santo. Farina também tem apostado muito no episódio que relatou humilhação por ter sido barrado por Rizk em uma festa da OAB em 2023.

De outro lado, está a única mulher concorrente, a advogada Erica Neves, que disputou com Rizk Filho em 2021. Do último pleito até agora, ela acrescentou ao seu grupo apoiadores importantes na Grande Vitória e no interior do Estado. Ela tem o apoio público de Kelly Andrade, que lidera a subseção de Cariacica, e em eventos na subseção de Serra, o presidente Italo Scaramussa também manifesta apoio.

Veja mais notícias sobre Justiça.

Veja também:

 

Comentários: 1

Thiago em Sábado, 04 Mai 2024 23:34

Rizk o melhor

Rizk o melhor
Visitante
Quinta, 13 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/