Dólar Comercial: R$ 5,27 • Euro: R$ 6,40
Segunda, 02 Agosto 2021

​Congresso capacitará profissionais de Saúde para atendimento a pessoas trans

hucan_divulgacao Divulgação
O Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes (Hucam) realiza, nesta sexta-feira (14), o I Congresso de Diversidade de Gênero do Espírito Santo. O evento online abre a programação da IV Quinzena de Combate à LGBTFobia e pretende capacitar profissionais da Atenção Primária de Saúde para acompanhamento de pessoas transexuais.

O congresso começa às 15h, é aberto ao público e será realizado por meio do Google Meet. As inscrições devem ser feitas por meio do preenchimento de um formulário online.

A Quinzena é organizada pelo Fórum Estadual LGBT, pelo Conselho Estadual LGBT+ e pela Secretaria de Direitos Humanos (SEDH).

O médico Franco Salume, do Hucam, explica que o objetivo do encontro é dar andamento a um projeto que começou em 2018, com a inauguração do Ambulatório de Diversidade de Gênero do Hucam. O local é uma estrutura multidisciplinar, com profissionais de diferentes áreas da Saúde, construída para acolher pessoas transexuais.

O ambulatório é habilitado pelo Ministério da Saúde e foi o quinto do país a oferecer esse tipo de serviço. A estrutura chegou a ofertar cirurgias de redesignação sexual (mudança de sexo), mas os procedimentos foram interrompidos.

Os usuários são atendidos de acordo com a demanda mais urgente, que pode ser clínica, social ou psicológica. Franco afirma, porém, que, por se tratar do único espaço do Estado com esses serviços, o ambulatório acabou não conseguindo atender todas as demandas.

A ideia é que as pessoas que já são atendidas no ambulatório no momento possam ser encaminhadas para a Atenção Primária de Saúde, para que continuem o acompanhamento. "Esse atendimento só pode ser iniciado em um serviço especializado, mas assim que a pessoa tivesse alta, ela iniciaria o acompanhamento na Atenção Primária, permitindo que a gente atendesse um fluxo maior de pacientes", ressalta.

No entanto, para que esse atendimento seja realizado, é necessário que os profissionais estejam capacitados. Esse é o objetivo do congresso, que também quer dar visibilidade às reivindicações da população trans capixaba. "É uma população que não se discute muito na saúde, no direito, nas políticas. É uma população invisível. A gente quer dar para essas pessoas o direito ao atendimento médico digno, porque isso é um direito delas", pontua.

O congresso continua no sábado (15), a partir das 8h30, por meio do Google Meet.

Arte, política e resistência

O I Congresso de Diversidade de Gênero do Espírito Santo é apenas uma da série de programações planejadas para a IV Quinzena de Combate à LGBTFobia. A iniciativa vai até o dia 31 de maio, com atividades que abordam diversas pautas. Este ano o tema do evento é "Com arte e política nossos corpos re (existem): combate à LGBTfobia como estratégia de saúde mental".

O coordenador de formação do fórum Estadual LGBT, João Lucas Côrtes de Sousa, explica que o tema é uma construção coletiva que surgiu após uma reunião aberta entre as instituições e coletivos LGBT+ de todo o Espírito Santo. O encontro abordou as dificuldades que essa população tem enfrentado durante a pandemia do coronavírus.

"Observamos que a arte é a forma que expressamos nossas dores e alegrias. Através dela, damos vazão a nossos sentimentos e compartilhamos com as pessoas. A política é a forma como conseguimos a garantia dos nossos direitos. Acompanhar, fiscalizar e debater os projetos de leis apresentados que atentem contra nossa existência e vivências fazem parte da nossa luta. Assim, chegamos ao entendimento que a arte e a política são fundamentais para a nossa existência e resistência", explica.

Sempre realizados de forma online, os encontros abordarão temas como a criminalização da LGBTFobia, a cultura LGBT no mundo da arte e as vivências desse público no interior do Estado.

Segundo João Lucas, o objetivo é dar visibilidade a temas que não estão sendo abordados por agentes públicos. "Precisamos discutir as vivências, a realidade e as potências da nossa população. Quantas pessoas trans estão trabalhando nos órgãos públicos?", questiona.


CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA

14/5 (sexta-feira)

I Congresso de Diversidade de Gênero do Espírito Santo
Horário: 15h
Plataforma: Google Meet
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Sim

15/5 (sábado)

I Congresso de Diversidade de Gênero do Espírito Santo
Horário: 8h30
Plataforma: Google Meet
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Sim


16/5 (domingo)


Semana Municipal de Combate à LGBTFobia: Live com a ativista Joane Bastos
Tema: Negritude LGBTQIA
Horário: 19h
Plataforma: Instagram Núcleo Pedra
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Não

17/5 (segunda-feira)

Live sobre a criminalização da LGBTFobia

Horário: 16h
Plataforma: Instagram do Coletivo Divergente e da Aliança LGBTI+ do ES
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Sim

Semana Municipal de Combate à LGBTFobia: Live com o ativista dos Direitos Humanos e LGBT, Fábio Veiga
Tema: Movimento LGBT de Cachoeiro de Itapemirim e suas trajetórias
Horário: 19h
Plataforma: Instagram Núcleo Pedra
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Não

18/5 (terça-feira)

Roda de Conversa com a GBT em situação de cárcere
Horário: 10h
Local: Unidade Prisional de Referência (atividade presencial)
Aberto ao público: Não
Inscrição prévia: Não

Live com a vereadora de Vitória Karla Coser
Horário: 18h
Plataforma: Instagram da Aliança LGBTI+ do ES
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Não

Semana Municipal de Combate à LGBTFobia: Bate-papo com jovens do Movimento de Juventude de Terreiro
Tema: Jovens LGBT e as religiões de matrizes africanas
Horário: 19h
Plataforma: Instagram do Núcleo Pedra
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Não


19/5 (quarta-feira)

Os desafios da participação de do controle social nas políticas municipais para o enfrentamento da LGBTIFobia
Horário: 18h
Plataforma: Youtube / Educa Serra
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Não


20/5 (quinta-feira)

Roda de Conversa com a GBT em situação de cárcere
Horário: 10h
Local: Unidade Prisional de Referência (atividade presencial)
Aberto ao público: Não
Inscrição prévia: Não

Roda de acolhimento e debate sobre a cultura e vivência LGBT no mundo da arte: O cinema como forma de resistência e projeção dos corpos LGBT
Horário: 18h
Plataforma: Google Meet
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Não

LGBTFobia e o bem estar da família
Horário: 19h
Plataforma: Facebook Mães pela Diversidade do ES
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Não

21/5 (sexta-feira)

Quebrando Paradigmas: "A arte como estratégia de combate à violência e preconceito à LGBTFobia"
Horário: 19h30
Plataforma: Canal do Youtube do Coletivo FEPNES
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Não

22/5 (sábado)

Vivência LGBTQIA+ no interior
Horário: 14 horas
Plataforma: Facebook do Coletivo LARES Aracruz – Liberdade, Amor e Respeito no Espírito Santo
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Não

25/5 (terça-feira)

Roda de Conversa com a GBT em situação de cárcere
Horário: 10 horas
Local: Unidade Prisional de Referência (atividade presencial)
Aberto ao público: Não
Inscrição prévia: Não


26/5 (quarta-feira)

LBGTI+ pelo Mundo
Horário: 12h30
Plataforma: Youtube da Not Only Voices
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Não


Roda de Conversa: Arte, saúde mental e ativismo LGBTI+
Horário: 12h30
Plataforma: Facebook/ Zoom da SEDH
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Não


27/5 (quinta-feira)

Roda de Conversa com a GBT em situação de cárcere
Horário: 10h
Local: Unidade Prisional de Referência (atividade presencial)
Aberto ao público: Não
Inscrição prévia: Não


28/5 (sexta-feira)

Roda de Conversa para discutir as intervenções artísticas com a temática LGBT: Junte-se a nós e vamos debater sobre músicas, poemas, filmes e muito mais.
Horário: 19h
Plataforma: Google Meet
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Não

29/5 (sábado)
- HIV e seus estigmas na comunidade LGBT
Horário: 20h
Instituição realizadora: Grupo Soropositividade
Plataforma: Instagram da entidade
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Não

30/5 (domingo)

Cores na Tela: Autocuidado na pandemia para LGBTQIA+
Horário: 11h
Instituição realizadora: Grupo CORES – Consciência, Orgulho e Respeito no Espírito Santo
Plataforma: Facebook e Youtibe do Grupo CORES
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Não

31/5 (segunda-feira)

Sem Discriminação: LGBT Doa Sangue
Horário: 14h
Instituição: Fórum LGBT do ES
Local: Hemoes e plataformas digitais
Aberto ao público: Sim
Inscrição prévia: Sim

Veja mais notícias sobre Direitos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 02 Agosto 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/