Quinta, 25 Abril 2024

Sedu irá romper contrato com empresa que atrasou salário de terceirizados

fachada_sedu_divulgacao Divulgação/Sedu

A Secretaria Estadual de Educação (Sedu) irá romper o contrato com a Conservo, empresa que presta serviço de limpeza nas escolas da rede estadual de ensino. O contrato terminaria em março, mas como a empresa tem atrasado o salário dos trabalhadores terceirizados, a pasta decidiu pelo rompimento. O processo de licitação, segundo Evani dos Santos, presidente do Sindilimpe-ES, sindicato que representa a categoria, está em andamento.

A dirigente sindical informa que a Convenção Coletiva da categoria prevê, nesses casos, o reaproveitamento dos funcionários pela nova empresa a ser contratada, mas não estabelece uma porcentagem. Entretanto, a entidade irá pleitear que todos que quiserem sejam reaproveitados. Evani não acredita que haverá resistência por parte da Sedu quanto a isso, mas que isso pode acontecer com a empresa que ganhar a licitação.

A presidente do Sindilimpe – ES afirma que, normalmente, as empresas reaproveitam cerca de 85% dos funcionários. A Sedu, segundo Evani, irá pagar os trabalhadores até o fim do contrato. A pasta já havia assumido o compromisso de pagar os salários e benefícios atrasados, o que, de acordo com a dirigente sindical, está sendo feito. Faltam apenas alguns poucos para receber, pois, conforme relata, a Conservo ainda não passou para a Secretaria os dados de todos trabalhadores.


A Globo, empresa que presta serviço para as prefeituras de Cariacica, Vila Velha e Viana, na Grande Vitória; Jaguaré, no noroeste; e Anchieta, no sul, estava com o tíquete atrasado, mas resolveu o problema em 12 de dezembro. Nesse mesmo dia, em Anchieta, os trabalhadores que atuam nas escolas municipais e no Pronto-Atendimento do município, como auxiliar de serviços gerais, chegaram a entrar em greve. Os salários, nessas cidades, foram depositados em 9 de dezembro, após o sindicato notificar a empresa e as administrações municipais.

Terceirizados da Sedu passarão o Natal sem salário, tíquete e 13º

São 960 trabalhadores da limpeza nessa mesma situação. A Sedu se comprometeu a pagar nesta sexta, o que não aconteceu
https://www.seculodiario.com.br/direitos/terceirizados-da-sedu-passarao-o-natal-sem-salario-tiquete-e-13-salario

Veja mais notícias sobre Sindicato.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 25 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/