Quinta, 30 Junho 2022

Apenas uma microrregião não alcançou 80% da meta de D2 para maiores de 18 anos

84_mapa_Imagem-Sesa Sesa

A microrregião nordeste é a única até agora que não alcançou a cobertura de 80% da segunda dose contra Covid-19 em adultos entre 18 e 59 anos, que é um dos índices para se chegar à classificação de risco muito baixo (azul). A informação foi divulgada nesta sexta-feira (3), junto com o 84º Mapa de Risco, que aponta que todos municípios capixabas estão em risco baixo para a doença.

Sesa

O ranking das microrregiões nesse quesito é o seguinte: Sudoeste Serrana (93,66%), Central Serrana (92,36%), Litoral Sul (89,14%), Caparaó (86,55%), Noroeste (84,27%), Metropolitana (82,62%), Centro-Oeste (81,98%), Rio Doce (83,2%) e Central Sul (80,28%), todas com a meta atingida.

No que diz respeito a outro indicador, que estipula a cobertura vacinal de pelo menos 90% na primeira dose para adolescentes de 12 a 17 anos, metade das microrregiões atingiu a meta. São elas: Sudoeste Serrana (99,48%), Litoral Sul (98,49%), Central Serrana (96,31%), Caparaó (93,92%) e Noroeste (93,31%). Abaixo da meta estão: Rio Doce (84,45%), Central Sul (82,14%), Nordeste (83,52%), Metropolitana (74,64%), Centro-Oeste (82,09%).

O último indicador, que estabelece a meta de pelo menos 90% dos idosos vacinados com a terceira dose, não foi atingido por nenhuma das microrregiões. Os índices são os seguintes: Sudoeste Serrana (81,01%), Litoral Sul (73,38%), Central Serrana (81,36%), Caparaó (74,27%), Noroeste (69,34%), Rio Doce (73,91%), Central Sul (70,92%), Nordeste (71,71%), Metropolitana (72,69%) e Centro-Oeste (69,54%).

Até o momento, somente o município de Laranja da Terra, na região serrana, alcançou as três metas propostas pelo governo para atingir a classificação de risco muito baixo no Mapa de Risco Covid-19. A informação foi divulgada pelo secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, em suas redes sociais nessa terça-feira (30). A cidade atingiu 111,27% dos adolescentes com primeira dose; 96,58% dos adultos com segunda e 90,08% dos idosos com a dose de reforço.
Sesa

Para atingir a classificação de risco muito baixo, também é necessário que cada município da microrregião disponha de ao menos um ponto livre de testagem para a população, seja numa unidade de saúde, num pronto socorro ou algum outro local em que qualquer pessoa possa fazer a testagem, independentemente de apresentar sintomas e sem necessidade de encaminhamento médico.

Flexibilizações

A principal mudança que as microrregiões que forem classificadas em risco muito baixo terão é a permissão para realizar eventos com a capacidade máxima dos locais, definidas pelo Alvará do Corpo de Bombeiros.
Já as microrregiões em risco baixo puderam, desde oito de novembro, dobrar o limite máximo de ocupação em eventos feitos em locais fechados, saltando de 600 para até 1,2 mil, desde que não exceda 50% da capacidade do local e que todas as pessoas estejam vacinadas.

Em locais abertos, o evento pode receber até 50% da ocupação máxima, com todos vacinados, mesmo que esse quantitativo ultrapasse os 1,2 mil estabelecidos como máximo para os locais fechados. 

Em ambos os casos, é necessário apresentar o chamado passaporte de vacinação, comprovando o esquema vacinal completo

Painel Covid-19

O Painel Covid-19 registra, até o momento, 621,8 mil casos confirmados da doença. Os óbitos somam 13 mil, cinco deles nas últimas 24 horas.

Municípios por microrregião

1 - Metropolitana: Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica, Viana, Fundão, Guarapari
2 - Central-Serrana: Itaguaçu, Santa Teresa, Itarana, Santa Maria de Jetibá e Santa Leopoldina
3 - Sudeste Serrana: Laranja da Terra, Afonso Cláudio, Brejetuba, Venda Nova do Imigrante, Domingos Martins, Marechal Floriano e Conceição do Castelo
4 - Litoral Sul: Alfredo Chaves, Anchieta, Iconha, Piúma, Rio Novo do Sul, Itapemirim, Marataízes e Presidente Kennedy
5 - Central Sul: Castelo, Vargem Alta, Cachoeiro de Itapemirim, Muqui, Atílio Vivácqua, Mimoso do Sul, Jerônimo Monteiro e Apiacá
6 - Caparaó: Ibatiba, Irupi, Iuna, Muniz Freire, Ibitirama, Divino de São Lourenço, Guaçuí, Alegre, Dores do Rio Preto, Bom Jesus do Norte e São José do Calçado
7 - Rio Doce: Sooretama, Rio Bananal, Linhares, Aracruz, João Neiva e Ibiraçu
8 - Centro-Oeste: Alto Rio Novo, Pancas, São Gabriel da Palha, Vila Valério, São Domingos do Norte, Governador Lindenberg, Baixo Guandu, Colatina, Marilândia e São Roque do Canaã
9 - Nordeste: Mucurici, Montanha, Pedro Canário, Conceição da Barra, Pinheiros, Boa Esperança, São Mateus, Jaguaré e Ponto Belo
10 - Noroeste: Ecoporanga, Água Doce do Norte, Águia Branca, Barra de São Francisco, Vila Pavão, Nova Venécia e Mantenópolis

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 30 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/