Dólar Comercial: R$ 5,76 • Euro: R$ 6,79
Sábado, 10 Abril 2021

Centro Acadêmico da Ufes protocola pedido de impeachment contra Bolsonaro

estudantes_direito_impeachmeant_foto Divulgação

O Centro Acadêmico de Direito Roberto Lyra Filho (CARLF), que representa os estudantes de Direto da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), protocolou nessa quarta-feira (31) um pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), como parte de uma ação coletiva de entidades estudantis de todo Brasil, coordenada pela Federação Nacional de Estudantes de Direito (Fened), que incluiu a exibição de cartazes em frente ao Congresso Nacional e ao Palácio da Alvorada.

Divulgação
"Através da ação, os estudantes do curso de Direito do país atendem mais uma vez ao seu papel social na luta por direitos em defesa do povo e da democracia, posicionando-se de forma unificada no sentido da existência de ampla base jurídica para o impeachment, principalmente no que toca à condução da pandemia, com um verdadeiro aliado do vírus na Presidência da República. É momento de união de forças entre todos os defensores da ordem democrática", disse em nota o CARLF. Ao todo foram cerca de 40 pedidos protocolados na mesma data.

O documento do Centro Acadêmico da Ufes é assinado por Iury Fernandes, como representante da entidade, e pelo advogado Fhelipe de Sousa Amorim. "Dentro dessa conjuntura de mobilização, a gente acredita que o impeachment seria simbólico se acontecesse neste momento. Diante dos diversos pedidos protocolados, entendemos não como solução, mas como começo da solução do problema, que não é só Bolsonaro, mas o bolsonarismo. Como ele é o presidente que comanda essas políticas, no momento o mais urgente seria sua saída", diz Iury Fernandes, que é coordenador-geral do CARLF.

Ele considera simbólico também a data escolhida para o protocolo dos pedidos, na véspera do golpe que implantou a ditadura militar em 1964, sendo que o governo e seus apoiadores celebram o 31 de março.

O pedido de impeachment do CARLF é aberto com frases de três médicos: Margareth Dalcolmo, Miguel Nicoelis e Dráuzio Varella, que criticam a atuação do governo federal no combate à pandemia do coronavírus. A denúncia fala em "crimes em série" cometidos por Jair Bolsonaro que seriam passíveis de impeachment de acordo com a Constituição Federal de 1988.

"O Sr. Jair Bolsonaro se utilizou da autoridade da Presidência, bem como da evidência e do prestígio social atrelados a essa função, para boicotar as principais iniciativas de combate à pandemia – seja ao obstruir medidas de comprovada eficácia científica, ao estimular a desobediência sanitária da população, ao atacar as autoridades que tentaram tomar alguma providência ou ao insistir na difusão de informações falsas e teorias conspiratórias entre os brasileiros".

Entre os direitos atacados pela ação do presidente, aponta o atentado ao direito fundamental à vida e à saúde dos brasileiros, que teria provocado milhares de mortes evitáveis; atentados à probibade administrativa, por meio do desperdícios de recursos em tratamentos comprovadamente ineficazes e do adiamento injustificado na compra de vacinas; além de atentados à dignidade, ao decoro e à honra ao cargo, por conta de comportamentos incompatíveis com seu cargo de presidente da República.

O documento de 59 páginas contém transcrição de falas do presidente, fotos do presidente em aglomerações sem uso de máscara, e cópia de imagens de comentários de Bolsonaro em suas redes sociais. O pedido de impeachment foi encaminhado ao presidente da Câmara de Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 9

[email protected] em Quinta, 01 Abril 2021 15:04

Acabou a mamata dia sindicatos , associações e etc... Agora todos terão de trabalhar e viver sem o suor do rosto dos trabalhadores ..estudei na UFES e sei o que estou dizendo ...

Acabou a mamata dia sindicatos , associações e etc... Agora todos terão de trabalhar e viver sem o suor do rosto dos trabalhadores ..estudei na UFES e sei o que estou dizendo ...
verdadeiro aluno da Ufes em Quinta, 01 Abril 2021 16:04

Você nunca estudou na Ufes! O seu pensamento tosco e sub-reptício, somado a sua escrita deplorável, demonstra isso claramente. Favor começar a trabalhar e viver sem espalhar mentiras aos trabalhadores. Eduque-se.

Você nunca estudou na Ufes! O seu pensamento tosco e sub-reptício, somado a sua escrita deplorável, demonstra isso claramente. Favor começar a trabalhar e viver sem espalhar mentiras aos trabalhadores. Eduque-se.
Mauro em Quinta, 01 Abril 2021 16:55

Babaquice.

Babaquice.
Alguém em Quinta, 01 Abril 2021 19:31

O governador do estado deles está matando o capixaba levando variantes de todos os tipos para o estado e esses estudantes pedindo impeachment do presidente, vai entender.

O governador do estado deles está matando o capixaba levando variantes de todos os tipos para o estado e esses estudantes pedindo impeachment do presidente, vai entender.
Wagner em Quinta, 01 Abril 2021 19:42

Sem corrupção advogado não tem emprego

Sem corrupção advogado não tem emprego
Agmarcarioca amigo do mito em Quinta, 01 Abril 2021 21:10

Em 2010 bati um longo papo com o mito na brigada de infantaria paraquedista onde servi por muitos anos e conversei com o mito em 2020 aqui em Marechal Hermes no segundo turno das eleiçoes,vou sugeri a ele que quem vem da escola publica vai para universidade publica e depois de formado trabalha no sus por um periodo com um salario baixo e quem vem da escola particular vai para a universidade particular ai acaba o mi mi

Em 2010 bati um longo papo com o mito na brigada de infantaria paraquedista onde servi por muitos anos e conversei com o mito em 2020 aqui em Marechal Hermes no segundo turno das eleiçoes,vou sugeri a ele que quem vem da escola publica vai para universidade publica e depois de formado trabalha no sus por um periodo com um salario baixo e quem vem da escola particular vai para a universidade particular ai acaba o mi mi
Lucas Marcel em Sexta, 02 Abril 2021 00:27

Orgulho de ter feito parte do CARLF. Sou formado em 2008, mas me sinto representado como se ainda fosse um estudante idealista imaginando um país melhor. O mandrião quer nos tirar a esperança, mas vamos lutar. Avante amigos.

Orgulho de ter feito parte do CARLF. Sou formado em 2008, mas me sinto representado como se ainda fosse um estudante idealista imaginando um país melhor. O mandrião quer nos tirar a esperança, mas vamos lutar. Avante amigos.
Valdecir em Sexta, 02 Abril 2021 08:31

Vão todos para a gaveta, destino de pedido idiotas e sem respaldo jurídico. O choro é livre!

Vão todos para a gaveta, destino de pedido idiotas e sem respaldo jurídico. O choro é livre!
Mauro em Sexta, 02 Abril 2021 13:32

#Bolsonaro2022

#Bolsonaro2022
Visitante
Sábado, 10 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection