Dólar Comercial: R$ 5,76 • Euro: R$ 6,79
Sábado, 10 Abril 2021

Governo federal cede e Carmélia será mantido como centro cultural

protesto_Carmelia_divulgacao Divulgação

Depois da repercussão e pressão política, o governo federal parece ter recuado em relação ao Centro Cultural Carmélia Maria de Souza, que seria transformado em depósito para café e grãos, e sobre os Gaplões do IBC, que iriam para leilão. O Carmélia deve ser cedido em concessão entre 10 e 20 anos para o Governo do Estado e o IBC ter a instalação de um polo tecnológico do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) em parte de seu espaço.

Reprodução/ TVE

A informação foi divulgada pela senadora Rose de Freitas (Podemos) nesta quarta-feira (12), após reunião com Fernando Bispo, secretário de Coordenação e Governança do Patrimônio da União (SPU), órgão responsável pela gestão de ambos edifícios. Segundo a senadora, Bispo garantiu que esta é uma "decisão consolidada do governo". O reitor do Ifes, Jadir Pela, também participou da reunião.

Bispo substituiu na reunião o ex-secretário de Desestatização, Salim Mattar, que pediu demissão nessa terça-feira (11). Ele afirmou que será feito um estudo técnico nos galpões no IBC. "Quanto ao Teatro Carmélia, estamos preparando, o mais rápido possível, a cessão não onerosa para o Espírito Santo, devolvendo à população a possibilidade de um desenvolvimento cultural", afirmou, lamentando a situação atual do espaço cultural, hoje abandonado pela gestão de Luciano Rezende (Cidadania), mas contando em parte de seu espaço com instalações onde funciona a TVE, empresa pública estadual.

Inaugurado em 1986 no governo de Gerson Camata em plena reabertura democrática, o Carmélia, que homenageia uma das mais destacadas cronistas capixabas, representou um marco para atividades culturais no Estado, contando com um dos mais importantes teatros do Espírito Santo, sala de cinema, galerias de arte, biblioteca e outros espaços.

A defesa do Carmélia contra a transformação em galpões para armazenamento foi feita por artistas nas últimas semanas, incluindo um ato em frente ao local no último dia 4 de agosto. A questão da venda do IBC, também reivindicada pela comunidade de Jardim da Penha e sociedade em geral, foi tema de duas audiências públicas nas últimas semanas na Câmara Municipal de Vitória. A ligação entre os imóveis se dava porque o governo federal pretendia ainda este ano leiloar os Galpões do IBC para iniciativa privada e direcionar os alimentos ali armazenados para o espaço do Centro Cultural Carmélia.

Divulgação

'É um deboche com a cultura capixaba transformar o Carmélia num depósito'

Artistas e produtores se articulam contra intenção do governo federal no espaço cultural que foi dos mais importantes do Estado
https://www.seculodiario.com.br/cultura/e-um-deboche-com-a-cultura-capixaba-transformar-o-carmelia-num-deposito

Movimento cultural protesta pela revitalização do Carmélia

Ato é contra a transformação do espaço cultural em armazém e cobra do poder público em todas esferas
https://www.seculodiario.com.br/cultura/movimento-cultural-protesta-pela-revitalizacao-do-carmelia

Arquitetos pedem paralisação do leilão dos galpões do IBC

IAB e moradores de Jardim da Penha consideram que espaço a ser leiloado pelo governo federal deve atender interesse público
https://www.seculodiario.com.br/cultura/arquitetos-pedem-paralisacao-do-leilao-dos-galpoes-do-ibc

Defensor público pede consulta popular sobre galpões do IBC

Em audiência na Câmara de Vitória, Vinícius Lamego sugeriu consulta vinculante sobre destino de imóveis públicos
https://www.seculodiario.com.br/cidades/defensor-pede-consulta-publica-sobre-galpoes-do-ibc

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários: 1

Roberto Andrade em Quinta, 13 Agosto 2020 11:21

Já no Governo Vitor Buaiz, quando a TVE foi instalada no espaço, havia a proposta da proposta da criação do Centro Multimídia. Inclusive com o aproveitamento das produções para exibição ao vivo na TVE. Infelizmente, nada avançou desde então, ao contrário.

Já no Governo Vitor Buaiz, quando a TVE foi instalada no espaço, havia a proposta da proposta da criação do Centro Multimídia. Inclusive com o aproveitamento das produções para exibição ao vivo na TVE. Infelizmente, nada avançou desde então, ao contrário.
Visitante
Sábado, 10 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection