Terça, 21 Setembro 2021

Estado inicia vacinação de profissionais da limpeza e de resíduos sólidos

vacinacao_garis_Foto_Secom Secom

Em ato simbólico realizado em uma empresa de serviços ambientais em Vila Velha, o governo do Estado iniciou, nesta segunda-feira (12), a vacinação dos profissionais da limpeza e de resíduos sólidos. Na ocasião, foram imunizados 20 trabalhadores. A expectativa é que 6,6 mil pessoas desse grupo sejam vacinadas com 20% das doses encaminhadas pelo Ministério da Saúde, que também serão destinadas aos demais grupos prioritários.

Foto: Secom

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) recomenda que os municípios vacinem os profissionais nas empresas onde trabalham.

Além do governador Renato Casagrande; do secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes; e do prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo (Podemos); estiveram presentes no ato simbólico a vice-governadora do Estado, Jaqueline Moraes; o subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin; o gerente de Vigilância em Saúde, Orlei Cardoso; e a secretária municipal de Saúde de Vila Velha e presidente do Colegiado de Secretarias Municipais de Saúde do Estado (Cosems/ES), Cátia Lisboa.

Casagrande destacou que os trabalhadores da limpeza e de resíduos sólidos têm contato direto, em seu cotidiano, com material que pode estar contaminado. "Por isso, reforçamos a importância de também separar o material contaminado e avisar com um bilhete para que nossos profissionais da limpeza urbana possam separar e coletar de forma adequada", comentou.

De acordo com a Resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) de nº 116 e o definido pela Lei 14.026/2020, são considerados trabalhadores de limpeza urbana e de resíduos sólidos aqueles cujas funções são "constituídas pelas atividades e pela disponibilização e manutenção de infraestruturas e instalações operacionais de coleta, varrição manual e mecanizada, asseio e conservação urbana, transporte, transbordo, tratamento e destinação final ambientalmente adequada dos resíduos sólidos domiciliares e dos resíduos de limpeza urbana".

A categoria chegou a realizar uma manifestação em 19 de abril para reivindicar sua inclusão entre os grupos prioritários para vacinação contra Covid-19. Os trabalhadores se concentraram na Praça do Papa, na Enseada do Suá, em Vitória, e caminharam até a Sesa, onde seus representantes se reuniram com o secretário de Saúde.

A mobilização foi liderada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Prestadoras de Serviços de Asseio, Conservação, Limpeza Pública Urbana e Privada, Conservação de Áreas Verdes, Aterros Sanitários e Transbordo e de Prestação de Serviços em Portarias e Recepções do Estado (Sindilimpe - ES). Antes da manifestação, a entidade havia protocolado dois ofícios direcionados ao Governo do Estado solicitando vacina para a categoria.

Em coletiva de imprensa realizada no último dia 5, Nésio Fernandes informou que, no decorrer da semana passada, a Comissão Intergestora Bipartite iria estabelecer um cronograma de imunização contra a Covid-19 para os grupos prioritários pendentes. Também seria estudada a possibilidade de inclusão de novos grupos, levando em consideração a reserva técnica e as demandas apresentadas pela sociedade civil.

Também durante a coletiva, foi anunciado que as informações seriam divulgadas por meio de uma resolução, nessa sexta-feira (9), mas isso não aconteceu. A expectativa é de que sejam publicizadas esta semana.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 21 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/