Segunda, 18 Outubro 2021

Secult abre inscrições para Edital de Chamamento para Eventos

TICUMBI_secult Secult

A Secretaria Estadual de Cultura (Secult) publicou, nesta segunda-feira (2), o Edital de Chamamento para Eventos, que tem como foco organizações da sociedade civil que queiram realizar eventos culturais no Espírito Santo. Aquelas que tiverem seus projetos habilitados, poderão receber apoio financeiro de até R$ 150 mil para atividades online ou semipresenciais. As inscrições podem ser feitas até 31 de agosto, pela plataforma Mapa Cultural.

A divulgação do resultado será em 27 de setembro. Um dos objetivos, de acordo com a Secult, é dar oportunidade de a sociedade participar de atividades gratuitas, com respeito às medidas sanitárias. Os eventos devem ser realizados entre outubro deste ano e junho de 2022, podendo ser festivais, festas tradicionais, feiras, encontros, exposições e mostras com manifestações artístico-cultural, que tenham, obrigatoriamente, finalidade pública, e sejam realizados nos municípios capixabas de forma gratuita.

As Organizações da Sociedade Civil poderão ser contempladas com apenas um projeto aprovado, nas áreas de eventos temáticos ou de cultura popular. Os eventos que valorizem a cultura popular capixaba poderão ser totalmente financiados pela Secult, se custarem até R$ 80 mil. Já os eventos temáticos relacionados a outras expressões artísticas poderão ter até metade dos custos financiados pelo Governo do Estado, desde que o montante não ultrapasse R$ 150 mil.

Entre as propostas consideradas como de finalidade cultural pelo edital estão as que contemplem áreas artísticas como artes visuais, artes cênicas, música, arte urbana, literatura, audiovisual, manifestações da cultura popular e tradicional, patrimônio cultural e economia criativa. Também constam as que promovam a valorização, a preservação e a fruição do patrimônio cultural material e imaterial do Estado, como os bens tombados, sítios históricos e arqueológicos e bens registrados.

No caso das propostas que envolvam os povos e comunidades tradicionais, de acordo com o edital, mestres e detentores das manifestações culturais populares e tradicionais devem ser, preferencialmente, os protagonistas dos eventos ou, pelo menos, deverão oferecer sua anuência às propostas. Além disso, as propostas que não atenderem às determinações e recomendações do poder público para combate ao Covid-19 serão eliminadas.

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 18 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/