Dólar Comercial: R$ 5,27 • Euro: R$ 6,40
Terça, 15 Junho 2021

Apesar do apoio da maioria, 'PL da Enfermagem' não entrou em pauta no Senado

andressabarcelos_coren_ana_salles_ales Ana Salles/Ales

Ao atingir 56 assinaturas de senadores para votação imediata, a expectativa era de que o Requerimento de Urgência 1527/2021, para que seja pautado o Projeto de Lei (PL) 2564/2020, que institui o piso nacional de enfermeiros, auxiliares de enfermagem e parteiras, fosse lido na sessão dessa terça-feira (18) do Senado. Entretanto, isso não aconteceu, o que para a presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo (Coren/ES), Andressa Barcellos, mostra "a força do lobby dos empresários da saúde".

Segundo Andressa, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM/MG), não considerou as assinaturas, jogando a discussão para a reunião do Colégio de Líderes, que acontecerá nesta sexta-feira (21). Para ela, a forma como está sendo tratado o projeto de lei de autoria do senador capixaba Fabiano Contarato (Rede) mostra que a Casa de Leis não representa de fato o povo.

"Há parlamentares que não representam os direitos do povo, se representassem, o projeto já teria entrado em pauta. A não inclusão é uma ação para atender interesses dos empresários da saúde", acredita.

A proposta de Contarato contempla a criação de um piso de R$ 7,3 mil mensais para enfermeiros, de R$ 5,1 mil para técnicos de enfermagem, e de R$ 3,6 mil para auxiliares de enfermagem e parteiras. No caso dos enfermeiros, o valor estabelecido pelo projeto é para 30 horas semanais.

Em suas redes sociais, Contarato recordou que, nesta quinta-feira (20), comemora-se o Dia Nacional do Auxiliar e do Técnico de Enfermagem. "Eles representam milhares de profissionais da saúde que estão arriscando suas vidas na linha de frente do combate à Covid-19. Mais do que parabéns e palmas, vocês merecem dignidade salarial! O melhor presente para essa comemoração é que o PL 2564 seja aprovado. É por isso que vamos continuar lutando pelo piso salarial nacional da enfermagem", garantiu.

Segundo o deputado federal Túlio Gadelha (PSB-PE), em suas redes sociais, o número de assinaturas no Requerimento de Urgência já chegou a 76. "Presidente Rodrigo Pacheco, não seja um inimigo da enfermagem. Já são 76 dos 81 senadores assinando o requerimento de urgência do PL 2564. Apenas o senhor não quer por na pauta", disse. 

Até essa segunda-feira (18), não havia as assinaturas dos senadores Marcos do Val (Podemos) e Rose de Freitas (MDB), mas agora os nomes de ambos constam na lista disponibilizada no site do Senado.

Na Casa, o projeto enfrenta investidas de empresários, entidades e planos de saúde, que alegam "impacto financeiro". As gestões municipais também apontam que, caso seja aprovado, trará "brutal aumento de despesa".

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM), primeiro, encaminhou ofício ao Senado solicitando a não votação do projeto. Posteriormente, em novo documento, afirmou "não ser contrária à valorização destes profissionais", mas continuou afirmando que os municípios não teriam condições de arcar com o pagamento do piso, apontando como solução federalizar as carreiras de enfermeiros, técnicos, auxiliares e parteiras. A associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), presidida pelo prefeito de Cachoeiro de Itapemirim (sul do Estado), Victor Coelho (PSB), assinou ambos os ofícios. 

'Piso salarial para a enfermagem é justo e necessário'

Deputada Janete de Sá defende piso estadual nos mesmos moldes do projeto de Contarato no Senado
https://www.seculodiario.com.br/saude/piso-salarial-para-a-e

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 3

Felipe Dias da Silva em Sexta, 21 Mai 2021 12:34

Pelo amor de Deus! Isso nunca vai ser aprovado até a enfermagem fazer uma greve brutal e total. Só assim eles poderiam ver a importância da enfermagem na vida de todos!!

Pelo amor de Deus! Isso nunca vai ser aprovado até a enfermagem fazer uma greve brutal e total. Só assim eles poderiam ver a importância da enfermagem na vida de todos!!
Delvy Rosana em Sexta, 21 Mai 2021 20:35

Precisamos que está pL 2564 seja aprovada já!. Nossas marcas não são apenas externas, más sim internas de uma luta constante e árdua de todos os dias. Não precisamos implorar para sermos valorizados, não precisamos... Vamos a gerra SIM!!!! ESTAMOS DISPOSTOS A LUTARMOS PELO QUE NUS É DE DIREITO. #APROVAJÁ #SALÁRIODIGNO_ PARA_PROFISSIONAIS_DE_SAÚDE

Precisamos que está pL 2564 seja aprovada já!. Nossas marcas não são apenas externas, más sim internas de uma luta constante e árdua de todos os dias. Não precisamos implorar para sermos valorizados, não precisamos... Vamos a gerra SIM!!!! ESTAMOS DISPOSTOS A LUTARMOS PELO QUE NUS É DE DIREITO. #APROVAJÁ #SALÁRIODIGNO_ PARA_PROFISSIONAIS_DE_SAÚDE
Renato em Sábado, 22 Mai 2021 00:09

Tá, não sabia que Túlio saiu do PDT. Já informei acessória do Deputado citado?

Tá, não sabia que Túlio saiu do PDT. Já informei acessória do Deputado citado?
Visitante
Terça, 15 Junho 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/