Dólar Comercial: R$ 5,02 • Euro: R$ 6,11
Quarta, 03 Março 2021

Chegam ao Estado 35,5 mil doses da vacina Oxford-AstraZeneca

chegada_vacinas_segundo_lote_1.helio_filho_secom_es Helio Filho/Secom

Chegaram na manhã deste domingo (24) 35.500 doses da vacina Oxford-AstraZeneca, produzida na Índia e importada pelo Ministério da Saúde. Os imunizantes foram encaminhados à Central Estadual de Rede de Frio.

A distribuição para as Regionais e municípios começará a partir desta segunda-feira (25). As novas doses serão destinadas a trabalhadores da saúde que estão na linha de frente da Covid-19. 

As vacinas de Oxford chegaram na manhã deste domingo. Foto: Hélio Filho/Secom

Em suas redes sociais o governador Renato Casagrande (PSB) afirmou que as doses são poucas, mas que "é emocionante saber que cada dose, em cada frasco, é um paciente que não evoluirá a quadro grave". 

As vacinas contemplarão mais 27% desses trabalhadores da saúde, totalizando 33.858 profissionais. De acordo com dados do Ministério da Saúde, divulgados nessa quarta-feira (20), a população de trabalhadores da saúde que serão vacinados no Espírito Santo é de 124.416 pessoas. 

O secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, também comemorou nas redes sociais a chegada das vacinas, agradecendo ao Ministério da Saúde e parabenizando o Sistema Único de Saúde (SUS), que "acertou em fazer as aquisições complementares",  afirmando ainda que "vacinas salvam" e que "quem toma não morre de Covid-19".

Com a segunda aprovação do Instituto Butatan, na última sexta (22), a expectativa é que o Espírito Santo receba novas doses da Coronavac já na próxima semana.

Helio Filho/Secom ES

Etapas

O primeiro lote de vacinas que o Estado recebeu foi de 101.320 doses da chinesa Coronavac, que foram envasadas no Instituto Butantan, em São Paulo, e possui a recomendação de um intervalo de quatro semanas entre a aplicação da primeira e a segunda dose. 

Esse primeiro lote imunizou 48 mil pessoas no Espírito Santo, selecionadas de acordo com as determinações do Ministério da Saúde: trabalhadores da saúde (42.273); pessoas maiores de 60 anos residentes em instituições de longa permanência (2.970); pessoas maiores de 18 anos com deficiência residentes em Residências Inclusivas (210) e indígenas aldeados (2.793).

Já a vacina Oxford/AstraZeneca possui uma janela maior entre as duas doses, de até doze semanas, por isso, os estados estão optando em não fazer reserva para a segunda dose, e sim, aplicar todo o lote agora, deixando que as doses para a segunda aplicação sejam produzidas nesse intervalo de três meses. Com isso, é possível imunizar um número maior de pessoas ainda em janeiro. 

É o caso do Espírito Santo,  conforme afirmou o governador em rede social: "O ministério da saúde e a Fiocruz garantiram nova remessa futura pra segunda dose, assim todo o lote será aplicado em primeira dose", twitou Casagrande, neste sábado (23).

Critérios

Segundo o governo do Estado, os critérios do Ministério para determinar as pessoas que serão vacinadas a cada etapa de vacinação seguem os riscos de exposição à infecção e os maiores riscos para agravamento e óbito pela doença. O escalonamento desses grupos populacionais para vacinação tem se dado conforme a disponibilidade das doses de vacina.

Em relação à imunização dos profissionais da saúde, os critérios utilizados, segundo a Resolução CIB N° 007/2021, leva em consideração: os profissionais vacinadores; os das Instituições de Longa Permanência para Idosos; os trabalhadores de Unidades de Terapia Intensiva Covid-19, dos hospitais referências; trabalhadores da Urgência e Emergência; enfermaria dos hospitais Covid-19; e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU); profissionais da sala vermelha de Unidades de Pronto Atendimentos (UPAs e PAs); e profissionais dos Centros de Referência para a Covid-19, na Atenção Básica.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários: 1

LUIS MOREIRA em Domingo, 24 Janeiro 2021 13:26

Essa quantidade de vacina não dá para nada, e ainda serão necessárias 2 doses. O vírus está mutando rápido, e até o fim do ano essa vacina não servirá mais. A população deve manter as medidas de proteção contra o vírus e contra o GENOCIDA. Fora Bozo e leve contigo seus generais lambe botas e seu gado.

Essa quantidade de vacina não dá para nada, e ainda serão necessárias 2 doses. O vírus está mutando rápido, e até o fim do ano essa vacina não servirá mais. A população deve manter as medidas de proteção contra o vírus e contra o GENOCIDA. Fora Bozo e leve contigo seus generais lambe botas e seu gado.
Visitante
Quarta, 03 Março 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection