Sexta, 21 Janeiro 2022

Rodrigo Pacheco promete pautar piso da enfermagem ainda este mês

rodrigo_pacheo__roque_de_sa_agencia_senado Roque de Sá/Agência Senado
Breno Esaki/Agência Saúde

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), sinaliza que o Projeto de Lei 2564, que institui o piso salarial da enfermagem, será votado antes do fim do ano. Em conversa com Fabiano Contarato (Rede), autor do PL, Pacheco prometeu pautar a matéria ainda em novembro. No Espírito Santo, o sindicato é contra os recentes acordos que propõem a redução dos valores e a desvinculação da jornada de 30 horas.

"Atenção Enfermagem! Hoje conversei com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, que me garantiu que o nosso PL 2564, instituindo o piso salarial nacional da enfermagem, vai ser pautado para votação ainda neste mês de novembro, uma vez mantido o acordo entre os líderes partidários. Seguimos na luta!", disse Contarato nesta sexta-feira (5), nas redes sociais.

No fim de outubro, entidades do Fórum Nacional de Enfermagem promoveram uma articulação em Brasília para que o projeto fosse colocado em pauta. Entidades como a Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE), a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde (CNTS) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social (CNTSS) se encontraram com parlamentares para discutir a matéria.

O que se tem até então é a tentativa de votação de um texto diferente do que foi proposto por Contarato. Após a mobilização, a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) apresentou uma nova proposta, com um piso de R$ 4.750 para Enfermeiros, 70% desse valor para Técnicos de Enfermagem (R$3.325) e 50% (R$ 2.375) para Auxiliares de Enfermagem.

A proposta inicial era um piso de R$ 7,3 mil mensais para enfermeiros, de R$ 5,1 mil para técnicos de enfermagem, e de R$ 3,6 mil para auxiliares e parteiras, com o estabelecimento de uma jornada de 30 horas semanais para os enfermeiros. A proposta da senadora Eliziane sugere a desvinculação da jornada de 30 horas semanais, com votação apenas do piso salarial no Senado.

Em uma nota publicada na última quarta-feira (03), o Sindicato dos Enfermeiros do Espírito Santo (Sindienfermeiros-ES) manifestou preocupação com a situação. "Caso esse PL seja aprovado, os enfermeiros que optarem por não aceitar a redução do valor, em especial desvinculado das 30 horas, em locais onde não existem jornada de 30 horas estabelecida, passariam a receber R$4.750 por 44 horas semanais. Salvaguardando os servidores públicos que recebem mais do que esse valor, entretanto, poderiam ter salários congelados sem reajuste como já acontece na prática de alguns municípios e estados", disse a entidade.

O sindicato também aponta para a ameaça de demissões em contratos, em situações em que o profissional receba acima do piso proposto e não tenha estabilidade. "Diante desse quadro, o Sindienfermeiros-ES cumprindo com o seu papel e honrando seu compromisso pela valorização e dignidade do profissional enfermeiro, reitera que manterá o posicionamento deliberado nas duas Assembleias realizadas, pela manutenção do texto original do PL2564/2020. E mesmo que o PL seja aprovado com essa Emenda da Senadora Eliziane Gama, o Sindienfermeiros-ES não vai chancelar esse retrocesso", declarou o sindicato.

A demora para inserir o projeto em pauta já incomoda os enfermeiros, que não viram o texto ser votado mesmo com o apoio da maioria dos senadores. Em julho, em um pronunciamento no plenário, Contarato, chegou a fazer um apelo para que a matéria fosse apreciada antes do recesso parlamentar, o que não ocorreu.

"Eu queria pedir a vossa excelência que tenha essa sensibilidade para não remeter esse PL para as comissões. Vamos dar uma resposta a esses enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem", disse Contarato a Rodrigo Pacheco na ocasião, exaltando o trabalho da categoria também durante a pandemia.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários: 9

CharlesHaro em Terça, 09 Novembro 2021 15:13

Na verdade o piso da enfermagem para o valor de r$7.350,00 já esta defasado relativo a economia brasileira e frente à dolarização de tudo no Brasil. Ainda querem baixar. Mais que justo uma proposta melhor que essa.

