Sexta, 21 Janeiro 2022

Por cima

bolsonaro_soraya_videoPL_reproducao Reprodução
Reprodução
Sem a presença do ex-senador Magno Malta, único dono do PL capixaba há anos, o casal Manato articulou, nesta quarta-feira (10), uma entrevista e divulgação de vídeo nas redes sociais, em que o presidente Jair Bolsonaro abre as portas do partido no Espírito Santo para filiações. "Vou levar mais solução do que problema", afirmou em relação ao PL, já considerado pelo mercado nacional seu novo abrigo, a depender apenas dos ajustes finais e da oficialização em evento no próximo dia 22. Na esteira do assunto, disse que é "apaixonado" por alguns parlamentares do Estado, e citou a deputada federal Soraya e o ex-deputado Carlos Manato, que já anunciou que estará no páreo novamente ao governo como palanque da direita e do bolsonarismo, bem como Magno, uma das candidaturas apoiadas pelo presidente ao Senado, e Evair de Melo (PP), que ocupa uma das cadeiras de vice-líder do governo na Câmara. Tratando o cenário no Estado como tranquilo para futuras amarrações, ao contrário de São Paulo – Nordeste também tem divergências -, Bolsonaro defendeu que seu grupo "vai ter que se entender, compor, chegar numa solução". É o que espera o casal Manato, há meses no aguardo para correr atrás de Bolsonaro na sua nova legenda. Mas ainda falta acertar os ponteiros com Magno! O projeto de retorno ao cargo do ex-senador é a prioridade do PL no Estado e isso envolve recursos de campanha, tempo de propaganda partidária e alianças. Com duas candidaturas majoritárias, a conta não fecha assim, tão facilmente. E Magno nunca dividiu terreno eleitoral, nem partidário, quem dirá vindo de uma derrota de reviravolta, como ocorreu em 2018. Essa mesa de negociação do núcleo bolsonarista promete!

Pesos
Evair também teria aval para entrar no PL, segundo o presidente. Ele e Soraya são candidatos à reeleição em 2022, o que pesa na formação de chapas. No mais, o partido de Magno, como já dito aqui na coluna, está à míngua de quadros. Situação que =pode mudar com a entrada de Bolsonaro.

Segundo plano
Apesar de exaltar um possível palanque de Manato ao governo, o próprio presidente tem declarado no campo nacional que suas metas no próximo ano são voltadas, principalmente, para o Congresso Nacional. Ele quer fortalecer as bancadas do Senado e Câmara. Magno Malta entra nesse conjunto. Ele e o presidente, não é novidade, voltaram a desfilar juntos, com direito a troca de elogios públicos.

Vai que cola
No vídeo desta quarta, Soraya acompanha a entrevista de Bolsonaro de Brasília, depois, grava ao lado dele, animada: "Pode contar comigo e com Manato no seu novo partido. Aqui é igual casamento, na alegria e na tristeza".

Articulação
A entrevista foi concedida à Rádio Cultura FM de Castelo, sul do Estado, e comunicada por Soraya e Manato na noite dessa terça-feira (9). O presidente falou durante uma hora, sem qualquer contestação. Foi só bola levantada, para ele cortar e pontuar. O município é a cidade natal do governador Renato Casagrande (PSB).

Mais um
Além de Paulo Hartung (sem partido), outro capixaba aparece no projeto político do ex-juiz da Lava Jato Sergio Moro, filiado ao Podemos nesta quarta. O senador Marcos do Val, do mesmo partido, vai assumir a área de segurança pública do programa de campanha à Presidência da República. O convite, como divulgou a coluna de Lauro Jardim, em O Globo, foi feito na véspera do evento, pela presidente nacional da sigla, Renata Abreu (SP).

Já vi esse filme
Na festa de filiação, Do Val se esforçou para aparecer em todas as fotos oficiais, entre Moro e o senador Alvaro Dias (SP). Lembrou até a época de Magno Malta, que ficou conhecido pela mesma estratégia, sempre colado
nos presidentes da vez – Lula, Dilma e Bolsonaro (sim, Magno foi aliado dos governos petistas, para quem não se lembra).

Vários senhores
Do Val, como se sabe, foi eleito na onda bolsonarista e assim se posiciona no Senado, com uma ou outra exceção. Ao mesmo tempo, é alinhado a Casagrande, o outro lado. Agora, para completar, entrou Moro no seu arco de alianças políticas, que tem no pacote Paulo Hartung.

Difícil até explicar
O presidente estadual do Podemos, Gilson Daniel, secretário de Governo de Renato Casagrande (PSB), pra lá de prestigiado, o que inclusive tem gerado ruídos na base, também foi ao evento. Ele gravou vídeo no local, mas até agora, nada disse oficialmente sobre o que será da situação capixaba caso Moro se viabilize, de fato, e com a participação de Hartung.

Nas redes
"Hoje [quarta, 10] foi dia de apresentar, na #COP26, um relatório com denúncias sobre o desmonte da política ambiental no Brasil. Junto da querida senadora Eliziane Gama, mostramos ações do governo [Bolsonaro] que acabaram com as estruturas ambientais". Fabiano Contarato, senador pela Rede Sustentabilidade.

FALE COM A COLUNA:

O partido da vez

PL aposta mais uma ficha na filiação de Bolsonaro. Para Magno, o casamento perfeito, resta saber das demais peças de 2022...
https://www.seculodiario.com.br/socioeconomicas/o-partido-da-vez

Veja mais notícias sobre Socioeconômicas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 21 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/