Sexta, 22 Outubro 2021

'Bolsonaristas têm sangue nas mãos'

bolsonaristas_faixa_capa_haimon_verly Haimon Verly

Manifestantes antifascistas realizaram uma ação neste domingo (11) em resposta à Marcha da Família Cristã pela Liberdade, convocada por movimentos de extrema-direita, que saíram em carreata da Praça do Papa, em Vitória. Ao chegarem no vão da Terceira Ponte, próximo ao Shopping Vitória, os carros foram interceptados pela manifestação antifascista, que trazia à frente uma faixa com o dito: Bolsonaristas têm sangue nas mãos".

Haimon Verly

A Polícia Militar e a Guarda Municipal se mantiveram entre as duas manifestações e controlaram o fluxo dos carros. O ato anfascista pegou de surpresa a carreata trazendo faixas e palavras de ordem, enquanto os carros buzinavam e levavam bandeiras do Brasil.

Entre os dois lados houve palavras de insultos, mas sem incidentes graves. O vídeo abaixo, publicado pelo Mídia Ninja ES, registrou o momento em que a polícia interveio para liberar a pista em meio a gritos dos manifestantes, que diziam "64 não vai voltar, somos democracia com o poder popular", em referência ao golpe civil-militar que desatou a ditadura em 1964, e contou com apoio de atos de setores das classes dominantes e lemas parecidos com os defendidos pelos manifestos bolsonaristas atuais.

"Esse ato hoje é importante para demarcar que tem disputa nas ruas, que estamos aqui e que eles não estão sozinhos nas ruas, chamando por golpe e intervenção militar. Esses fascistas estão se declarando cada vez mais, fazendo seus gestos nazistas, representando a posição do bolsonarismo, empresários e da polícia", disse um dos manifestantes,. que preferiu não se identificar. "Nós precisamos mostrar a nossa voz, a nossa força e a nossa posição. Enquanto eles estiverem nas ruas, nós vamos estar também", disse.

No alto de um dos trios elétricos que acompanhava a carreta com uma bandeira monarquista, estava o ex-senador Magno Malta (PL). O ato foi convocado pelo Movimento Conservador do Espírito Santo e pelo grupo Resgate Brasil, com saída às 12h30 da Praça do Papa evocando Deus, Família, Pátria e Liberdade, alegando o "cerceamento de liberdades individuais e religiosas, a liberdade de culto e o direito ao trabalho" devido às medidas adotadas para evitar a propagação do novo coronavírus no momento mais crítico da pandemia no país.

Em março, outro ato de apoiadores de Bolsonaro terminou na casa da mãe do governador Renato Casagrande, uma senhora de 88 anos, o que provocou inúmeras críticas, incluindo uma nota de repúdio da Assembleia Legislativa do Espírito Santo.

Quanto ao movimento antifascista, o ato deste domingo foi o segundo desde o início da pandemia. O primeiro aconteceu em maio de 2020, além de outras intervenções feitas em grupos menores pelas ruas.

Antifascistas realizam ato pela democracia em Vitória

Com cartazes, bandeiras e palavras de ordem, grupo foi até a Praça do Papa neste domingo, onde ocorria manifestação bolsonarista
https://www.seculodiario.com.br/politica/antifascista-realizam-ato-pela-democracia-em-vitoria

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 8

Seu Madruga em Segunda, 12 Abril 2021 13:11

Sou extrema-direita, fascista, maquinista, etc, podem me elogiar assim, mas não me chamem de petista que é sinônimo de ladrão e nem esquerda, isso sim é xingamento grave, o pai dessa turma, o nove dedos, ele sim tem sangue nas mãos com os milhões desviados da educação, saúde, segurança etc. Ladrões PTRALHAS.

