Dólar Comercial: R$ 5,38 • Euro: R$ 5,90
Quinta, 04 Junho 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

Abertura da Caixa aos sábados atenta contra direitos dos bancários, denuncia sindicato

agencia_caixa_jacaraipe_Sergio_Cardoso Sérgio Cardoso

Caixa Econômica Federal (CEF) vai abrir neste sábado (23), das 8h às 12h, um total de 902 agências em todo o país para atendimento aos beneficiários do lote mais recente da primeira parcela do Auxílio Emergencial que recebem pela Poupança Social Digital. No Espírito Santo, 15 agências farão atendimento ao público. Para o Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos Bancários do Espírito Santo (Sindibancários/ES), a iniciativa coloca em risco a saúde dos trabalhadores e é uma forma de pressionar para que, futuramente, o banco abra aos finais de semana de maneira permanente. 

A diretora do Sindibancários/ES, Lizandre Borges, afirma que o cumprimento da jornada de segunda a sexta é direito dos bancários, garantido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Entretanto, há constantes iniciativas por meio de projetos de lei, por exemplo, de fazer com que ela se estenda para os sábados. "A Caixa está aproveitando a pandemia para provar para o mercado que os bancários podem trabalhar nesse dia da semana", declara Lizandre. 

No final de abril, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT-17ª Região) decidiu liminarmente que a Caixa Econômica Federal (CEF) não deve abrir suas agências aos sábados e feriados enquanto durar a necessidade de isolamento social decorrente da Covid-19. Na ocasião também ficou estabelecido que, caso a instituição financeira descumprisse, deveria pagar multa de R$ 1 mil por empregado afetado. A decisão é fruto de mandado de segurança impetrado pelo Sindicato dos Bancários no Estado.

Diante da decisão judicial, a Caixa entrou com pedido de agravo regimental contra a decisão. Lizandre relata que a Justiça pediu, então, para que o Ministério Público do Espírito Santo (MPES) se manifestasse. Esse órgão, relata a sindicalista, defendeu a abertura aos sábados por achar importante diante do estado de calamidade pública causado pela pandemia do coronavírus, o que contribuiu para a liminar ser suspensa. Lizandre acredita que essa decisão aumenta os riscos de contágio dos trabalhadores à Covid-19.

A diretora do Sindibancários/ES recorda que um dos primeiros mortos por Covid-19 foi um bancário da Caixa, de São Mateus. Ela afirma que hoje, no Espírito Santo, existem 16 bancários da Caixa infectados e cinco prestadores de serviço, como vigilantes, recepcionistas e telefonistas.

Veja mais notícias sobre Justiça.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 05 Junho 2020
No Internet Connection