Sexta, 21 Junho 2024

Psol e Rede entram em rota de colisão em Itapemirim

thiago_pecanha_redes_sociais Redes Sociais

O diretório do Partido Socialismo e Liberdade (Psol) em Itapemirim, no litoral sul do Estado convocou uma reunião para essa sexta-feira (22), às 19h30, com integrantes da Rede Sustentabilidade, sigla com a qual forma uma federação a nível nacional. O objetivo era discutir as estratégias para as eleições municipais deste ano. Entretanto, assim como havia acontecido com um convite anterior do Psol, a Rede não enviou representantes para o encontro.

Redes Sociais

Esse desencontro é resultado da nova configuração que o diretório da Rede Sustentabilidade tomou a partir do último mês de fevereiro, quando incorporou figuras pertencentes ao grupo político do ex-prefeito Thiago Peçanha, que tenta se livrar dos problemas na justiça para viabilizar uma nova candidatura na disputa majoritária.

Segundo uma fonte inserida nos meios políticos de Itapemirim, Thiago Peçanha tem o claro objetivo de esvaziar as candidaturas psolistas. O Psol sempre seguiu firme no objetivo de lançar um candidato a prefeito, Professor Jésus, e havia um acordo para que cada partido da federação lançasse sete candidatos a vereador.

Caso a Rede deixe de lançar candidaturas a vereador e decida bater o pé para apoiar Peçanha, como se especula, diminuirão as chances do Psol conseguir sustentar as suas pretensões na disputa majoritária, e há também o risco suas candidaturas para a Câmara de Vereadores perca força. Avalia-se que há necessidade de um partido lançar pelo menos dez candidatos ao parlamento para que se torne viável conquistar pelo menos uma cadeira.

Os movimentos de Thiago Peçanha também alcançam o Partido Socialista Brasileiro (PSB). Apesar de ele ter anunciado sua filiação à sigla do governador, a informação é de que ele ainda está no Partido Social Democrático (PSD). Rodrigo Bolelli, autor do processo que resultou na cassação da chapa de Peçanha, em 2022, continua como presidente municipal do PSB e ainda não foi informado de qualquer mudança.

O conflito em Itapemirim será tema de uma reunião da federação Rede e Psol a nível estadual na próxima semana. Mas não é apenas em Itapemirim que os dois partidos não conseguem falar a mesma língua. Em Colatina e Conceição da Barra, no norte, e em Vila Velha, na Grande Vitória, também há problemas de diálogo, segundo uma fonte ligada a uma das siglas.

Mais articulações

O atual prefeito de Itapemirim, Doutor Antônio, está para migrar do Progressistas (PP) para o União Brasil para disputar a reeleição. O governador Renato Casagrande (PSB) deverá apoiar Doutor Antônio, apesar da filiação de Thiago Peçanha ao PSB.

Alex Wingler (Podemos), secretário de Saúde de Cachoeiro de Itapemirim, também é pré-candidato a prefeito em Itapemirim. Até o início do ano, Wingler tentava se articular com PSB e Rede Sustentabilidade, mas agora vê as duas siglas tomadas pelo grupo de Peçanha.

Outro pré-candidato a prefeito em Itapemirim é o dentista Geninho Bechara, que teve seu nome referendado em um evento do Partido Democrático Trabalhista (PDT) realizado no último dia 23 de janeiro. Novato na política, apesar de ser sobrinho do ex-prefeito Jorge Bechara, já falecido, Geninho filiou-se ao PDT em dezembro de 2023, ganhando de imediato o apoio do Solidariedade. Ele afirma que já visita comunidades e mantém contatos com outras lideranças, a fim de garantir apoios.

Os vereadores João Bechara (PSB) e Paulinho da Graúna (a caminho do Republicanos) – esse último, presidente da Câmara de Itapemirim – também têm se colocado como pré-candidatos a prefeito, mas dialogam com Alex Wingler.

Em 2022, o vice-prefeito da chapa cassada de Thiago Peçanha, Niltinho (PSDB), disputou as eleições suplementares, obtendo cerca de 460 votos. Concorreu ainda o então prefeito interino, Zé Lima (PDT), que ficou em segundo lugar na votação, com 48,11% dos votos (12.539). Em 2020, Zé Lima havia sido eleito vereador e presidente da Câmara de Itapemirim, mas, com a cassação do prefeito e do vice, assumiu as funções. 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 21 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/