Terça, 28 Junho 2022

Fabiano Contarato bate o martelo e anuncia filiação ao PT

lula_contarato_Ricardo_Stuckert Ricardo Stuckert

Finalmente chegou ao fim o suspense em torno do destino partidário do senador capixaba Fabiano Contarato, que já havia anunciado há meses que estava de saída da Rede Sustentabilidade, partido pelo qual se elegeu. Na manhã desta segunda-feira (13), Contarato anunciou que seu destino será mesmo o Partido do Trabalhadores (PT), conforme era apontado nos bastidores. 

"Com a militância social e as lideranças do PT, pretendo somar esforços para que o país retome sua trilha de desenvolvimento, pleno emprego, defesa dos direitos humanos, proteção e oportunidade aos mais pobres, apoio do Estado às maiorias minorizadas, combate a todo tipo de desigualdade, investimento em saúde e educação", disse o senador, que tem tido destaque nacional no Senado por suas posições, o que tem se aproximado das defendidas pela bancada petista. 

Além de sinais como a migração de assessores seus da Rede para o PT, como é o caso do ex-deputado estadual Professor Roberto Carlos, Contarato havia recebido diversos acenos positivos de lideranças petistas, inclusive um convite feito pessoalmente por Lula em maio passado para que ingressasse nas fileiras do partido. Sendo assim, apesar de ter conversado com outros partidos do campo progressista como PDT e PSB, o PT figurava como favorito nas apostas de muitos analistas, incluindo a possibilidade de Contarato liderar a campanha do PT ao governo do Estado, em oposição ao atual governador Renato Casagrande (PSB). Porém, nada está definido ainda nesse sentido.

Isso porque, nacionalmente, PT e PSB "namoram" há meses numa articulação em torno da candidatura presidencial de Lula, que poderia ter os socialistas na vice-presidência, inclusive com a possível filiação do ex-governador paulista Geraldo Alckimin, um dos cotados para ser vice do petista. Mas, internamente, Casagrande, figura influente no PSB nacional, bate o pé para que o PT não tenha palanque próprio no Espírito Santo e apoie sua candidatura à reeleição. Apesar de ter manifestado a intenção de concorrer ao governo do Estado, Contarato, que tem mandato no Senado até 2026, já havia dito que a candidatura não era um pré-requisito para a escolha do novo partido ao qual se filiaria.

Confirmados os prognóstico, o senador capixaba emitiu nota oficial na qual teceu diversos elogios aos petistas. "Os governos liderados pelo PT devolveram ao país credibilidade internacional, permitiram aos pobres cursar universidade, expandiram a estrutura de ensino no país, abriram os porões da ditadura com a Comissão Nacional da Verdade, democratizaram a participação da sociedade nas decisões de governo, geraram crescimento econômico alinhado com políticas sociais exitosas, devolveram aos brasileiros o orgulho nacional", elogiou o senador sobre seu novo partido em nota oficial.

Ele pontuou que os erros do PT foram investigados e devidamente punidos pela Justiça. "Defendo que a lei vale para todos e tem de ser cumprida doa a quem doer. Seguimos junto aos brasileiros e brasileiras para, com esperança e força, vencer as trevas da ignorância que vitimam o Brasil. A Constituição Cidadã de 1988 é nossa bússola", concluiu Fabiano Contarato.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 1

leonardo em Terça, 14 Dezembro 2021 16:35

grandes bostas!

grandes bostas!
Visitante
Terça, 28 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/