Dólar Comercial: R$ 5,02 • Euro: R$ 6,11
Quarta, 27 Janeiro 2021

​Delegado Pazolini é denunciado ao TRE por realizar 'comício dentro de templo religioso'

pazolini_igreja_denuncia Reprodução/Denúncia
Reprodução/Denúncia

O candidato a prefeito de Vitória, Delegado Pazolini (Republicanos), foi denunciado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) por abuso de poder econômico e político através da religião. O autor da denúncia, advogado André Moreira, aponta que o candidato realizou "comício dentro do templo religioso da Igreja Batista Getsêmani do bairro Jabour, unindo grande número de pessoas naquele ambiente fechado, com a finalidade de pedir votos e apoio a sua campanha de segundo turno". 

O documento anexado ao pedido de investigação mostra a realização do evento, no dia 18 deste mês, inclusive com fotos postadas por "apoiadores do candidato e deste próprio, restando evidente o uso do templo religioso para campanha política através de discurso no local, utilização de materiais impressos, promoção pessoal em rede social e pedido direto de voto", aponta a denúncia. Nas imagens, aparecem além de Pazolini, a vice de sua chapa, Capitã Estéfane (Republicanos), e o vereador reeleito, Denninho Silva (Cidadania).
Reprodução/denúncia
Segundo o advogado, é necessário que os fatos sejam investigados, a fim de que venham "a ser coibidas e punidas as condutas que identificam o abuso do poder econômico e político através da religião, além da propaganda irregular e do desrespeito às medidas de segurança relacionadas à pandemia de coronavírus".

André Moreira afirma que a prática viola o princípio constitucional da laicidade do Estado e a separação entre Estado e religião. Ele cita ainda que o Delegado Pazolini "é aliado manifesto da pastora Damares Alves, ministra do governo Bolsonaro, cujas manifestações públicas feitas nos cultos de sua igreja veiculam projeto de ocupação do poder político pelas igrejas, como ocorreu em um culto na Igreja Lagoinha que circula no Youtube".

Argumenta o denunciante que "a intromissão indevida e abusiva da religião na política partidária, com o uso da ascensão moral dos ministros religiosos sobre os integrantes da comunidade religiosa, transforma o templo e entidade que se organiza, que gozam de proteção legal para o desempenho estrito das suas finalidades, em um partido político clandestino".

E acrescenta: "(...) a crença particular daquela religião, muitas vezes em choque com direitos fundamentais protegidos pela Constituição, se sobrepõe ao interesse comum, se constituído indevidamente num instrumento de disputa do Estado, para que no futuro sejam utilizadas as prerrogativas, monopólios, bem como o próprio aparelho estatal para tornar hegemônica uma só cosmovisão e a moral dela decorrente, em prejuízo da pluralidade que marca os princípios republicano e democrático".

André Moreira argumenta que no "campo das eleições, o respeito ao princípio da liberdade de escolha e à preservação da igualdade de oportunidades deve incidir sobre qualquer pessoa ou entidade que se encontre em situação de exercer influência sobre o eleitorado ", apontando que essa circunstância enquadra os "ministros religiosos e suas respectivas organizações, sobretudo quando se nota que, em termos numéricos, as igrejas legitimamente constituem os grupos de interesse mais importantes". 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 24

Éfrem em Terça, 24 Novembro 2020 20:04

Isso está me cheirando a choro antecipado de derrotado. PTralhas, não passaram. ?

Isso está me cheirando a choro antecipado de derrotado. PTralhas, não passaram. ?
Rogério em Terça, 24 Novembro 2020 20:12

Será que o advogado psolista também fará o mesmo com a manifestação política do padre Kelder?

Será que o advogado psolista também fará o mesmo com a manifestação política do padre Kelder?
Éfrem em Terça, 24 Novembro 2020 20:43

Bem lembrado.

Bem lembrado.
Seu Deus em Terça, 24 Novembro 2020 22:02

Bem lembrado. Quem se manifestou foi o Padre e não o político candidato. Esse povo da extrema direita sempre na fake news.... escória

Bem lembrado. Quem se manifestou foi o Padre e não o político candidato. Esse povo da extrema direita sempre na fake news.... escória
Éfrem em Terça, 24 Novembro 2020 23:12

Obrigado pelo elogio-> extrema-direita, para mim é elogio.

Obrigado pelo elogio-> extrema-direita, para mim é elogio.
Ingrid em Quarta, 25 Novembro 2020 18:18

Pois é..mas é assim q eles se apresentam.PT está desesperado.

Pois é..mas é assim q eles se apresentam.PT está desesperado.
Maria Goreth Santos em Terça, 24 Novembro 2020 20:38

João 13 ❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️

João 13 ❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️
Marco em Terça, 24 Novembro 2020 20:43

Mais que nunca, Templo é Dinheiro. Malafaia, Magno Malta, Damares, Bozo. Nossa cidade não voltará à Idade Media. É 13 neles.