Na verdade o piso da enfermagem para o valor de r$7.350,00 já esta defasado relativo a economia brasileira e frente à dolarização de tudo no Brasil. Ainda querem baixar. Mais que justo uma proposta melhor que essa.
Denis camargo em Quinta, 11 Novembro 2021 16:15

Eu sou tecnico de enfermagem a 12 anos,ja vivi e presenciei pede tudo nessa vida...e o unico reconhecimento q eu tive ate agora foi so cobranças e mais nada....damos nossas caras a tapa...nossas vidas por pessoas q nem conhecemos...nunca cobramos nada.....fazemos o impossivel pelo nosso hospital e por nossa cidade....Eu vi muitos amigos morrerem e quase vi minha namorada morrer por causa desse viros ....hj eu vejo q ainda existe uma minoria qé contra a um salario digno p a essa categoria q em nenhum momento parou ....porque sabia q vcs precisavam de nois ....olhem somente p esses ultimos anos e falam se nao merecemos...nao estou aqui p atacar ninguem....somente pedir p q olhem por nos ....somos mais q merecedores....

Eu sou tecnico de enfermagem a 12 anos,ja vivi e presenciei pede tudo nessa vida...e o unico reconhecimento q eu tive ate agora foi so cobranças e mais nada....damos nossas caras a tapa...nossas vidas por pessoas q nem conhecemos...nunca cobramos nada.....fazemos o impossivel pelo nosso hospital e por nossa cidade....Eu vi muitos amigos morrerem e quase vi minha namorada morrer por causa desse viros ....hj eu vejo q ainda existe uma minoria qé contra a um salario digno p a essa categoria q em nenhum momento parou ....porque sabia q vcs precisavam de nois ....olhem somente p esses ultimos anos e falam se nao merecemos...nao estou aqui p atacar ninguem....somente pedir p q olhem por nos ....somos mais q merecedores....
Vera em Segunda, 15 Novembro 2021 15:27

Eu sou Técnica de enfermagem, trabalho há 24 anos em hospitais públicos do Estado PE, com pacientes de Hanseníase e e outro em emergência geral com todos os tipos de doenças mais contagiosas que chegam lá .
Mas o nosso vencimento de servidora concursada é a maior vergonha e desrespeito no Brasil R$ 990,00 reais, sem direito a insalubridade ou risco de vida, sem adicional noturno, etc.
E várias vezes tive acidente de trabalho por falta de materiais de EPI e afastamento por doenças , um absurdo !
E ainda existe senadora querendo fazer acordo de salário

Eu sou Técnica de enfermagem, trabalho há 24 anos em hospitais públicos do Estado PE, com pacientes de Hanseníase e e outro em emergência geral com todos os tipos de doenças mais contagiosas que chegam lá . Mas o nosso vencimento de servidora concursada é a maior vergonha e desrespeito no Brasil R$ 990,00 reais, sem direito a insalubridade ou risco de vida, sem adicional noturno, etc. E várias vezes tive acidente de trabalho por falta de materiais de EPI e afastamento por doenças , um absurdo ! E ainda existe senadora querendo fazer acordo de salário
Amelia Freire Formiga em Terça, 16 Novembro 2021 16:30

Eu sou da Paraiba,tenho 41 anos de estado...trabalho de auxiliar de enfefmagem,ainda nativa esperando por esse piso.Deus tenha misericordia de nós!!!!

Eu sou da Paraiba,tenho 41 anos de estado...trabalho de auxiliar de enfefmagem,ainda nativa esperando por esse piso.Deus tenha misericordia de nós!!!!
dayane em Segunda, 22 Novembro 2021 09:38

Ele terá! em nome de Jesus esse piso será aprovado. Vocês trabalham
demais e merece melhor reconhecimento por isso.

Ele terá! em nome de Jesus esse piso será aprovado. Vocês trabalham demais e merece melhor reconhecimento por isso.
Vera Lúcia Barreto de Araújo em Quarta, 17 Novembro 2021 13:21

Salário digno para enfermagem já somos mais que merecedores

Salário digno para enfermagem já somos mais que merecedores
CINTIA DIEDRICH em Quarta, 17 Novembro 2021 23:44

Se nem a pandemia mobilizou os senadores, nada mais mobiliza... Triste

Se nem a pandemia mobilizou os senadores, nada mais mobiliza... Triste
Maria de Fátima Rodrigues da Silva em Quinta, 18 Novembro 2021 13:48

Sou técnica em enfermagem a 38 anos esperando essa votação para me aposentar, vamos decidam por nós precisamos muito.

Sou técnica em enfermagem a 38 anos esperando essa votação para me aposentar, vamos decidam por nós precisamos muito.
Alessandro Melo em Segunda, 29 Novembro 2021 12:52

Sou técnico de enfermagem desde 2006 e não vejo a hora dessa lei sair do papel merecemos um salario digno.

Sou técnico de enfermagem desde 2006 e não vejo a hora dessa lei sair do papel merecemos um salario digno.
Visitante
Sexta, 21 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/