Sou extrema-direita, fascista, maquinista, etc, podem me elogiar assim, mas não me chamem de petista que é sinônimo de ladrão e nem esquerda, isso sim é xingamento grave, o pai dessa turma, o nove dedos, ele sim tem sangue nas mãos com os milhões desviados da educação, saúde, segurança etc. Ladrões PTRALHAS.
Marlete Leite em Quarta, 09 Junho 2021 20:09

Prezado, que coisa triste a sua ignorância . O Brasil foi descoberto no ano de 1500. O que aconteceu até hoje no Brasil ,? Muita coisa.....
Vou contar o que está acontecendo no ES com relação a Petrobras.
A base da Petrobras localizada em São Mateus está abandonada...... Vou contar uma história.
O polo de Cricaré é uma área de produção de gás e Petróleo localizada no Norte do Espírito .A Petrobras fechou a venda do polo no dia 27.08.2020.
No ano 2020 entre janeiro e junho o polo teve uma produção média de 1,7 mil barris Petróleo e 24 mil m3 por dia de gás. O polo Cricaré compreende 27 campos terrestres que estão localizados no Estado Espírito Santo nos municípios de São Mateus, Jaguaré, Linhares e Conceição da Barra.
No dia 27.08.2020 a Petrobras fechou a venda do Polo Cricaré pelo valor de R$ 155 milhões de dólares para a empresa karavan O&G 51% participação- lembrando que ela é uma empresa de consultoria localizada no RJ onde capital social é de R$ 100.000,00. Os outros 49% foi adquirido pela empresa Seacrest Capital Group Limited. Sua sede está localizada no paraíso fiscal Bahamas ou seja é um território onde as transações financeiras são autorizadas sem identificar as pessoas envolvidas ou poucas informações sobre elas, com tributações reduzidas ou nulas.O problema começa quando a Karavan com Capital social R$ 100.000,00 sem nenhum compromisso de investimento no ES.
No ano passado foi vendida a Liquigás que era da Petrobras. A Petrobras criou a Liquigás na época para regular o preço do gás de cozinha.Bolsonaro e Guedes justificou a venda prometendo que o gás ficaria 30% mais em conta. O que aconteceu ? O preço do gás disparou.
Eu aceito qualquer um que assuma o governo 2023 mesmo o Bolsonaro. Bolsonaro está destruindo, meio ambiente, saúde, educação, etc. No governo Bolsonaro, se alguém ousar fazer alguma denuncia ele manda demitir ou transfere do posto de trabalho. Por isso que até agora a impressão é que não tem corrupção no governo.
Já começou a ponta do iceberg .: Renogiacao com a Petrobras de aluguel de um terreno do empresário Bolsonarista Otávio Fakhoury. Um acordo elevado o valor do negócio de R$ 30.000,00 mensais para R$110 mil em um primeiro momento e, de pois , para R$ 150 mil. Fonte pesquisa folha de São Paulo dia 07.06.2021.


