Segunda, 18 Outubro 2021

'Turismo predatório' destrói a beleza e bucolismo que atraem visitantes

turismo_predatorio_praia_do_saue_carros_foto_do_leitor Foto Leitor

Carros estacionados sobre a vegetação natural, necessidades fisiológicas feitas sobre a restinga e o manguezal, despejo de muito lixo por toda a praia, som alto, e depredação de áreas de recuperação e de placas de sensibilização feitas pelos moradores. Os finais de semana são momentos de tensão e desrespeito contra a natureza e o sossego dos moradores da Praia do Sauê, em Aracruz, norte do Estado.

Foto Leitor

O relato vem de uma moradora que pediu para não se identificar, e que compartilha fotos do trabalho de recuperação da restinga da praia e das placas educativas já instaladas e, infelizmente, arrancadas por vândalos pouco depois, bem como da invasão de carros sobre a vegetação, até mesmo em áreas protegidas com tocos de madeira, retirados para expandir artificialmente a área de estacionamento clandestino. "Nós fizemos um plantio de restinga com as crianças recentemente e, pouco depois, tiraram todas as plantas", lamenta. 

O bucolismo e as belezas naturais que atraem um número cada vez maior de turistas à região são agredidos pelos mesmos visitantes. "Temos desrespeito constantemente. Aqui não tem infraestrutura para receber essa quantidade de frequentadores: grupos de Kombi e Motorhome se instalam aqui, ficam até cinco, seis dias, sem nenhuma infraestrutura. Outros fazem churrasco dentro do manguezal, lixo é imensurável. Alguns moradores é que fazem as coletas de plástico e garrafas de vidro. Invadem a restinga com fogueiras e barracas. Terra de ninguém", relata.

Foto Leitor

Segundo a moradora e protetora da praia, já foram feitos pedidos à prefeitura para que atue na orientação e fiscalização, no sentido de coibir o lixo e o fogo que é ateado na restinga e no manguezal, e para construir banheiros sanitários públicos. "Era para ter um impedimento no acesso ao manguezal. Aqui acontece muitos absurdos", ressalta, alertando que as agressões ao manguezal têm provocado alagamento das ruas próximas à praia em época de chuva.

Foto Leitor

A denúncia feita a Século Diário cita ainda o pedido apenas parcialmente atendido, de retirada das castanheiras que "matam a restinga". "Aqui precisamos implorar por atendimento pela prefeitura e suas secretarias", critica.

Em nota, a Secretaria de Meio Ambiente (Semam) informou que "está adquirindo os materiais e elaborando o planejamento para a ação de proteção das restingas em todas as praias de Aracruz, que será executado até o próximo verão".

Afirmou, ainda, que "as equipes de fiscalização estão atuando em todo município com objetivo de coibir estas infrações" e orientou a população que, sobre o som alto, façam denúncias para que as equipes possam ser acionadas.

Sobre a retirada do lixo, disse que a Secretaria de Transporte e Serviços Urbanos que uma limpeza no Sauê foi finalizada nesta segunda-feira (27), havendo "um cronograma da limpeza pública em todo município".

Multas de 175 mil

Na última quinta-feira (23), a Semam multou em R$ 175 mil um empreendimento localizado na Praia do Sauê, a Pousada dos Cocais, por ter desmatado uma área de restinga localizada dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) Costa das Algas, a partir de denúncia dos moradores.

O caso está sob análise do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), gestor da APA, que estuda a possibilidade de também autuar os proprietários da pousada.

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários: 3

Fabiola em Terça, 28 Setembro 2021 10:20

Olá por favor retire a foto do meu filho pois não foi autorizado e não sou a favor da retirada das castenheiras se não vou na prefeitura abrir um processo dês de já obrigada.

Olá por favor retire a foto do meu filho pois não foi autorizado e não sou a favor da retirada das castenheiras se não vou na prefeitura abrir um processo dês de já obrigada.
Ana em Terça, 28 Setembro 2021 12:40

Olá, essas fotos foram cedidas pelo Sr que cuida dos meninos do Surf, e quanto as castanheiras não é caso de ser contra ou a favor, estão mortas e os grandes galhos estão caindo, e é um risco eminente de acidente, particularmente foi pedido poda das castanheiras.
Quanto aos meninos, não foram identificados, seja como for, vou solicitar que coloquem o grupo todo,ou nenhum, e vou pedir para tirar o mérito dos meninos do grupo de surf.

Olá, essas fotos foram cedidas pelo Sr que cuida dos meninos do Surf, e quanto as castanheiras não é caso de ser contra ou a favor, estão mortas e os grandes galhos estão caindo, e é um risco eminente de acidente, particularmente foi pedido poda das castanheiras. Quanto aos meninos, não foram identificados, seja como for, vou solicitar que coloquem o grupo todo,ou nenhum, e vou pedir para tirar o mérito dos meninos do grupo de surf.
Fabiola em Terça, 28 Setembro 2021 15:14

Ele não autorizou pq ele e meu marido e nos nunca autorizamos para posta fotos deles com esse tipo de publicação. Obrigada por tirar

Ele não autorizou pq ele e meu marido e nos nunca autorizamos para posta fotos deles com esse tipo de publicação. Obrigada por tirar
Visitante
Segunda, 18 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/