Mais que nunca, Templo é Dinheiro. Malafaia, Magno Malta, Damares, Bozo. Nossa cidade não voltará à Idade Media. É 13 neles.
Gabriel em Terça, 24 Novembro 2020 21:02

João 13 já é realidade em Vitória. Quanto mais se cava sobre a vida e atitudes de Pazolini, mais esgoto pessoal acha!

João 13 já é realidade em Vitória. Quanto mais se cava sobre a vida e atitudes de Pazolini, mais esgoto pessoal acha!
Felipe em Terça, 24 Novembro 2020 22:03

“Art. 25. Constitui crime eleitoral a argüição de inelegibilidade, ou a impugnação de registro de candidato feito por interferência do poder econômico, desvio ou abuso do poder de autoridade, deduzida de forma temerária ou de manifesta má-fé:
Pena: detenção de 6 (seis) meses a 2 (dois)” É o caso inequívoco destes fatos!

“Art. 25. Constitui crime eleitoral a argüição de inelegibilidade, ou a impugnação de registro de candidato feito por interferência do poder econômico, desvio ou abuso do poder de autoridade, deduzida de forma temerária ou de manifesta má-fé: Pena: detenção de 6 (seis) meses a 2 (dois)” É o caso inequívoco destes fatos!
Neusa Gloria Santos em Terça, 24 Novembro 2020 22:09

Conheço o Delegado e Deputado Estadual Lorenzo Pazolini, desde que passou a pertencer aos quadros da Polícia civil. Profissional e homem honrado sempre se dedicando em todo o tempo em favor da nossa sociedade e Estado. As estatísticas comprovam. Com certeza não houve coação para entrar onde quer que seja, a nao ser por convite, esse não é o seu perfil.

Conheço o Delegado e Deputado Estadual Lorenzo Pazolini, desde que passou a pertencer aos quadros da Polícia civil. Profissional e homem honrado sempre se dedicando em todo o tempo em favor da nossa sociedade e Estado. As estatísticas comprovam. Com certeza não houve coação para entrar onde quer que seja, a nao ser por convite, esse não é o seu perfil.
Jr em Terça, 24 Novembro 2020 23:01

É o total desespero de um advogado contumaz denuncista que certamente responderá nas iras da denunciação caluniosa e condenado indubitavelmente nesse sentido.

É o total desespero de um advogado contumaz denuncista que certamente responderá nas iras da denunciação caluniosa e condenado indubitavelmente nesse sentido.
Ricardo em Terça, 24 Novembro 2020 23:47

Votei neste cidadão para Presidente da OAB-ES e que decepção... ainda bem que não ganhou... se sem “poder” agir de forma reiterada assim, imagine com mandato.

Votei neste cidadão para Presidente da OAB-ES e que decepção... ainda bem que não ganhou... se sem “poder” agir de forma reiterada assim, imagine com mandato.
Luiza em Quarta, 25 Novembro 2020 00:25

este advogado não deve ter muito cliente pq só sabe denunciar as pessoas, não deve ter clientela para tanto.

este advogado não deve ter muito cliente pq só sabe denunciar as pessoas, não deve ter clientela para tanto.
Henrique em Quarta, 25 Novembro 2020 01:24

Parabéns pela postura, advogado. Já chega ignorar que a igreja se tornou o maior curral eleitoral no ES. É preciso dar um fim nisso. Parabéns pelo seu compromisso com o povo. Discordar da postura do advogado é ser conivente com essas irregularidades. Que seja investigado e punido!

Parabéns pela postura, advogado. Já chega ignorar que a igreja se tornou o maior curral eleitoral no ES. É preciso dar um fim nisso. Parabéns pelo seu compromisso com o povo. Discordar da postura do advogado é ser conivente com essas irregularidades. Que seja investigado e punido!
Rodrigo Souza em Quarta, 25 Novembro 2020 12:14

E o que fazer com a seita religiosa chamada “Petê”???

E o que fazer com a seita religiosa chamada “Petê”???
ubirajara em Quarta, 25 Novembro 2020 05:32

Se tratando de ser delegado essas peste não valem nada todos os caras da lei são bandidos

Se tratando de ser delegado essas peste não valem nada todos os caras da lei são bandidos
Danilo Sérgio Salvadeo em Quarta, 25 Novembro 2020 10:07

E o que o padre Kelmer, de Itararé, fez durante uma missa é o quê?

E o que o padre Kelmer, de Itararé, fez durante uma missa é o quê?
QPD em Quarta, 25 Novembro 2020 10:25

Já que o advogado que gosta tanto assim de ajuizar demandas inverossímeis e ineptas, eu mesmo irei ajuizar algumas outras contra ele, porque é no juízo próprio que debateremos quem rouba a honra alheia, tanto no primeiro quanto no segundo turnos, em primazia, em querer se autopromover, nunca cristalina e inequívoca incompetência jurídica.

