Segunda, 15 Agosto 2022

Primeiras 24 mil doses de vacinas pediátricas chegam no Estado nesta quinta

vacinacao_criancas_covid_foto-Helene-Santos-Gov-Ceara Helene Santos/Gov Ceará

O primeiro lote de vacinas da Pfizer contra Covid-19 destinada ao público pediátrico chegarão ao Estado na noite desta quinta-feira (13), segundo anunciou o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes. 

A expectativa é de que na tarde de sexta-feira (14) os imunizantes sejam encaminhados para os municípios e, no sábado (15), poderão ser aplicadas pela "ampla maioria" deles, acredita o gestor. 

Serão 24 mil doses, suficientes para imunizar as crianças indígenas, com comorbidades e com deficiências, além de iniciar a imunização do grupo etário de 11 anos, explicou Nésio Fernandes.

"A vacina é segura, eficaz, passou pelas fases 1, 2 e 3, não é experimental, foi autorizada pela Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária], foi comprada pelo governo federal e distribuída pelo plano nacional de operacionalização de enfrentamento da covid", ressaltou.

O Espírito Santo deve receber cerca de 386 mil doses das vacinas pediátricas da Pfizer, o que equivale a 1,93% do total de 20 milhões de doses comprado pelo governo federal. Ainda não há um calendário definido para as remessas desse total, mas a expectativa do secretário capixaba é de que todas as crianças de cinco a onze anos no Estado recebem a primeira dose até o mês de março. 

Após grande polêmica, o ministro Marcelo Queiroga retirou a obrigação de prescrição médica, inicialmente estabelecida pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). O documento já havia sido banido do planejamento dos estados, conforme comunicado feito pelo Conselho Nacional dos Secretários de Estado da Saúde (Conass).

A chegada dos imunizantes pediátricos acontece a menos de três semanas do início do ano letivo de 2022 no Estado, marcado para o dia três de fevereiro. Em comunicação em suas redes sociais, o secretário Vitor de Angelo afirmou que não haverá adiamento da data para que as crianças cheguem imunizadas nas salas de aula. "As escolas são seguras", garantiu.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 15 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/