Domingo, 14 Julho 2024

Diretoria indicada por Rizk na OAB de Viana gera protestos

advogadosviana_divulgacao Divulgação
Divulgação

Um grupo de advogados de Viana, representando os quase 150 profissionais do município, protestou contra a imposição dos nomes para compor a diretoria da subseção da cidade (a 22ª) por parte do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-ES), José Carlos Rizk Filho. Toda a diretoria foi nomeada, sem eleições, provocando insatisfação entre os advogados, que querem um processo democrático para a escolha de seus representantes.

Essa movimentação se relaciona, diretamente, com a eleição do presidente da OAB-ES, em novembro, e com a indicação do nome para preenchimento da vaga de desembargador no Tribunal de Justiça do Estado (TJES). Rizk tenta um terceiro mandato e enfrenta adversários influentes na categoria.

A advogada Rosimere Paradela afirma que "o presidente Rizk vem adotando uma postura ditatorial com a advocacia que se colocou na oposição: afinal, seu "governo" é para poucos", e ressalta: "após ser vencido pela Subseção de Cariacica, iniciou um boicote financeiro, não realizando os repasses obrigatórios, fechando as salas de apoio nos fóruns, deixando até mesmo de pagar as contas de luz da sede".

Para ela, "tudo por 'birra' política, mas sem se importar que estava prejudicando toda a advocacia capixaba, afinal, as salas não são apenas utilizadas pela diretoria oposição".

Rosimere explica que "todos nós, advogados, fomos pegos de surpresa com o desmembramento de Cariacica e Viana, criando a 22° subseção de Viana, com nomeações de pessoas que nunca pisaram em Viana, não conhecem a realidade".

Ela diz que se sente traída, enganada e extremamente prejudicada. "A advocacia de Viana está à deriva, não temos acesso a nada, nem mesmo sabemos o posicionamento da diretoria nomeada de forma unilateral, sobre as questões básicas".

Os profissionais alegam que na fundação das subseções de Domingos Martins (20ª) e Pinheiros (21ª), houve eleições normalmente. Em Pinheiros, a chapa de oposição ao presidente da Ordem saiu vencedora, o que, afirmam, fez com que Rizk impusesse a diretoria de Viana, por receio de perder outra vez. Acrescentam os manifestantes que membros da diretoria nomeada por Rizk ocupam cargos ad nutum, os chamados cargos comissionados, o que os impedem de assumir cargos na Ordem dos Advogados.

Veja mais notícias sobre Justiça.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 15 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/