Já que o advogado que gosta tanto assim de ajuizar demandas inverossímeis e ineptas, eu mesmo irei ajuizar algumas outras contra ele, porque é no juízo próprio que debateremos quem rouba a honra alheia, tanto no primeiro quanto no segundo turnos, em primazia, em querer se autopromover, nunca cristalina e inequívoca incompetência jurídica.
LUIS MOREIRA em Quarta, 25 Novembro 2020 13:17

A lei é clara, candidatos não podem fazer campanhas dentro de igrejas. Se o candidato não cumpre a lei agora, o que dirá depois. Isso vale para esse e para qualquer candidato. Impressiona ver gente defendendo que a lei seja violada. Pessoas honestas respeitam as leis e exigem que ela seja cumprida. Parabéns ao advogado.

A lei é clara, candidatos não podem fazer campanhas dentro de igrejas. Se o candidato não cumpre a lei agora, o que dirá depois. Isso vale para esse e para qualquer candidato. Impressiona ver gente defendendo que a lei seja violada. Pessoas honestas respeitam as leis e exigem que ela seja cumprida. Parabéns ao advogado.
Henrique Neves em Quarta, 25 Novembro 2020 15:17

Quando Padre fala em "Políticas Públicas" , da não compra de votos, de Voto consciente... muitos católicos acham ruim, ou sentem que a carapuça serviu e saem criticando a Igreja.
Porém nas Igrejas Protestantes isso é bem claro: Os Pastores e muitos membros fazem é politicagem mesmo, pedem votos no púlpito, são cabo eleitorais assumidos, divulgam fakes... que vergonha...
Em vista disso o que o Padre Kelder fez é fichinha, Nem deu nome aos chefes dos bois (quer dizer candidatos).

Quando Padre fala em "Políticas Públicas" , da não compra de votos, de Voto consciente... muitos católicos acham ruim, ou sentem que a carapuça serviu e saem criticando a Igreja. Porém nas Igrejas Protestantes isso é bem claro: Os Pastores e muitos membros fazem é politicagem mesmo, pedem votos no púlpito, são cabo eleitorais assumidos, divulgam fakes... que vergonha... Em vista disso o que o Padre Kelder fez é fichinha, Nem deu nome aos chefes dos bois (quer dizer candidatos).
Suely em Quinta, 26 Novembro 2020 07:41

Genteee! Acordem!! Este é o nosso país! Eu apenas acho que devemos tentar algo novo ...50% de dar certo e 50% de nao!
Mas nao vou votar em um partido que estamos colhendo a sua herança ....o pior cego é aquele q nao quer enxergar! Fui Petista me decepcionei....se tivesse sido bom para o Brasil nao estaríamos na situaçao que nos encontramos...muito embora estarmos numa pandemia....nao voto mais....acho que devemos esyar acima de ideologias...eu quero o melhor para Vitória...e vou arriscar em saangue novo...posso me dar bem...posso me dar mal....mas nao voto mais no PT que afundou o país
....porem respeito a opiniao e escolha de todos....que o melhor aconteça!

Genteee! Acordem!! Este é o nosso país! Eu apenas acho que devemos tentar algo novo ...50% de dar certo e 50% de nao! Mas nao vou votar em um partido que estamos colhendo a sua herança ....o pior cego é aquele q nao quer enxergar! Fui Petista me decepcionei....se tivesse sido bom para o Brasil nao estaríamos na situaçao que nos encontramos...muito embora estarmos numa pandemia....nao voto mais....acho que devemos esyar acima de ideologias...eu quero o melhor para Vitória...e vou arriscar em saangue novo...posso me dar bem...posso me dar mal....mas nao voto mais no PT que afundou o país ....porem respeito a opiniao e escolha de todos....que o melhor aconteça!
Fernando em Quinta, 26 Novembro 2020 15:49

O candidato de Edir Macedo e Magno Malta nos seus currais eleitorais.

O candidato de Edir Macedo e Magno Malta nos seus currais eleitorais.
David em Sexta, 27 Novembro 2020 14:01

Povo de Vitória, não se esqueça dos quiosques de Camburi, o símbolo do desperdício do dinheiro público na administração Coser. Eu presenciava isso quando visitava a capital e me hospedava em um hotel de Mata da Praia, hotel que foi fechado para no lugar construírem um empreendimento imobiliário. É hora de dar oportunidade ao novo.

Povo de Vitória, não se esqueça dos quiosques de Camburi, o símbolo do desperdício do dinheiro público na administração Coser. Eu presenciava isso quando visitava a capital e me hospedava em um hotel de Mata da Praia, hotel que foi fechado para no lugar construírem um empreendimento imobiliário. É hora de dar oportunidade ao novo.
Visitante
Quarta, 27 Janeiro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection