Sexta, 24 Setembro 2021

​'Sola de sapato'

casagrande_inauguracao_rodrigo_araujo_secom Rodrigo Araújo/Secom
Rodrigo Araújo/Secom

Com as peças da disputa de 2022 já em campo na Grande Vitória e interior do Espírito Santo, para marcar território eleitoral, o governador Renato Casagrande (PSB) também aperta cada vez mais o passo do seu projeto de reeleição, em agendas oficiais e inaugurações de obras. O ritmo é intenso e envolve desde anúncios de pacotes vultosos de investimentos, como feito nesta semana nas áreas de agricultura, esportes e projetos estratégicos, a eventos de inauguração de quadras poliesportivas, centros de referência, escolas, rodovias e fábricas – etc., etc. e etc. -, sempre acompanhado de parlamentares que também já estão em movimentação para garantir suas cadeiras no próximo ano. Em poucos dias, sem contar a região metropolitana, Casagrande marcou presença em Rio Novo do Sul, Santa Teresa, Marechal Floriano, Pedro Canário, Pinheiros, Boa Esperança...Nos finais de semana a lista aumenta, a agenda também. Além de obras, algumas esperadas há muitos anos, as visitas têm os tradicionais apertos de mão e conversas com lideranças e moradores. Depois de virar vidraça de alguns setores, incluindo parte do empresariado, em decorrência das medidas restritivas adotadas na pandemia do coronavírus, o governador já entrou na fase de reduzir possíveis danos políticos, com a exposição de ações de sua gestão, numa pauta positiva. Dono da cadeira e da máquina, é o alvo a ser batido, em uma eleição ainda sob efeito "pandêmico", cenário ainda não testado num pleito majoritário. Daqui até 2022, mais do que nunca, é muita estratégia e sola de sapato!

Tabuleiro
Movimentos no interior do Estado, como já dito aqui na coluna, também são feitos pelas lideranças que, por enquanto, têm se mostrado mais ao eleitorado: o presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso (Republicanos), o ex-prefeito da Serra Audifax Barcelos (Rede), e o ex-deputado federal Carlos Manato (sem partido).

'Tá que tá'
No caso de Erick, o deputado criou um projeto de diálogo com vereadores, lideranças, empresários, igreja...e têm circulado pelo Estado, divulgando os slogans "um novo tempo" e "o ES pode mais". Diz ele que passará pelos 78 municípios capixabas.

Só o começo
Já Audifax pegou recentemente a estrada, com o mesmo objetivo. Esta semana o foco foi Cachoeiro de Itapemirim, sul do Estado, com programação extensa. Já passou por outras cidades e, sem dúvida, não para mais.

Oposição
A propósito, no município administrado pelo aliado de Casagrande, Victor Coelho (PSB), reeleito em 2020, quem apareceu ao lado de Audifax foi o candidato da oposição, Diego Libardi (DEM). Apadrinhado do deputado estadual Theodorico Ferraço (DEM), ele foi o principal adversário de Victor, mas não obteve êxito na empreitada. O prefeito foi reeleito com mais de 50% dos votos.

Não mudou
O terceiro nome, Manato, que concorreu em 2018 contra Casagrande, na condição de candidato do presidente Jair Bolsonaro, faz a jogada de reunir os insatisfeitos e a oposição contra o governador. Usa, para isso, as redes sociais, agendas ao lado da mulher, a deputada federal Soraya Manato (PSL), e reuniões com integrantes da ala bolsonarista capixaba. A estratégia de Manato, ao contrário dos demais, é a mesma tem tempo.


Vitrine
Voltando aos eventos de Casagrande, desde que o mundo é mundo, a Secretaria de Esportes entra forte no circuito das inaugurações, tanto que já fez vários quadros políticos e também serviu de trampolim para veteranos conhecidos do mercado. O nome da vez é Júnior Abreu, filiado ao PDT, mas considerado quadro técnico. Lá na frente, quem sabe? A conferir!

Pagou
A concessão pelo governo de Alagoas da recomposição inflacionária de 4,75% aos servidores públicos é mais um reforço na cobrança feita no Estado a Casagrande. O índice considera o acumulado do ano passado e expõe interpretação diferente da feita por aqui em relação à lei federal de socorro aos municípios.

Não pagou
A informação é do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos do Espírito Santo (Sindipúblicos), que na última semana protocolou mais um ofício à gestão estadual, para que seja feita a revisão, que destaca ser uma garantia constitucional. O total das perdas salarias, só no atual governo de Casagrande, soma 12,85%, das 50,88% acumuladas desde 2013.

Nas redes
"É prataaaaaa! Rebeca Andrade, mulher jovem, negra e periférica conquistou a primeira medalha olímpica da ginástica feminina para o Brasil. Ela brilhou com seu "Baile de favela" e emocionou o país. Obrigada, Rebeca!". Vereadora de Vitória Camila Valadão, do Psol.

FALE COM A COLUNA:

Audifax na estrada

Sem mandato e cotado para a disputa de 2022, Audifax sai das redes sociais e começa a rodar o Estado
https://www.seculodiario.com.br/socioeconomicas/audifax-na-estrada

As andanças de Erick

Presidente da Assembleia amplia movimentações no Estado e indica voos mais altos para 2022
https://www.seculodiario.com.br/socioeconomicas/as-andancas-de-erick

Nas internas

Embora com movimentos públicos discretos, Guerino Zanon também coloca gás nas amarrações para o governo em 2022
https://www.seculodiario.com.br/socioeconomicas/nas-internas-1-1

Veja mais notícias sobre Socioeconômicas.

Veja também:

 

Comentários: 1

Agmarcarioca em Quinta, 29 Julho 2021 22:13

Chega da mesmice agora e Sergio Meneguelli melhor politico capixaba

Chega da mesmice agora e Sergio Meneguelli melhor politico capixaba
Visitante
Sexta, 24 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/