Prezado, que coisa triste a sua ignorância . O Brasil foi descoberto no ano de 1500. O que aconteceu até hoje no Brasil ,? Muita coisa..... Vou contar o que está acontecendo no ES com relação a Petrobras. A base da Petrobras localizada em São Mateus está abandonada...... Vou contar uma história. O polo de Cricaré é uma área de produção de gás e Petróleo localizada no Norte do Espírito .A Petrobras fechou a venda do polo no dia 27.08.2020. No ano 2020 entre janeiro e junho o polo teve uma produção média de 1,7 mil barris Petróleo e 24 mil m3 por dia de gás. O polo Cricaré compreende 27 campos terrestres que estão localizados no Estado Espírito Santo nos municípios de São Mateus, Jaguaré, Linhares e Conceição da Barra. No dia 27.08.2020 a Petrobras fechou a venda do Polo Cricaré pelo valor de R$ 155 milhões de dólares para a empresa karavan O&G 51% participação- lembrando que ela é uma empresa de consultoria localizada no RJ onde capital social é de R$ 100.000,00. Os outros 49% foi adquirido pela empresa Seacrest Capital Group Limited. Sua sede está localizada no paraíso fiscal Bahamas ou seja é um território onde as transações financeiras são autorizadas sem identificar as pessoas envolvidas ou poucas informações sobre elas, com tributações reduzidas ou nulas.O problema começa quando a Karavan com Capital social R$ 100.000,00 sem nenhum compromisso de investimento no ES. No ano passado foi vendida a Liquigás que era da Petrobras. A Petrobras criou a Liquigás na época para regular o preço do gás de cozinha.Bolsonaro e Guedes justificou a venda prometendo que o gás ficaria 30% mais em conta. O que aconteceu ? O preço do gás disparou. Eu aceito qualquer um que assuma o governo 2023 mesmo o Bolsonaro. Bolsonaro está destruindo, meio ambiente, saúde, educação, etc. No governo Bolsonaro, se alguém ousar fazer alguma denuncia ele manda demitir ou transfere do posto de trabalho. Por isso que até agora a impressão é que não tem corrupção no governo. Já começou a ponta do iceberg .: Renogiacao com a Petrobras de aluguel de um terreno do empresário Bolsonarista Otávio Fakhoury. Um acordo elevado o valor do negócio de R$ 30.000,00 mensais para R$110 mil em um primeiro momento e, de pois , para R$ 150 mil. Fonte pesquisa folha de São Paulo dia 07.06.2021.
EDMAR DE AZEVEDO NUNES em Segunda, 12 Abril 2021 19:30

OS ESQUERDISTAS ADORAM CHAVES, MADURO, FIDEL, RAUL, CHE, LENIN, STLAIN, TROKSTY, ENGLES, O KOREANO, EVO, CORREIA, CRISTINA, O LADRÃO DO LULA 171, comemoraram os 100 anos do partido COMUNISTA na câmara que matou mais de 30 milhões de pessoas. E tem a cara de pau de com a ajuda da com imprensa partidária chamar os ligados a BOLSONARO de facistas, esse discurso não cola mais. Nós agora temos régua para medir as ações nefastas da turma que ficou 8 de FHC,14 dos petralhas 171 e 2 do vampiro Temer. VIVA O BRASIL VERDE E AMARELO. ESPERO QUE ESSE PENSAMENTO NÃO SEJA CENSURADO POIS E3STAMOS AGORA NUMA VERDADEIRA DEMOCRACIA E NÃO AQUELA QUE FOI COMPRADA PELO FRANKLIN MARTINS. VAMOS PUBLICAR QUERO DEMOCRACIA O DIREITO DE ESCREVER. SENÃO EU VOU PARA CUBA E VENEZUELA ONDE TEM "DEMOCRACIA''. VIVA O DIREITO DE LIBERDADE

OS ESQUERDISTAS ADORAM CHAVES, MADURO, FIDEL, RAUL, CHE, LENIN, STLAIN, TROKSTY, ENGLES, O KOREANO, EVO, CORREIA, CRISTINA, O LADRÃO DO LULA 171, comemoraram os 100 anos do partido COMUNISTA na câmara que matou mais de 30 milhões de pessoas. E tem a cara de pau de com a ajuda da com imprensa partidária chamar os ligados a BOLSONARO de facistas, esse discurso não cola mais. Nós agora temos régua para medir as ações nefastas da turma que ficou 8 de FHC,14 dos petralhas 171 e 2 do vampiro Temer. VIVA O BRASIL VERDE E AMARELO. ESPERO QUE ESSE PENSAMENTO NÃO SEJA CENSURADO POIS E3STAMOS AGORA NUMA VERDADEIRA DEMOCRACIA E NÃO AQUELA QUE FOI COMPRADA PELO FRANKLIN MARTINS. VAMOS PUBLICAR QUERO DEMOCRACIA O DIREITO DE ESCREVER. SENÃO EU VOU PARA CUBA E VENEZUELA ONDE TEM "DEMOCRACIA''. VIVA O DIREITO DE LIBERDADE
Paulo Cesar Vieira em Terça, 13 Abril 2021 00:22

A esquerda não para de passar vergonha.Contei uns 30 mortadelas pagos para fazer um protesto ridículo desses e falar em resistência é brincadeira. Em 2022 serão esmagados pelo voto popular´. Preparem a fraude pois a cada nova tentativa o fracasso é visível.

A esquerda não para de passar vergonha.Contei uns 30 mortadelas pagos para fazer um protesto ridículo desses e falar em resistência é brincadeira. Em 2022 serão esmagados pelo voto popular´. Preparem a fraude pois a cada nova tentativa o fracasso é visível.
Mauro em Terça, 13 Abril 2021 14:30

Tinha que tacar gás nesse bando de mortadelas..

Tinha que tacar gás nesse bando de mortadelas..
Patrícia de Azevedo em Quarta, 14 Abril 2021 12:49

O ÓDIO QUE DIVIDE E UNIFICA.

O Brasil, diferentemente do que discorre alguns estudiosos principalmente na área da Sociologia, é uma sociedade extremamente violenta e pouco afeita ao contraditório e à democracia.
A história pretérita brasileira é a narrativa dos massacres, da escravidão, da imposição e do cabresteamento social que Darcy Ribeiro denunciava em sua obra O povo brasileiro como uma ordem social sagrada, imutável e secular.
Este ódio é intrínseco na manipulação política que serve para as polarizações se autossustentarem, afinal, se não existisse coxinha fascista, não existiria esquerdista comunista. Um depende do outro para sobreviver.
Esta polarização descortina toda passionalidade e grau de patologia que as decisões são tomadas e as ações executadas não providas de racionalidade e tão pouco de conhecimento. São essencialmente a anulação de um ou outro, porquanto eu só posso existir se o outro não existir, contudo eu só existo, porque o outro justifica a minha existência.
É exatamente por este sentido que o ódio que divide ao mesmo tempo unifica, pois polariza, diminui substancialmente os horizontes pela falta de diálogo, por não ponderar, por não aceitar o contraditório e por não admitir reflexões.
Sociedades polarizadas ao extremo ratificam o grau de rupturas aos quais são submetidas, como no caso mais recente, a Síria e sua guerra civil. No Brasil o caso mais exemplar foi a ditadura militar, dentre outros episódios ao longo da história.
Nossa intolerância cultiva uma sociedade violenta, agressiva e irracional. Em nome de nossas impolutas e castas intenções cometemos atrocidades, justificamos o injustificável, enfim, o corrupto, o desonesto e a erva daninha da sociedade estão apenas no meus antagônicos que pensam diferente de mim e que ousam, inadvertidamente, serem diferentes.
Olvidam-se de que a ética, a decência e a dignidade são ambidestras, e que visões diferentes engrandecem o debate e a busca de uma melhor solução para nossa sociedade.
Mas a necessidade de odiar, de se contrapor, de eliminar, de fazer valer apenas unicamente a minha visão de mundo, a minha opinião sagrada, a eleger o meu casto e pudico candidato é o que vale e é o que está certo e, qualquer outra forma, é adjeta, repulsiva e reprovável.
Esta polarização, o semear deste ódio, irracionaliza a sociedade e trava o seu desenvolvimento, interrompendo nosso processo civilizatório, atrofiando e massacrando a sociedade brasileira.
Será que a edificação da conceituação de olho por olho, dente por dente, trará algum benefício?
A escalada da intolerância e da agressividade será fecunda para nossa evolução?
A irracionalidade somada ao culto da ignorância e a bestializarão social resolverá nossos seculares problemas?
Para finalizar o ódio unificador da polarização está destruindo o Brasil. A insciência e a absurdez têm contaminado gravemente nossos horizontes e isso é lamentável.
Henrique Matthiesen
Bacharelem direito.
Pós-graduado em Sociologia.

O ÓDIO QUE DIVIDE E UNIFICA. O Brasil, diferentemente do que discorre alguns estudiosos principalmente na área da Sociologia, é uma sociedade extremamente violenta e pouco afeita ao contraditório e à democracia. A história pretérita brasileira é a narrativa dos massacres, da escravidão, da imposição e do cabresteamento social que Darcy Ribeiro denunciava em sua obra O povo brasileiro como uma ordem social sagrada, imutável e secular. Este ódio é intrínseco na manipulação política que serve para as polarizações se autossustentarem, afinal, se não existisse coxinha fascista, não existiria esquerdista comunista. Um depende do outro para sobreviver. Esta polarização descortina toda passionalidade e grau de patologia que as decisões são tomadas e as ações executadas não providas de racionalidade e tão pouco de conhecimento. São essencialmente a anulação de um ou outro, porquanto eu só posso existir se o outro não existir, contudo eu só existo, porque o outro justifica a minha existência. É exatamente por este sentido que o ódio que divide ao mesmo tempo unifica, pois polariza, diminui substancialmente os horizontes pela falta de diálogo, por não ponderar, por não aceitar o contraditório e por não admitir reflexões. Sociedades polarizadas ao extremo ratificam o grau de rupturas aos quais são submetidas, como no caso mais recente, a Síria e sua guerra civil. No Brasil o caso mais exemplar foi a ditadura militar, dentre outros episódios ao longo da história. Nossa intolerância cultiva uma sociedade violenta, agressiva e irracional. Em nome de nossas impolutas e castas intenções cometemos atrocidades, justificamos o injustificável, enfim, o corrupto, o desonesto e a erva daninha da sociedade estão apenas no meus antagônicos que pensam diferente de mim e que ousam, inadvertidamente, serem diferentes. Olvidam-se de que a ética, a decência e a dignidade são ambidestras, e que visões diferentes engrandecem o debate e a busca de uma melhor solução para nossa sociedade. Mas a necessidade de odiar, de se contrapor, de eliminar, de fazer valer apenas unicamente a minha visão de mundo, a minha opinião sagrada, a eleger o meu casto e pudico candidato é o que vale e é o que está certo e, qualquer outra forma, é adjeta, repulsiva e reprovável. Esta polarização, o semear deste ódio, irracionaliza a sociedade e trava o seu desenvolvimento, interrompendo nosso processo civilizatório, atrofiando e massacrando a sociedade brasileira. Será que a edificação da conceituação de olho por olho, dente por dente, trará algum benefício? A escalada da intolerância e da agressividade será fecunda para nossa evolução? A irracionalidade somada ao culto da ignorância e a bestializarão social resolverá nossos seculares problemas? Para finalizar o ódio unificador da polarização está destruindo o Brasil. A insciência e a absurdez têm contaminado gravemente nossos horizontes e isso é lamentável. Henrique Matthiesen Bacharelem direito. Pós-graduado em Sociologia.
Serpa em Sexta, 14 Mai 2021 19:33

A população tem sangue nas mãos. Chega de bandidos e ursupadores dos cofres publicos. Dilapidaram o país e roubaram o povo brasileiro. E não querem sangue nas mãos?

A população tem sangue nas mãos. Chega de bandidos e ursupadores dos cofres publicos. Dilapidaram o país e roubaram o povo brasileiro. E não querem sangue nas mãos?
Marlete Leite em Quarta, 09 Junho 2021 20:17

Pelo comentários de alguns, percebo que são pessoas amargas e infelizes e que levam os seus recalques para políticas. Talvez foi a própria família que ensinou a não respeitar ninguém que não pensa igual.

Pelo comentários de alguns, percebo que são pessoas amargas e infelizes e que levam os seus recalques para políticas. Talvez foi a própria família que ensinou a não respeitar ninguém que não pensa igual.
Visitante
Sexta, 22 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/